Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Este governo é o campeão da destruição dos serviços públicos”
Clara Marques Mendes afirmou que “o Governo fala dos pobres, mas desfavorece-os; prega a solidariedade, mas não a pratica”.
“As greves dos médicos e enfermeiros que hoje têm lugar em Portugal são um dos exemplos mais marcantes do estado em que estão hoje os serviços de saúde em Portugal. Há greve dos médicos e enfermeiros porque o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está num caos. E o SNS está num caos porque o Governo o deixou degradar a um ritmo nunca antes visto no nosso país. Pela mão de um Governo de esquerda, com o apoio das várias esquerdas, o SNS atingiu o ponto mais baixo de sempre. A conclusão é só uma: por ação e por omissão, este Governo é uma espécie de «coveiro» do SNS”. Foram estas as palavras iniciais de Clara Marques Mendes, esta terça-feira, numa declaração política em nome do PSD.
De seguida, a parlamentar referiu que esta “desqualificação” é extensível a mais serviços públicos em Portugal. “Um pouco por todo o lado, o que se vê é degradação e maus serviços prestados à população: as filas de espera para o cartão do cidadão proliferam a um ritmo impressionante, os serviços de transportes rompem pelas costuras, os comboios são poucos e de má qualidade”.
Perante tal cenário, Clara Marques Mendes foi perentória a afirmar que “o governo é o campeão da destruição dos serviços públicos. E não tem desculpa nem perdão um Governo que governou com condições económicas excecionais e mesmo assim deixou chegar os serviços públicos a este estado absolutamente lastimável. Os portugueses, em especial os mais vulneráveis, pagam a fatura de uma governação que é o exemplo mais acabado de publicidade enganosa: dizem que acabaram com a austeridade quando ela infelizmente está à vista de todos em qualquer serviço público em Portugal. Este é o cúmulo da falta de palavra e da ausência de vergonha”.
De seguida, a parlamentar focou-se na atuação do Ministro do Trabalho e da Segurança Social, o governante que não teve a capacidade de resolver o problema sério e inadmissível dos atrasos na atribuição das pensões de reforma em Portugal. “Esta é uma nódoa muito negra no curriculum deste Ministro e no balanço deste Governo. O Ministro Vieira da Silva, que tem anos e anos de governação neste sector, devia ser o primeiro a ter um mínimo de sensibilidade para perceber o problema e uma pequena réstia de capacidade para o saber resolver. É assim o Governo. É assim na concessão de pensões, como é assim também no comportamento injusto que tem com as Misericórdias e demais instituições de solidariedade social. Também aqui, na economia social, o Governo é injusto e falta à palavra”.
A terminar, Clara Marques Mendes sintetizou os 4 anos de uma governação que, apesar de condições económicas excecionais, desperdiçou uma grande oportunidade: “o Governo fala dos pobres, mas desfavorece-os; o Governo prega a solidariedade, mas não a pratica”.

02-07-2019 Partilhar Recomendar
04-07-2019
PSD disponível para contribuir para uma boa lei sobre ensaios clínicos de medicamentos para uso humano
    Sublinhando a inegável complexidade da matéria, Isaura Pedro sinalizou matérias que merecem uma ponderação cuidada.
27-06-2019
Saúde: Miguel Santos considera que “foram 4 anos perdidos”
    O social-democrata considera que são 4 anos que vão ser muito complicados de recuperar.
27-06-2019
Saúde: “governo falha todos os dias para com os cidadãos mais vulneráveis”
    Ricardo Baptista Leite sublinhou que “quem não vai ao terreno, quem não fala com os doentes, quem não ouve os profissionais, nunca poderá ter noção das dificuldades dos cidadãos, nem de como governar adequadamente o país”.
27-06-2019
“Não há! Não há! Não há!” é a palavra de ordem no setor da Saúde
    Ângela Guerra fez eco das inúmeras falhas no sector e das consequências para os portugueses.
26-06-2019
Segurança Social necessita de uma reforma estrutural profunda para garantir a sua sustentabilidade futura
    Feliciano Barreiras Duarte referiu que esta é uma reforma que o PSD tem vindo a defender, a pensar no futuro.
26-06-2019
Governo “declarou-se incompetente” para resolver o problema do atraso no processamento das pensões
    De acordo com Sandra Pereira, o executivo reconheceu que este problema agravou-se nos últimos 4 anos e que não tem capacidade de o resolver.
26-06-2019
PS devia ter “pudor e vergonha” de falar em cortes nas pensões
    Joana Barata Lopes lembrou que foram os socialistas que negociaram e comprometeram o país aos cortes previstos no memorando de entendimento com a troika.
26-06-2019
Clara Marques Mendes: “governo andou 4 anos a governar à vista”
    A deputada recordou que os sociais-democratas foram alertando para a falta de prudência e de sensatez com que estavam a ser adotadas determinadas políticas.
21-06-2019
Não é aceitável que em pleno século XXI os utentes do Hospital de Évora não tenham acesso a água quente
    Miguel Santos enfatiza que isto “não é aceitável” e desafiou o Secretário de Estado a ir ver o que se passa.
19-06-2019
Financiamento do novo Hospital da Madeira “não ata nem desata”
    Sara Madruga da Costa e Paulo Neves acusam o governo de continuar a querer "fazer contas com o património alheio".
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas