Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Fernando Negrão acusa António Costa de “não ser um Primeiro-Ministro para o povo”
O líder parlamentar do PSD destacou ainda a “falta de transparência” do governo no processo de reconstrução das casas atingidas pelos incêndios.
“A tragédia de Pedrógão Grande roubou a vida a dezenas de pessoas, hipotecou centenas de famílias e reduziu a pó as aspirações de milhares de pessoas”. 2 anos após esta tragédia, Fernando Negrão levou o tema a debate com o Primeiro-Ministro, enfatizando que o Estado falhou em toda a linha na proteção e no socorro e “continua a falar na reconstrução da vida destas pessoas”.
Lembrando que só no ano de 2017 foram 116 as pessoas que perderam a vida fruto dos incêndios, o parlamentar recordou que só nos dias 15 e 16 de outubro estima-se que aproximadamente 1550 habitações, em 36 concelhos, tenham sofrido danos. Na altura, adianta o deputado, o então Ministro Pedro Marques “presidiu a sucessivas cerimónias de consignação de reconstrução de casas anunciando a conclusão da totalidade das casas, no máximo, até ao final de 2018. Mais uma vez o governo mentiu aos portugueses. Ao contrário do que tem sido dito, não são 6 ou 7 casas que estão por reconstruir. No último balanço que a CCDR fez, em abril de 2019, ainda havia uma percentagem de 30% por reconstruir, só na região centro”. Acrescentando que não há transparência nos apoios concedidos, Fernando Negrão pediu a António Costa para fazer um ponto de situação verdadeiro acerca da destruição das casas e sua recuperação.
De seguida, o líder da “bancada laranja” questionou a António Costa se pode garantir que, na sequência da decisão de não construção da barragem do Fridão, os portugueses não poderão vir a ter de pagar à EDP 218 milhões de euros a título de indemnização. Perante a insinuação do Primeiro-Ministro, Fernando Negrão fez questão frisar que “é advogado, mas enquanto deputado sou advogado do povo, o senhor está-se a rir porque não é primeiro-ministro para o povo”, afirmou, criticando Costa por ter “regressado às insinuações. É nisso que o senhor é bom, nas insinuações que faz”.
Na temática do ambiente, o líder parlamentar do PSD quis saber que medidas já tomou o governo para corrigir a situação da remoção dos filtros de partículas dos automóveis, que é uma prática ilegal e que é da inteira responsabilidade do governo, uma vez que não existe ainda regulamentação. Uma pergunta à qual António Costa não se dignou responder e que levou Fernando Negrão a dizer que “quase se sentia tentado” em protestar junto da mesa da Assembleia da República, pela ausência sistemática de respostas por parte do Primeiro-Ministro. “Não responde a uma única pergunta, limita-se a insultar”, resumiu o líder parlamentar do PSD.
18-06-2019 Partilhar Recomendar
15-05-2019
Seca: medidas velhas que não acompanham as novas realidades
    Sublinhando que Portugal é um país particularmente vulnerável às alterações climáticas, Emília Cerqueira frisou que precisamos de novas abordagens para mitigar estes problemas.
15-05-2019
Berta Cabral: Programa Casa Eficiente 2020 “foi um fiasco e um logro”
    A deputada denunciou que a taxa de execução deste Programa é inferior a 1%.
15-05-2019
Nível de execução do PO SEUR “é um desastre”
    António Costa Silva lamentou que o governo não esteja a aproveitar os financiamentos que são 85% a fundo perdido.
15-05-2019
Declaração de estado de emergência climática é uma ação simbólica ou implica a adoção de medidas concretas?
    Jorge Paulo Oliveira questionou os bloquistas sobre o objetivo das suas propostas.
13-05-2019
Cativações e cortes no investimento. “Chama a isto boa gestão das contas públicas?”
    Fernando Negrão acusou António Costa de fazer um “brilharete nas contas” à custa de corte no investimento.
10-05-2019
Bancadas do PS, BE e PCP “são a lavandaria política do governo socialista”
    No debate sobre o Fundo de Solidariedade Europeu, Rubina Berardo acusou as bancadas da esquerda de branquearem a atuação do governo.
10-05-2019
Gestão do Fundo de Solidariedade tem sido incompetente, imoral e uma vergonha
    Duarte Marques considera “indigno” que o governo queira ficar com o dinheiro destinado aos municípios afetados pelos incêndios.
10-05-2019
Incêndios: “o governo aproveita-se da desgraça alheia para financiar serviços públicos”
    António Lima Costa afirma que o governo desviou verbas europeias destinadas às zonas afetadas para financiar organismos da administração central sediados em Lisboa.
16-04-2019
Violência Doméstica: Ângela Guerra defende a importância de consensos políticos
    A parlamentar frisou que o Parlamento tem a responsabilidade de dar resposta a todas as vítimas deste crime.
16-04-2019
Violência Doméstica: “é preciso mais luta contra o luto”
    Sandra Pereira apresentou 5 iniciativas do PSD para combater este flagelo.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas