Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Ciência e Inovação: “é lamentável ver tanta oportunidade perdida”
Margarida Mano lembra que até o próprio Ministro assinou um manifesto contra a sua política.
No encerramento da interpelação ao Governo sobre “Ciência e Inovação”, Margarida Mano lamentou que o debate tenha visado “exclusivamente a propaganda”, que só enganará os menos informados ou distantes do sistema da ciência e inovação.
Contudo, reconhece a Vice-Presidente da bancada do PSD, este nunca poderia ser um debate sério, pois o mais alto responsável pela política da ciência em Portugal, o senhor Ministro, a mesma pessoa que, em conjunto com mais de 5 mil cientistas, assinou um manifesto contra si próprio e contra a sua política, não consegue fazer uma análise crítica à sua ação nos últimos 4 anos.
De seguida, a parlamentar afirmou que ao longo destes 4 anos muita coisa correu mal, tal como é reconhecido pelo Ministro e pelos 5 mil cientistas, quando dizem que estão “preocupados com a falta de estabilidade do atual sistema de Ciência e Ensino Superior. Com a ausência de calendarização plurianual dos concursos para os projetos de investigação. A imprevisibilidade do financiamento. A excessiva burocracia, etc.”
Também a OCDE, recorda a deputada, critica duramente a estratégia da inovação tecnológica e empresarial, dizendo que “é um documento que nem sempre é preciso. É um documento muito curto e aberto. É um documento que não informa sobre as ações ou recursos para o efeito”.
Apesar disso, Margarida Mano enfatizou que o PSD se congratula com os bons resultados que Portugal tem, mas não tem dúvidas que não é ao governo e à política do governo que se devem, mas sim às empresas que lutam. Tal informação é comprada pela OCDE, que diz que o sucesso económico na maioria das empresas conseguiu-se por inovação incremental e aprendizagem ao fazer e não um processo baseado cientificamente na Inovação. “Tem de ser feito mais, incluindo nas instituições do Ensino Superior, nomeadamente dando-lhes mais incentivos para um maior envolvimento com a indústria”.
Criticando a exclusão das instituições de Ensino Superior da Lei da Ciência recentemente publicada, Margarida Mano referiu que “os portugueses sabem que um dos temas mais urgentes para Portugal é a competitividade da nossa economia. Todos sabemos que os recursos públicos são escassos. É lamentável ver tanta oportunidade perdida”, rematou.
28-06-2019 Partilhar Recomendar
24-02-2010
PSD pede divulgação do investimento público em I&D
    Requerimento foi dirigido ao ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
22-02-2010
Deputados do PSD questionam o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
    Sociais-democratas aproveitaram a discussão do Orçamento do Estado para o Ministério de Mariano Gago para pedir esclarecimentos
19-02-2010
PSD questiona possibilidade de reabertura da Linha de Apoio à Internacionalização de Patentes
    Deputados alertam a necessidade de proteger a criatividade nacional
19-02-2010
PSD pede divulgação dos dados referentes ao registo e licenciamento de patentes
    Deputados querem acesso ao número de pedidos nacionais, europeus e internacionais
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas