Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Covid-19: PSD questiona o Governo sobre proteção às vítimas de violência doméstica
Perante as medidas de confinamento e isolamento domiciliário que se impõem no combate à atual pandemia, os sociais-democratas alertam para um “exponencial aumento” de casos de violência doméstica.
O PSD confrontou, esta quinta-feira, o Governo sobre as medidas para reforçar a proteção às vítimas de violência doméstica, alertando que o maior isolamento devido à pandemia de Covid-19 pode ser “um barril de pólvora” para o aumento desta tipologia de crimes.

Numa pergunta dirigida à ministra de Estado e da Presidência, os deputados social-democratas consideram que, “perante o atual estado de emergência em Portugal, com as medidas de confinamento e isolamento domiciliário que se impõem no combate à atual pandemia”, pode criar “um barril de pólvora no que respeita a um exponencial aumento de casos de violência doméstica”.

“Desde que o surto pandémico teve início e com as medidas de quarentena que foram impostas como a forma mais eficaz no combate ao novo coronavírus, muitos países têm registado um expressivo aumento do número de queixas por violência doméstica”, afirmam, apontando que em França se registou um aumento de 30% nas queixas nas primeiras duas semanas de quarentena.

O PSD avisa que, “perante uma evidente dificuldade acrescida em aceder aos serviços de apoio, a recorrer a cuidados médicos, corre-se o risco de haver maior silenciamento por parte das vítimas”.

Nesse sentido, o PSD “quer saber que medidas concretas tenciona o Governo tomar, num curto prazo, de forma a minimizar o risco do exponencial aumento dos casos de violência doméstica durante a pandemia”.

Os deputados questionam o Executivo sobre o reforço dos atuais meios de proteção às vítimas de violência doméstica e pedem garantias de que “após o contacto telefónico, ou o envio de email, existe uma adequada e atempada resposta aos pedidos de ajuda”

O PSD pede ainda garantias de “atempada e adequada proteção às vítimas sem acesso a meios de comunicação, telefone ou a meios informáticos” e o reforço dos meios de proteção para as vítimas de violência especialmente vulneráveis, “como crianças, idosos, e as que estão incluídas em grupos de risco, designadamente deficientes que dependem da ajuda de outros”.

02-04-2020 Partilhar Recomendar
17-02-2010
Bacelar Gouveia preocupado com homejacking na Região do Algarve
    Deputado do PSD questionou o Ministro da Administração Interna durante a discussão do Orçamento do Estado para 2010
17-02-2010
“Verba para a formação dos agentes é insuficiente”
    Luís Montenegro defende que a verba destinada à formação de novos agentes de segurança pública é insuficiente
05-02-2010
Número de efectivos da GNR de Tondela é insuficiente
    Actualmente com 38 guardas, quando deveriam ser 96
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
04-06-2020 Sessão Plenária
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas