Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Rui Rio: Governo é “o mais caro e o maior da história de Portugal”
O líder do PSD enfatizou que este é um Governo que “custa mais dinheiro e que é pior”.
No debate do programa do Governo, esta quarta-feira, Rui Rio começou por criticar a dimensão da composição do Executivo, que será o “mais caro e o maior da história de Portugal”. O Presidente do PSD lamentou a multiplicação dos ministros e secretários de Estado. “O seu Governo custa mais dinheiro e é pior. Eu estimo que este alargamento custe mais de 50 milhões de euros aos contribuintes. (…) Multiplicam-se os ministros e multiplicam-se os secretários de Estado. O senhor pode fazer o Governo que quer, agora fica com o recorde de ter o Governo mais caro da história de Portugal”, disse.
Para Rui Rio, o Governo “quase precisava de um roteiro para a gestão do Governo, tantas são as pessoas que vai ter de gerir”, como acontece na coesão territorial”, onde o Executivo “tem uma secretaria de Estado para cada coisa”.
Rui Rio falou sobre a despromoção de Mário Centeno, exibido como o “Ronaldo das Finanças”, e por essa razão, questionou o Primeiro-Ministro sobre se o ministro das Finanças irá permanecer no Executivo. “Perante isto, Vossa Excelência pode garantir que o ministro Mário Centeno não vai deixar o Governo, designadamente quando terminar a presidência do Eurogrupo e terminar o mandato do Governador do Banco de Portugal? Pode reafirmar que o senhor ministro das Finanças está de pedra e cal e não é um ministro a prazo?”, questionou.
Rui Rio referiu-se, por sua vez, à “promoção” de João Galamba, secretário de Estado Adjunto e da Energia, depois de se conhecer toda a trapalhada na concessão do lítio em Montalegre. “Todos vimos as notícias sobre a exploração de lítio no Norte de Portugal e a concessão a uma empresa que tinha três dias, tinha sede numa freguesia do PS, constituída com 50 mil euros para um negócio de 350 milhões de euros, e concessionou sem estudo de impacto ambiental. A minha questão em relação a esta promoção de João Galamba é se está em condições de dizer a esta Câmara e ao País, que no plano legal político e ético o Secretário de Estado agiu bem? Sem qualquer mácula?”, perguntou.
No final da primeira intervenção, o líder social-democrata censurou as opções do Governo na saúde. “Qual a razão pela qual escreve no seu programa que jamais fará uma PPP durante esta legislatura? Agrada à esquerda, desagradará ao senhor Presidente da República e aos setores mais moderados da sociedade portuguesa, mas se aparecer um privado que lhe diga que faz a gestão de forma mais barata e com mais qualidade, diz que não quer?”, interpelou. “Eu não entendo a razão, se não for por tabu ideológico, para ter esta posição, que não é racional”, expressou.
Rui Rio lamentou a “ilusão” da construção da ala pediátrica do hospital de São João, isto depois do lançamento da primeira pedra. “Depois de sucessivos adiamentos da construção da ala pediátrica do hospital de São João, soubemos que António Costa lançou a primeira pedra a escassos dias das eleições, o que já era de lamentar, mas agora sabemos que a obra nem começou, era apenas uma ilusão. Quando vai efetivamente lá lançar a segunda pedra, ou seja, quando é que as obras vão efetivamente começar?”, interrogou.
O Primeiro-Ministro não respondeu de forma concreta a nenhuma das questões colocadas pelo Presidente do PSD.

30-10-2019 Partilhar Recomendar
10-01-2020
650 mil portugueses sem médico de família comprovam o falhanço da governação socialista
    Referindo-se às promessas do governo, Rui Cristina lembrou igualmente o novo hospital do Algarve que continua sem sair do papel.
10-01-2020
Governo infligiu uma degradação sem precedentes ao SNS
    Alberto Machado denunciou as consequências das cativações no setor da saúde.
10-01-2020
Ricardo Baptista Leite: “este é um Orçamento que faz mal à saúde”
    O Vice-Presidente da bancada do PSD alerta que os portugueses assistirão, em 2020, à continuação da deterioração do Serviço Nacional de Saúde.
09-01-2020
Álvaro Almeida: a saúde não é uma prioridade deste Orçamento
    O deputado considera que “o SNS está pior hoje do que estava quando o anterior governo socialista tomou posse”.
20-12-2019
PSD defende a existência de uma rede de cuidados de hemodiálise adequada às necessidades das populações
    Hugo Oliveira fala numa rede de proximidade e com cobertura geográfica alargada.
20-12-2019
Sandra Pereira: “o PSD sempre reconheceu a relevância das terapêuticas não convencionais”
    A deputada lamentou que a governação socialista pouco ou nada faça para responder aos legítimos anseios desses profissionais.
19-12-2019
PSD questiona ministra da Saúde por falta de mamógrafo no Hospital de Chaves
    Os parlamentares consideram que a proximidade e humanização dos serviços encontra-se cada vez mais distante das localidades de baixa densidade territorial.
12-12-2019
Milhares de idosos do distrito de Santarém sem vacina contra a gripe
    PSD exige explicações e a resolução imediata do problema.
11-12-2019
PSD exige que o governo apresente um plano de ação que salvaguarde a sustentabilidade da ADSE
    Duarte Pacheco sublinha que se nada for feito a ADSE entrará em défice em 2020.
29-11-2019
Saúde: “os açorianos estão a ser considerados portugueses de segunda”
    António Ventura quer o governo a ajudar os Açores, uma vez que o Governo Regional não consegue resolver os problemas.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas