Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Relatório da Comissão de Inquérito à nomeação e demissão de António Domingues da CGD não teve a preocupação de relatar a verdade apurada
Luís Marques Guedes denunciou ainda que a Comissão foi alvo de uma “sistemática prática de obstaculização e recusa no fornecimento de informação”.
Segundo Luís Marques Guedes o PSD votou contra o relatório da Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar à atuação do XXI Governo Constitucional no que se relaciona com a nomeação e a demissão da Administração do Dr. António Domingues “por ele estar estruturado não com a preocupação de relatar a verdade apurada, mas sim em assegurar um mínimo de suporte político à realidade alternativa que o Governo construiu”.
De acordo com o deputado, resultou claro dos trabalhos que a Comissão pôde levar a cabo, que: “sim, o Dr. António Domingues, logo no momento do convite, colocou como condição, o afastamento da obrigação de declaração de património ao Tribunal Constitucional; sim, o Governo aceitou essa condição, e por isso avançou com a alteração à lei, ainda de que de uma forma que veio a declarar-se incompetente; sim, a restante equipa da Administração foi convidada nesse pressuposto; sim, o Dr. António Domingues e a sua equipa apresentaram a demissão quando o Governo não honrou o acordado, nem teve a hombridade de reconhecer que recuava naquilo a que se comprometera; e sim, o valor de mais de 5 mil milhões de euros de dinheiro dos contribuintes, a que ascendeu a recapitalização do banco, não resultou de nenhuma quebra dos ratios exigíveis, que a Caixa sempre cumpriu, mas antes de uma decisão unilateral do Governo, que quis alterar o critério de reconhecimento das imparidades”.
Refere o social-democrata que nada disto são revelações extraordinárias porque, em boa verdade, a generalidade dos portugueses já tinha percebido o que de facto passou. “O extraordinário, é terem sido necessárias duas Comissões de Inquérito, para se reconhecer o óbvio”.
De seguida, Marques Guedes denunciou que também esta segunda Comissão foi alvo de uma sistemática prática de obstaculização e recusa no fornecimento de informação, ao arrepio dos direitos consagrados na lei e na Constituição. “Pela maioria parlamentar, pelo Governo, e pela CGD, motivo pelo qual se formulou uma queixa ao Ministério Público. Ficou óbvia a necessidade de revisão da lei, para efetivamente garantir o exercício desses direitos, e condenar ao fracasso novas investidas de uma qualquer maioria conjuntural para os capturar”. Face a este cenário, o parlamentar frisou que o PSD vai avançar com uma proposta de alteração à lei para que esta “garanta que o objeto dos inquéritos potestativos não é suscetível de recusa, ou apreciação restritiva pela maioria; garanta que o recurso para tribunal de recusas ilegítimas na prestação da informação devida, não funciona em benefício do infrator; garanta que as diligências potestativamente requeridas, são de realização que aos requerentes cabe determinar; garanta que todas as deliberações são tomadas por votos individuais, e não capturados por lógicas de mero interesse partidário”.
A terminar, Luís Marques Guedes enfatizou que o PSD faz estas propostas ciente de que sem elas “assistiremos à morte das Comissões de Inquérito, ficando a Assembleia da República amputada desse fundamental instrumento, nas suas competências de fiscalização do Governo e da Administração”.

07-12-2017 Partilhar Recomendar
17-05-2018
Revelação dos maiores devedores contribui para a transparência e responsabilidade política
    António Leitão Amaro considera incompreensível que o PS queira quebrar a privacidade do depositante que acumulou rendimentos de trabalho de 50 mil euros, mas queira proteger o decisor e o grande devedor de centenas de milhões.
17-05-2018
PSD quer levantar o véu sobre os favores prestados pela Caixa a projetos que não tinham nenhuma viabilidade
    Inês Domingos afirmou que o governo usa “portugueses depositantes e clientes cumpridores como escudo para encobrir os grandes incumpridores”.
17-05-2018
Caixa Geral de Depósitos: “os portugueses têm o direito de saber qual a teia socialista que provocou o descalabro”
    Duarte Pacheco acusou ainda o Bloco de fazer “fretes” ao PS.
03-05-2018
PSD quer conhecer os devedores da CGD e questiona "de que tem medo" o governo
    Na apresentação do requerimento, António Leitão Amaro recordou eu “os portugueses tiveram no último ano que fazer um esforço de 4 mil milhões de euros para a recapitalização da Caixa”.
23-03-2018
PSD está contra a entrada da Santa Casa no Montepio
    Adão Silva anunciou que o PSD vai apresentar uma iniciativa que pede ao Governo que proíba essa entrada.
15-03-2018
Prevenção de incêndios: governo não aprendeu nada com o que aconteceu em 2017
    Fernando Negrão fala em dúvidas, hesitações, orientações contraditórias e instabilidade na Proteção Civil.
28-02-2018
"Não abdicamos de representar os portugueses que não se revêm neste governo”
    Santa Casa no Montepio: a nossa posição é muito clara, “somos contra”.
22-02-2018
PSD apoia diretiva que impõe regras mais estritas para proteger os pequenos investidores não qualificados
    Inês Domingo lamentou que o governo tenha demorado mais de um ano a transpor esta diretiva.
19-01-2018
Rubina Berardo apresenta proposta para apoiar os lesados do BANIF e do BES/GES
    A deputada criticou o governo por se “esconder no passado” e por ter feito regras à medida de alguns, deixando milhares de outros de fora.
05-01-2018
Serviços mínimos bancários: Carlos Silva lembra que o PSD apresentou medidas de justiça e equidade social
    Como consequência, recorda o deputado, estas contas duplicaram nos últimos dois anos.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas