Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Duarte Marques: “acordo é bom para Portugal”, verbas europeias devem “servir para ajudar as pessoas e as empresas”
O deputado entende que essas verbas devem ainda servir para “corrigir as assimetrias entre regiões”.
Numa reação ao acordo alcançado no Conselho Europeu sobre o Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 e o Fundo de Recuperação, Duarte Marques, deputado do PSD, considera que o compromisso é “bom para Portugal e para a Europa”. No entanto, o deputado defende “a aplicação inteligente, faseada e em reformas estruturais” dos cerca de 45 mil milhões de euros que Portugal irá receber nos próximos sete anos. Duarte Marques entende que essas verbas devem “servir para criar riqueza” e “corrigir as assimetrias entre regiões”.

Duarte Marques argumenta que “é sempre melhor um acordo do que um não acordo”, pelo que o compromisso a que chegaram os 27 Estados-membros da União Europeia “é um passo positivo para a Europa” e “trata bem Portugal”, portanto, “é bom para Portugal”.

O deputado sublinha que “o PSD vai estar atento” à forma “como estas verbas são usadas, para aumentar o crescimento e o desenvolvimento do nosso País”. “E, sobretudo, que não sirvam apenas para substituir despesas que já caberiam no Orçamento do Estado”, ressalvou.

Duarte Marques insiste que não se podem “cometer os erros do passado”, é preciso “garantir que o dinheiro que vem para Portugal vai servir, de facto, para ajudar as pessoas, as empresas e as futuras gerações”.

Referindo-se às negociações no Conselho Europeu que se prolongaram de sexta-feira até à madrugada desta terça-feira, Duarte Marques observou: “Se alguém pensava que havia um país que mandava na Europa ou que havia um grupo que mandava na Europa, enganou-se. (…) Eu diria que o saldo final é bom. Devo dizer que há algumas matérias em que a Comissão cedeu em prioridades que eram da Comissão Europeia, como a questão ambiental e até a questão da coesão territorial – espero que Portugal consiga compensar isso pela forma inteligente como deverá acompanhar e fazer a execução desses fundos”.

21-07-2020 Partilhar Recomendar
16-01-2013
Europa: Portugal ergueu a voz para pedir a renegociação do Quadro de Financiamento Plurianual
    António Rodrigues lembrou que isso só foi possível porque este Governo reconquistou a credibilidade perdida.
16-01-2013
Presidência Irlandesa do Conselho da União Europeia apresenta um programa oportuno e necessário
    Sérgio Azevedo entende que o tema “pela Estabilidade, emprego e crescimento” é fundamental para o futuro da União.
29-11-2012
“Portugal tem estado envolvido na primeira linha de discussão do próximo Quadro Plurianual”
    A garantia foi dada por Carlos Costa Neves.
21-11-2012
Devemos aproveitar o Orçamento da União Europeia “para dinamizar a nossa economia e recuperar emprego”
    O Presidente do Grupo Parlamentar do PSD enfatizou a importância do novo Quadro Financeiro Plurianual que será discutido no próximo Conselho Europeu.
24-10-2012
António Rodrigues acusou o PS de ter entrado numa deriva facilitista e populista
    Para o Vice-Presidente da bancada do PSD os socialistas encontram-se sem argumentos.
12-07-2012
António Rodrigues afirmou que a Europa “ precisa de construção”
    O Vice-Presidente da bancada do PSD reconheceu que esse processo de construção é essencial para combater a crise que atravessamos.
12-07-2012
“A Europa precisa de um conjunto de políticas integradas por forma a ultrapassar este desafio”
    Para Sérgio Azevedo apenas com uma noção de visão global e integrada é que a Europa conseguirá ultrapassar este momento tão decisivo.
23-05-2012
Costa Neves apelou ao consenso em torno das matérias europeias
    O social-democrata reconheceu que ainda não se fez o suficiente, mas que já se fez muito do necessário.
23-05-2012
“O consenso europeu é um dos maiores patrimónios que o país tem”
    António Rodrigues reafirmou o empenhamento do PSD em contribuir para o projeto europeu.
23-05-2012
António Rodrigues: “esta convergência é crucial para a afirmação de Portugal no exterior”
    A questão foi deixada pelo Vice-Presidente da bancada do PSD no Plenário.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas