Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Eduardo Teixeira: este é um “Orçamento de ilusão”
O deputado adianta que Portugal precisa de um Orçamento que contemple um efetivo crescimento económico, com mais e melhor retribuição e valorização salarial.
Eduardo Teixeira considera que este é mais um “Orçamento de absoluta continuidade na senda da austeridade”. “Se este é o melhor para o Governo, não o é certamente para os Portugueses. Este não é o Orçamento que os portugueses mereciam, após tantos e tantos anos a pagar de forma multiplicadora impostos que incidem direta e indiretamente sobre o seu trabalho e o seu rendimento”.
No debate do Orçamento do Estado para 2020, o social-democrata afirmou que este Orçamento traz aos portugueses “mais um brutal aumento de impostos, que só nos últimos três anos já vai somando aumentos de 1.740 milhões de euros, sem se conseguir reduzir o peso da despesa pública face ao produto (PIB), e prevê que a nossa dependência externa ainda se acentue mais, com as importações a continuarem a crescer acima do que se elevam as nossas exportações”.
Dirigindo-se ao Ministro das Finanças, Eduardo Teixeira referiu que o sacrifício e o esforço dos portugueses são esmagados por uma brutal carga fiscal, que acumula recordes ano após ano. E além dos portugueses, também a economia vai sofrer com este Orçamento. “Continuaremos a crescer tristemente de forma anémica. Não existem medidas efetivas de apoio e incentivo às pequenas e medias empresas, que consigam contemplar uma economia mais robusta, mais competitiva e preparada para o futuro”.
Depois de lançar a dúvida sobre se este é um Orçamento para executar, ou se como os anteriores não passa de uma “peça fictícia” adulterada pelas cativações, Eduardo Teixeira acusou Centeno de não concretizar o investimento público. “Este modelo cativador é bem demonstrativo de um governo que gere na arbitrariedade, na insensibilidade social, sempre à custa da redução do investimento e dos serviços públicos que se presta aos cidadãos. Falta assim uma errata ao Orçamento que no final avaliaremos aquilo que não será concretizado. Parece a arte da ilusão, prometem, anunciam, orçamentam, aprovam, mas não gastam no que é necessário, e, tristemente, é sempre na redução do investimento que se adia, adia e volta a adiar. E é este o grande segredo, o seu segredo, para o não défice e para o pseudoequilíbrio das contas públicas, com o consequente definhar dos serviços públicos bem à vista de todos nós”.
A terminar, o social-democrata caracterizou este como um “Orçamento de ilusão e fictício”. Em sentido contrário, remata, “o que Portugal precisa é de um Orçamento que contemple um efetivo crescimento económico, com mais e melhor retribuição e valorização salarial, mais poder de compra para os cidadãos, menos impostos e melhores serviços públicos”.

10-01-2020 Partilhar Recomendar
03-07-2020
Propostas do PSD contribuíram para melhorar o Orçamento Suplementar
    Duarte Pacheco reconheceu que a Proposta está “substancialmente melhor” do que a que entrou no Parlamento.
03-07-2020
Orçamento suplementar: atuação do PSD marcada pela “responsabilidade”
   
01-07-2020
Alterações ao Orçamento Suplementar: Parlamento aprova iniciativas do PSD
    A proposta que atribui um prémio de desempenho aos profissionais do SNS foi uma das aprovadas.
24-06-2020
PSD apresenta 15 propostas para “reforçar o apoio às famílias e às empresas” e conferir uma “maior justiça social”
    Propostas visam reforço do apoio às famílias, empresas e uma maior justiça e transparência nacional.
17-06-2020
Meta de défice prevista pelo Governo já caiu
    Afonso Oliveira firma que, ao longo do debate do Orçamento Suplementar, o Ministro das Finanças "deixou cair o défice para 2020.”
17-06-2020
Covid-19: Governo falhou às empresas
    Clara Marques Mendes considera que o executivo não podia ter falhado desta maneira.
17-06-2020
Mário Centeno “desertou” e colocou o interesse pessoal à frente do interesse nacional
    Duarte Pacheco pediu ainda explicações ao governo sobre o Novo Banco.
17-06-2020
Orçamento Suplementar: Verba para o setor da saúde “é uma gota num oceano de necessidades”
    Ricardo Baptista Leite alerta para as consequências da Covid-19 na área da Saúde.
17-06-2020
PSD viabiliza Orçamento Suplementar “em nome do interesse nacional”
   
16-06-2020
OE2020: PSD não concorda com parecer que impõe ‘lei-travão’
    Afonso Oliveira adianta que a intenção de alterar uma prática parlamentar, que sempre passou pela apresentação de propostas de alteração a textos orçamentais, é uma atitude pouco democrática.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas