Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Esquerda “defende um Estado Mínimo” e entrega aos senhorios as funções do próprio Estado
Emília Santos afirmou que o PSD defende uma política pública integrada para promover a reabilitação urbana, o arrendamento habitacional e a qualificação dos alojamentos.
No debate sobre o tema do arrendamento, Emília Santos recordou a coragem e a determinação reformista do anterior governo quando, em 2012, introduziu as alterações que conduziram à dinamização do mercado de arrendamento urbano. Um mercado, adianta da deputada, “que estava cristalizado, em virtude do congelamento de rendas, que impedia os senhorios de disporem livremente daquilo que lhes pertencia”.
Contudo, refere a parlamentar, a esquerda pretende voltar a congelar esse dinamismo. “Uma esquerda que se arroga de defender o direito à habitação consagrado na Constituição, mas que insiste em impor aos senhorios que cumpram à força as políticas sociais que não dão jeito ao Estado executar. Uma esquerda que defende um Estado Mínimo, e entrega aos privados as funções do próprio Estado”.
De seguida, Emília Santos deixou a pergunta: “sendo o Estado o maior proprietário, por que razão não sugeriu esta esquerda que fosse o Estado a dar o exemplo, começando por recuperar os seus imóveis e alocá-los às políticas públicas de habitação que agora tanto se arrogam de promover? Uma reflexão que cabe aos Portuguese fazer”.
Do lado do PSD, garante a social-democrata, os portugueses podem contar com coerência. “Defender o equilíbrio entre o direito à habitação e o direito à propriedade privada. Defender a harmonia entre os princípios da proporcionalidade e os princípios da igualdade e confiança.
Defender uma política pública integrada para promover a reabilitação urbana, o arrendamento habitacional e a qualificação dos alojamentos. São estas as propostas proativas que defendemos e que vão na linha da estratégia nacional da habitação que o próprio PSD aprovou. O PSD continua a acreditar que o seguro de renda pode conferir maior estabilidade aos proprietários no âmbito da decisão da celebração de contratos de arrendamento. Estamos, também, convictos que parte da solução passa ainda pelo reforço da proteção dos mais vulneráveis, designadamente: os arrendatários com mais de 65 anos e aqueles com um grau de deficiência igual ou superior a 60%, que subitamente vejam as suas condições de vida alteradas”.
A terminar, Emília Santos enfatizou que o País não precisa de medidas avulsas e apenas direcionada para Lisboa. “Para o PSD não há, como nunca houve, portugueses de primeira e portugueses de segunda, como não há concelhos mais importantes ou prioritários que outros só porque fazem mais ruído na comunicação social”, rematou.

10-05-2018 Partilhar Recomendar
21-09-2018
António Costa Silva acusa esquerda radical de "balburdia legislativa"
    Em causa o decreto que garante o exercício do direito de preferência pelos arrendatários.
11-05-2018
Inquilinos da Fidelidade: Sandra Pereira acusa o BE de promover o medo e gerar a instabilidade
    A deputada considera que esta prática é, na realidade, o “alimento político” dos bloquistas.
10-05-2018
Arrendamento: pospostas do PSD foram feitas a pensar em todos os portugueses
    Jorge Paulo Oliveira refutou a visão esquerdista de “apontar soluções sempre a pensar na macrocefalia de Lisboa e do Porto”.
10-05-2018
Germana Rocha acusa o PCP de se ter esquecido de defender o direito à habitação
    A deputada lembra com os comunistas aplaudiram e aprovaram o Orçamento que não incluiu medidas e verbas ajustadas às reais necessidade dos portugueses.
10-05-2018
Arrendamento: Sandra Pereira critica “política do espantalho” da esquerda
    A deputada refere que com esta política já “conseguiram espantar os senhorios, espantar os investidores, espantar a oferta e matar o arrendamento”.
10-05-2018
Arrendamento: António Costa Silva apresenta propostas do PSD
    O Vice-Presidente da bancada do PSD enfatizou que as propostas “vão no sentido de defender inquilinos e senhorios e fazer com que o mercado do arrendamento funcione plenamente”.
08-05-2018
GPPSD promove Audição Pública e Debate. Conheça os Programas e Participe
   
04-05-2018
PSD anuncia medidas para dar "equilíbrio, estabilidade e sensibilidade social" a arrendamento
   
04-05-2018
“A esquerda parlamentar abomina a propriedade privada”
    Jorge Paulo Oliveira criticou a esquerda por querer «expropriar à força» os proprietários.
04-05-2018
PSD apresenta 9 propostas decisivas para defender inquilinos e senhorios
    António Costa Silva frisou que é com essa perspetiva que os sociais-democratas se apresentam a debate.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas