Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Governo deve tomar medidas para que pacientes do Hospital Beatriz Ângelo não tenham de ser transportados para Abrantes
Os deputados do PSD eleitos por Lisboa consideram que a situação vivida no Hospital Beatriz Ângelo reveste-se de enorme gravidade.
O PSD insta o Governo a “assumir as suas responsabilidades e tome as medidas adequadas para que o serviço de urgência do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, não volte a sofrer condicionamentos como os verificados esta semana”.

Numa pergunta remetida à ministra da Saúde, os deputados do PSD eleitos por Lisboa assinalam que o concelho de Loures é “um dos concelhos mais atingidos no país em termos de pessoas infetadas, onde o número de casos confirmados subiu, no último mês, de 315 para 935, ou Odivelas, onde, no mesmo período, o número de casos confirmados subiu de 208 para 506”.

“Neste contexto, não surpreende que o Hospital Beatriz Ângelo, que serve uma população de perto de 300 mil pessoas maioritariamente residentes nos concelhos de Loures, Odivelas, Mafra e Sobral de Monte Agraço, esteja a sofrer uma significativa pressão assistencial. Assim, desde o início da pandemia, o referido hospital tratou já mais de 270 doentes infetados pelo SARS-CoV-2, ali se encontrando, presentemente, oito doentes nos cuidados intensivos e outros 52 nas enfermarias em áreas exclusivamente dedicadas a esses doentes”, alertam.

O PSD denuncia a “preocupante vulnerabilidade dos serviços de saúde a que se chegou nos passados dias 26 e 27, em que o serviço de urgência do Hospital Beatriz Ângelo teve de recusar a receção de novos doentes agudos, transportados por ambulâncias do Instituto Nacional de Emergência Médica e por corporações de bombeiros”.

Esses doentes tiveram, primeiro, de ser transportados para o Hospital de Santa Maria e, depois, também para o Hospital de Abrantes, que dista a cerca de 140 quilómetros do Hospital de Loures, por falta de resposta dos hospitais da região de Lisboa.

Para o PSD, “esta situação vivida no Hospital Beatriz Ângelo reveste enorme gravidade, tanto mais porque para as referidas limitações no acesso muito contribui o facto de ali permanecerem doentes que, apesar de disporem já de alta clínica, continuam internados por razões sociais”.

O PSD cita ainda os relatórios de situação, da Direção-Geral de Saúde (DGS), referentes à situação epidemiológica em Portugal decorrente da pandemia do Covid-19, em que o número de novos casos de doentes tem crescido particularmente na região de Lisboa e Vale do Tejo.

O PSD pergunta:

1.Confirma a Ministra da Saúde que o acesso ao serviço de urgência do Hospital Beatriz Ângelo esteve condicionado entre 26 e 27 de Maio a novos doentes por excesso de afluência?

    Que medidas tomou o Ministério da Saúde para garantir que não volte a ocorrer uma situação de condicionamento do acesso dos doentes ao serviço de urgência do Hospital Beatriz Ângelo?
    Pode o Governo garantir que uma situação como a descrita não voltará a suceder no Hospital Beatriz Ângelo?

01-06-2020 Partilhar Recomendar
10-02-2010
Rosário Águas e Clara Carneiro requerem acesso a contrato de aquisição de vacinas contra a GripeA
    Deputadas querem conhecer qual o montante e quantidade de doses fornecidas
10-02-2010
Rosário Águas e Clara Carneiro solicitam acesso a relatórios de acompanhamento e controlo das convenções na área da hemodiálise
    Deputadas pretendem aferir sobre o cumprimento das convenções, qualidade e acessibilidade da prestação destes cuidados de saúde nos últimos três anos
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas