Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD apresenta proposta para dinamizar o setor do táxi
Paulo Rios de Oliveira refere que a iniciativa constitui uma mudança do antigo modelo e pretende contribuir para melhorar e inovação o setor.
Mais de 20 anos após a aprovação do Decreto que regulamento o acesso à atividade em táxi, Paulo Rios de Oliveira considera que este é o momento para atualizar essa legislação. É nesse sentido, refere o social-democrata, que vai o Projeto de Lei do PSD que estabelece o regime jurídico da atividade de transporte público de aluguer em veículos automóveis ligeiros de passageiros.
De seguida, o parlamentar recordou que em 2014 o mundo de transporte de passageiros sofreu uma alteração com a entrada em vigor das plataformas como a UBER. Nessa altura, o governo andou, ao contrário dos consumidores que rapidamente aderiram este modelo, sempre a reboque dos acontecimentos, nomeadamente ao não fazer o que seria esperado: decidir, regular, impedir ou legalizar.
Recorda o deputado que, em maio de 2016, o executivo criou um grupo de trabalho com vista à modernização do setor do táxi, que devia produzir resultados em 60 dias. “Em julho de 2016, o governo promoveu a criação de um regulamento para legalizar a UBER e demais plataformas. Era para ficar pronto após o verão de 2016. Finalmente, o governo deu entrada uma proposta no Parlamento, ao qual o PSD, responsavelmente, contrapôs uma proposta alternativa denunciando os vícios e insuficiências do governo. Com o assunto nas primeiras páginas dos jornais, as plataformas a operarem e o setor do táxi sob brasas, o PS teve 3 momentos distintos de intervenção: primeiro adiou; depois tentou negociar à esquerda; finalmente, rendido, para não dizer derrotado, foi obrigado a vir ao encontro das propostas do PSD”.
Com a legislatura prestes a terminar e as soluções para o setor do táxi a continuarem sem uma solução, Paulo Rios de Oliveira afirmou que “quando o governo falha, quando PS falha, quando a geringonça falha, os portugueses têm o direito de esperar do PSD, como maior partido e único partido capaz de protagonizar uma alternativa à atual governação, assuma a responsabilidade de apresentar a debate uma proposta de regulamentação do setor do táxi. E nós cá estamos, a apresentar a nossa proposta”. Esta iniciativa, refere o social-democrata, tem por base o vazio legislativo, inspirações em outros ordenamento legislativos, as preocupações e sugestões da Autoridade da Concorrência, o estudo da OCDE e a opinião dos consumidores e do setor. “A nossa proposta constitui uma mudança do antigo modelo e pretende dinamizar o setor e contribuir para o melhor serviço e inovação, sem retirar ao táxi a natureza de serviço público”.
A terminar, Paulo Rios de Oliveira desafiou os restantes partidos a apresentarem as suas propostas, mas deixou vincado que, se não fosse o PSD, “este Parlamento iria continuar com as mãos nos bolsos e a assobiar até outubro”.

21-03-2019 Partilhar Recomendar
29-03-2019
“PSD acompanha todas as medidas que tenham como objetivos melhorar a mobilidade e o ambiente”
    Paulo Neves recordou que os sociais-democratas têm um passado que comprova essa aposta.
29-03-2019
Liliana Silva alerta para as desigualdades territoriais decorrentes da medida dos passes sociais
    A deputada afirmou que em Viana do Castelo a verba atribuída não vai permitir melhorar a rede de transportes.
29-03-2019
Bruno Coimbra compara a geringonça a “uma retroescavadora”
    O deputado afirmou que a esquerda, enquanto vai subindo impostos, “vai cavando as diferenças entre Lisboa, Porto e o resto do país”.
29-03-2019
“O PSD é a favor de uma forte aposta no serviço público de transporte”
    Virgílio Macedo reiterou que os sociais-democratas apoiam a redução dos custos dos passes sociais como um fator de motivação para o uso destes transportes.
29-03-2019
Passes Sociais: “estamos a favor, mas a medida precisa de muito trabalho para se eliminarem as injustiças”
    Cristóvão Norte lamentou que esta medida não abranja todos os portugueses.
29-03-2019
Passes socias: PSD lamenta que a medida não tenha o objetivo de servir todos da mesma forma
    Emídio Guerreiro desafiou o PS para uma rápida revisão deste processo para que seja dada uma resposta igual a todos os portugueses.
21-03-2019
Imobilismo dos restantes partidos está a contribuir para o fim do sector do táxi
    No debate da proposta do PSD, Emídio Guerreiro afirmou que sem alterações este setor está condenado.
21-03-2019
Táxis: PS não tem propostas para o setor
    Virgílio Macedo acusou os socialistas de não terem propostas para o setor e de se limitarem a fazer oposição à oposição.
19-03-2019
Passe Único: “medida eleitoral como nunca se viu”
    Fernando Negrão acusou o governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto e de não aumentar o número de transportes.
20-02-2019
“Menos 1.500 milhões de euros em investimento público. É isto o fim da austeridade?”
    No debate da Moção de Censura, Emídio Guerreiro frisou que “os problemas do país resolvem-se cumprindo com o que se promete e não com palavras, anúncios e propaganda”.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas