Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Este governo é o campeão das promessas”
Carlos Silva recordou as promessas do executivo em matéria de transportes, mas frisou que “a realidade é outra e muito dura para os utentes”.
Carlos Silva considera que “mete dó esta oposição faz de conta” protagonizada pelos comunistas. Durante a Interpelação ao Governo sobre “política geral centrada nas necessidades de investimento nos serviços públicos, nomeadamente nos setores da Saúde, Educação, Transportes e Comunicações”, o social-democrata lembrou que os comunistas “votam a favor dos orçamentos, votam a favor de tudo, mas protestam em português suave”.
De seguida, o parlamentar dirigiu-se ao Ministro do Ambiente para lembrar que nas suas últimas presenças no Parlamento anunciou que as reformas eram tais que a partir do verão de 2017 os utentes já iriam sentir essa diferença. “Em 2016 o senhor Ministro dizia mesmo que 2017 era o ano de todas as reformas e de todos os investimentos nos transportes. O senhor Primeiro-Ministro anunciou inclusivamente o investimento de 30 milhões no metro. Até hoje zero”. Face a este comportamento, o social-democrata declarou que “este governo é o campeão das promessas. Mas acontece que a realidade é outra e muito dura para os utentes dos transportes públicos. Estes continuam a chegar tarde e a más horas aos seus compromissos”.
“Recorda-se da promessa da contratação de maquinistas em fevereiro de 2016 para acabar com a supressão de comboios no metropolitano? E os tripulantes que prometeu para acabar com a supressão de barcos no Tejo em hora de ponta? Até hoje. E a canibalização dos comboios e barcos para fazer face à falta de matéria circulante? Estão hoje 30 carruagens paradas por falta de peças e 6 navios parados no Tejo”.
Em resultado deste comportamento do governo das esquerdas, Carlos Silva relata que “a realidade dos portugueses é muito dura. Os portugueses têm tempos de espera ridículos, dignos de terceiro mundo. Os utentes esperam mais tempo nas estações apinhadas e depois viajam enlatados. Se há um ano a situação já era grave no metro, agora a situação é caótica com 30 carruagens inoperacionais”.
A terminar, o parlamentar lembrou que a esquerda já leva 2 anos de governação. “Vão a meio de um mandato, assumam as vossas responsabilidades”, desafiou o social-democrata.

15-02-2018 Partilhar Recomendar
21-03-2019
PSD apresenta proposta para dinamizar o setor do táxi
    Paulo Rios de Oliveira refere que a iniciativa constitui uma mudança do antigo modelo e pretende contribuir para melhorar e inovação o setor.
21-03-2019
Imobilismo dos restantes partidos está a contribuir para o fim do sector do táxi
    No debate da proposta do PSD, Emídio Guerreiro afirmou que sem alterações este setor está condenado.
21-03-2019
Táxis: PS não tem propostas para o setor
    Virgílio Macedo acusou os socialistas de não terem propostas para o setor e de se limitarem a fazer oposição à oposição.
19-03-2019
Passe Único: “medida eleitoral como nunca se viu”
    Fernando Negrão acusou o governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto e de não aumentar o número de transportes.
20-02-2019
“Menos 1.500 milhões de euros em investimento público. É isto o fim da austeridade?”
    No debate da Moção de Censura, Emídio Guerreiro frisou que “os problemas do país resolvem-se cumprindo com o que se promete e não com palavras, anúncios e propaganda”.
15-02-2019
Ferrovia: foi opção deste governo abandonar a “bitola europeia”
    Emídio Guerreiro frisou que esta é uma decisão gravíssima que condiciona o futuro do nosso país.
15-02-2019
“Pedro Marques deixa-nos uma pasta vazia de investimento”
    Paulo Rios de Oliveira considera que “o Ministro das Infraestruturas não cumpriu o seu mandato”.
15-02-2019
Carlos Silva alerta para “Brexit ferroviário”
    Com Espanha a abandonar bitola ibérica em 2023, o social-democrata afirmou eu Portugal ficará isolado.
08-02-2019
PSD defende a redução dos preços das portagens na Autoestrada do Pinhal Interior
    Fátima Ramos afirmou que esta via deve ter um tratamento igual ao dado às autoestadas do Interior e do Algarve.
08-02-2019
Aveiro: PSD quer ver estudada uma alternativa ao "Pórtico do Estádio"
    António Topa afirmou que os sociais-democratas pretendem acabar “com uma grave injustiça para com os aveirenses”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas