Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Passe Único: “medida eleitoral como nunca se viu”
Fernando Negrão acusou o governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto e de não aumentar o número de transportes.
O PSD acusou hoje o governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto sem aumentar os transportes. No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão começou por questionar a António Costa se foi “coincidência eleitoral” o governo ter apresentado, esta segunda-feira, a meses de europeias e legislativas, o acordo com os municípios da Área Metropolitana de Lisboa para a redução dos passes sociais. Considerando esta “uma medida eleitoral como nunca se viu”, o líder parlamentar do PSD acusou ainda o executivo de esquecer as outras regiões do país “onde não existem transportes públicos ou estes são incipientes. O que tem a dizer a estes portugueses que pagarão o passe único das Áreas Metropolitanas sem terem direito a nada”, questionou o parlamentar.
De seguida, o social-democrata exigiu ao Primeiro-Ministro “não o mínimo, mas um máximo de rigor na governação” e rejeitou que os sociais-democratas sejam contra a aposta nos transportes públicos. “Nós somos a favor do passe único, mas é do verdadeiro, aquele que oferece, juntamente com o passe, os transportes para os portugueses usarem. Os senhores dão um documento aos portugueses, mas não os transportes para usarem no dia a dia”, criticou. A este propósito, o líder parlamentar da “bancada laranja” apontou números de cortes de comboios na CP por falta de manutenção - menos 3.322 no período 2017/2018 - e degradação no Metro, na Carris e nos transportes fluviais.
Antes, Fernando Negrão tinha dito que as “boas notícias para Portugal” seriam sempre saudadas pelo PSD, mas acusou António Costa de não ter falado sobre um ponto essencial para a economia e finanças do país: “o aumento de 20 mil milhões de euros da dívida pública na legislatura”. Dirigindo-se ao Primeiro-Ministro, o social-democrata alertou que “basta que a taxa de juro aumente ligeiramente para que o seu governo enfrente problemas de maior gravidade”. E desta vez, refere o deputado, o aumento da carga fiscal não pode ser uma solução: “a carga fiscal chegou ao seu limite. Não pode voltar a usar a carga fiscal para resolver o problema da dívida pública”.
A terminar, o líder parlamentar do PSD confrontou o Primeiro-Ministro com o aumento dos combustíveis. Após o aumento do preço da gasolina pela sexta vez consecutiva, que se segue a 12 semanas de aumento do gasóleo, Fernando Negrão colocou em evidência o impacto negativo que esses aumentos têm na vida dos portugueses e das empresas e perguntou a António Costa até quando é que esta situação persistirá.
19-03-2019 Partilhar Recomendar
21-06-2019
Carlos Silva traça cenário caótico nos transportes públicos
    O social-democrata recorda que “nunca os utentes tiveram tantos horários suprimidos”.
19-06-2019
Governo das esquerdas é “forte com os fracos e fraco com os fortes”
    António Leitão Amaro fala numa “carga fiscal máxima para serviços e investimento público no mínimo”.
19-06-2019
Virgílio Macedo acusa a Autoridade Tributária de ter realizado um “arrastão fiscal”
    O deputado considera que as ações de cobrança de impostos na estrada “só aprofundam o sentimento de perseguição tributária dos contribuintes".
19-06-2019
PSD critica desproporção da atuação do Estado em relação à cobrança de dívidas
    Inês Domingos recordou que ao mesmo tempo que se faziam ações de cobrança de impostos na estrada, o PS votava contra a divulgação da lista dos grandes devedores à banca.
19-06-2019
Relação criada entre o governo e os contribuintes é marcada pela deslealdade
    Cristóvão Norte fala num executivo que “esconde, dissimula e anestesia os portugueses”.
12-06-2019
“É caótica e intolerável a excessiva demora deste governo na atribuição das pensões por reforma”
    Leonel Costa alertou para as graves consequências destes atrasos.
12-06-2019
“Em 2017 foi escrita uma das páginas mais negras da história recente de Portugal”
    No debate da Conta Geral do Estado de 2017, Cristóvão Crespo afirmou que “a política de cativações traduziu-se na ausência do Estado”.
07-06-2019
Governo “quer criar um pântano na supervisão”
    Inês Domingos acusou o executivo de “atacar de forma inusitada a independência dos reguladores do setor financeiro”.
07-06-2019
Com Sócrates procuraram controlar “o sistema financeiro”, com Costa querem “o assalto completo às entidades independentes”
    Duarte Pacheco considera que o objetivo da alteração à Lei que regula o sistema de Supervisão Financeira é colocar em causa a independência dos reguladores.
06-06-2019
Fernando Negrão confronta António Costa com a situação de rutura nos transportes
    O líder parlamentar do PSD referiu-se ainda à distribuição de bónus pela TAP, ao mesmo tempo em que a empresa regista 100 milhões de euros de prejuízos.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas