Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Amadeu Albergaria: Orçamento representa um corte de 2,9% para a área da educação
O Vice-Presidente da bancada do PSD acusou o Ministro da Educação de tentar enganar as escolas.
“As escolas confrontam-se, há dois anos, com falta de funcionários, com obras por fazer, com falta de verbas e com um Ministro da Educação que as engana sistematicamente”. Foi com estas palavras que Amadeu Albergaria iniciou a sua intervenção, esta quinta-feira, no debate do Orçamento do Estado para 2018.
Acusando o Ministro da Educação de ser o “campeão da falta de respostas às perguntas dos deputados”, o Vice-Presidente da bancada do PSD disse ao Primeiro-Ministro que o Orçamento para a Educação representa uma “tentativa deliberada de enganar as escolas. Este Orçamento representa um corte de 2,9% para a área da educação, são menos 183 milhões de euros. Querem enganar as escolas quando afirmam que reforçam o investimento e o que verificamos é um corte de 9,6% no orçamentado face a 2017. Querem enganar as escolas quando afirmam que querem contratar mais professores, mais técnicos, mais funcionários e o que verificamos é que o montante orçamentando em despesas de pessoal para 2018 encontra-se abaixo do valor observado na estimativa orçamental para 2017”.
Considerando que este Orçamento é “o reflexo da política do engano que este Ministro da Educação pratica”, Amadeu Albergaria elencou alguns dos enganos do governante e questionou a António Costa como se justifica o aumento de 7,2% das despesas do gabinete do Ministro da Educação. “Como é possível que em viagens se dupliquem os gastos”, questionou o social-democrata.
A terminar, o parlamentar afirmou que de tanto enganar as escolas, “é o próprio Ministro da Educação um engano deste governo. Mas é um engano que é hoje pago pelas escolas e amanhã pelos alunos”.

02-11-2017 Partilhar Recomendar
09-02-2010
Serviço de Acção Social Escolar está desajustado da realidade actual
    Deputados pedem esclarecimentos ao ministro Mariano Gago
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas