Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD pede esclarecimentos ao Governo sobre pediatria do Hospital de Chaves
Os sociais-democratas estão “preocupados com a situação em que se encontra” o serviço de pediatria de Chaves.
Os deputados do PSD querem saber que medidas está o Governo a implementar para “corrigir a ausência de pediatras" durante a noite na urgência pediátrica do Hospital de Chaves, que funciona com um especialista em regime de prevenção.
Os parlamentares social-democratas apresentaram hoje um conjunto de perguntas ao Ministério da Saúde e mostraram-se “preocupados com a situação em que se encontra” o serviço de pediatria de Chaves, inserido no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD).
De acordo com o PSD, aquele serviço é constituído "por sete médicos pediatras dos quais três têm idade superior a 55 anos e um outro irá proximamente realizar os 55 anos”.
Os deputados referiram que o “envelhecimento da equipa médica, conjugado com a falta de recursos humanos e a pouca mobilidade de pediatras entre as unidades do CHTMAD, tem agravado o nível de serviço prestado” e implica “constrangimentos na restante atividade da pediatria (internamento, consultas, urgência interna e urgência).
Atualmente, aquela urgência pediátrica funciona das 08:00 às 20:00 com médico pediatra em presença física e após as 20:00 em regime de prevenção.
A administração do centro hospitalar informou, em outubro, que, “no período entre as 20:00 e as 08:00, as crianças são observadas por médicos do serviço de urgência que, em caso de necessidade, chamam o pediatra que está de prevenção que, de imediato, se desloca ao hospital”.
“Desta forma, está garantido o atendimento a todas as crianças, 24 horas por dia, sete dias por semana”, salientou o CHTMAD.
“Ora, o serviço de urgência da unidade de Chaves, integrado na rede de urgências como médico-cirúrgica, implica um atendimento pediátrico em presença física 24 horas por dia (Despacho nº 10129/2014), pelo que se encontra, assim, em incumprimento legal”, acusaram os parlamentares.
Os deputados querem, por isso, saber se o “Governo tem conhecimento da situação da pediatria da unidade de Chaves e do funcionamento do respetivo serviço de urgência” e que “medidas estão a ser implementadas para corrigir a ausência de pediatras durante o período noturno”.
Questionaram ainda a ministra da Saúde sobre se “pondera encerrar o serviço de urgência de pediatria", se “está prevista a contratação de novos pediatras" para esta unidade e se os especialistas "a contratar serão mais uma vez colocados no serviço de pediatria de Vila Real”.
O social-democratas querem também saber “qual a posição do ministério" sobre a mobilidade de profissionais entre as unidades do mesmo centro hospitalar e “quais as medidas que o Governo está a pensar tomar para fixar os profissionais no Interior”.
Segundo os parlamentares, o serviço de pediatria do hospital de Vila Real, que dista cerca de 70 quilómetros de Chaves, é “constituído por 23 médicos pediatras e 11 internos em formação”.

28-11-2019 Partilhar Recomendar
19-02-2010
PSD preocupado com o orçamento para o sector da saúde
    Deputados do PSD questionaram a Ministra da Saúde sobre a sua dotação orçamental
19-02-2010
OPINIÃO / Crise Social vs Orçamento de Estado
    Poderia começar este artigo pelo orçamento, contudo, vou colocar a tónica na crise social que se arrasta. Aconteceu há dias, entre uma utente e uma assistente social de um dos Centros de Saúde do Algarve – na verdade poderia ter acontecido em qualquer parte do país.
15-02-2010
Rosário Águas e Clara Carneiro pedem audição com presidente do Colégio de Especialidade de Ginecologia/Obstetrícia da Ordem dos Médicos e com o Coordenador do Plano Nacional de Saúde
    Deputadas questionam políticas governamentais de planeamento familiar e prevenção de doenças
11-02-2010
PSD contesta ausência do Programa Nacional de Combate à Obesidade Mórbida no Hospital de Braga
    Exclusão da unidade hospitalar de referência do Minho contraria tendência expressa pelos hospitais centrais e altamente credenciados do país
10-02-2010
Rosário Águas e Clara Carneiro requerem acesso a contrato de aquisição de vacinas contra a GripeA
    Deputadas querem conhecer qual o montante e quantidade de doses fornecidas
10-02-2010
Rosário Águas e Clara Carneiro solicitam acesso a relatórios de acompanhamento e controlo das convenções na área da hemodiálise
    Deputadas pretendem aferir sobre o cumprimento das convenções, qualidade e acessibilidade da prestação destes cuidados de saúde nos últimos três anos
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas