Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Centros de Responsabilidade Integrada: governo nada fez nos últimos quatro anos
Luís Vales defendeu um futuro em que os Centros de Responsabilidade Integrada sejam efetivamente disseminados nos hospitais do SNS como um novo modelo de gestão potenciador de mais valor em saúde.
O Parlamento apreciou, esta sexta-feira, um Projeto de Resolução que recomenda ao Governo que tome as medidas necessárias para que seja efetivamente incentivada a criação dos Centros de Responsabilidade Integrados. Em nome do PSD, Luís Vales começou por recordar que os Centros de Responsabilidade foram criados em Portugal há já mais de três décadas, por um Governo do PSD, ao tempo em que era Ministra da Saúde Leonor Beleza. “O objetivo desses centros de responsabilidade era o de contribuir, por via de uma maior autonomia gestionária e organizacional, para que os hospitais do Serviço Nacional de Saúde alcançassem uma maior eficiência técnica e social. Mais tarde, em 1999, foram criados os Centros de Responsabilidade Integrada, determinando-se que o seu financiamento deveria depender do volume da atividade realizada, dos níveis de produtividade e da qualidade dos resultados obtidos”.
De seguida, o parlamentar recordou que o atual Governo legislou também sobre esta matéria em 2016 e 2017, tendo o anterior Ministro da Saúde prometido que os centros de responsabilidade integrada seriam uma realidade ainda esse ano. “O problema é que passaram dois anos e nada. É verdade que os Centros de Responsabilidade devem encontrar na execução dos contratos-programa negociados com os hospitais um ambiente especialmente favorável ao seu desenvolvimento.
E também é verdade que algumas experiências de sucesso existem neste domínio, como é o caso do Centro de Responsabilidade Integrada do Serviço de Cirurgia Cardiotorácica e Transplantação de Órgãos Torácicos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, estatuto que detém desde 1998. Mas a verdade é que nos últimos quatro anos, apesar de muitas promessas, o Governo nada fez de concreto também nesta área”.
Tendo em consta este histórico, Luís Vales frisou que esta recomendação ao governo “de nada servirá porque este Governo em final de mandato nada fará agora, depois de nada ter feito nos últimos quatro anos. Para o PSD, o que importa é olhar já para o futuro. Um futuro em que os Centros de Responsabilidade Integrada sejam efetivamente disseminados nos hospitais do SNS como um novo modelo de gestão potenciador de mais valor em saúde”.
Um futuro, concluí Luís Veles, em que “a autonomia de gestão dos hospitais seja reforçada, favorecendo-se a responsabilidade dos decisores hospitalares, o trabalho em equipa, potenciando-se as boas práticas em benefício dos cidadãos que utilizam os serviços públicos de saúde e onde o envolvimento e a motivação dos profissionais do SNS volte a ser uma realidade. Para o PSD, esse futuro começa em outubro de 2019”.
12-04-2019 Partilhar Recomendar
14-06-2019
O SNS encontra-se num real “ponto de rotura”
    Ana Oliveira fala numa “guerra de ideologias” para ver quem tem mais dividendos políticos, “ignorando e desrespeitando os portugueses”.
14-06-2019
“O Serviço Nacional de Saúde está doente”
    José de Matos Rosa falou em “quatro anos de degradação, de desinvestimento e de falta de acesso dos utentes”.
14-06-2019
Luís Vales desafia o PS “a preocupar-se com as pessoas e concentrar-se nos gravíssimos problemas do SNS”
    O social-democrata considera que é altura de acabar com o “sectarismo ideológico da extrema-esquerda”.
14-06-2019
Populismo leva o BE a apresentar uma iniciativa já aprovada
    Simão Ribeiro recordou que o fim da cobrança de taxa moderadora nos cuidados de saúde primários já foi aprovado no Grupo de Trabalho da Lei de Bases da Saúde.
12-06-2019
O PS fingiu pretender abrir a farmácia que funcionava no Hospital de Loures
    Ana Oliveira contestou este comportamento e frisou que “a grave situação que o País vive em termos de acesso aos serviços e prestações de saúde só poderá ser ultrapassada com um governo que esteja verdadeiramente ao serviço das pessoas”.
07-06-2019
Deputados do PSD eleitos pela Madeira reúnem com estruturas sindicais dos enfermeiros
    Os parlamentares assinalaram que António Costa “tem maltratado os enfermeiros”.
04-06-2019
Fernando Negrão: não é só discutindo os grandes problemas que os cidadãos se reveem na política
    O Grupo Parlamentar do PSD arrancou com a iniciativa "+Cidadão+Democracia".
30-05-2019
Governo arrastou o SNS para uma “cruel desumanização”
    Cristóvão Norte enumerou um conjunto de consequências da “terrível provação” a que o governo dotou o SNS.
30-05-2019
“Este foi o governo que menos investiu na área da Saúde desde que estamos em democracia”
    Com esta atuação, refere Fátima Ramos, o executivo está a empurrar as pessoas para os privados.
30-05-2019
Dívidas aos bombeiros: ou a Ministra da Saúde mentiu ao Primeiro-Ministro ou o Primeiro-Ministro mentiu ao Parlamento
    Ângela Guerra lembrou que o Presidente da Liga dos Bombeiros desmentiu a informação dada por António Costa de que a dívida estava paga.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas