Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Álvaro Batista: “o governo falhou no emprego científico”
No balanço da governação das esquerdas, o social-democrata sublinhou que o dinheiro nunca chegou para as encomendas.
“Quando findam quatro longos anos do governo das esquerdas, é por demais evidente que no ensino superior e no emprego científico, o dinheiro nunca chegou para as encomendas. A culpa é do governo e de quem aprovou os orçamentos, sabendo que nunca seriam cumpridos. O PCP e o Bloco bem podem pregar que não têm culpa, mas ninguém é enganado tantas vezes - quatro orçamentos - a não ser que gostem de ser enganados”. Foram estas as palavras iniciais de Álvaro Batista na interpelação ao Governo sobre “Ciência e Inovação”.
De seguida, o parlamentar recordou que, em 2017, o governo prometeu aos bolseiros e investigadores um vínculo laboral estável, quando os incluiu no relatório da precariedade. “Até agora não cumpriu. O governo também prometeu estimular o emprego científico. Não estimulou coisa nenhuma. Atrasou-se tanto na renovação dos contratos, que para centenas de investigadores não serem despedidos, teve de ser o PSD a apresentar um Projeto de Lei para lhes prorrogar os contratos. Com este governo em 2018 emigraram mais de 80.000 portugueses, muitos jovens altamente qualificados, muitos mestres e doutorados”.
Dirigindo-se ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Álvaro Batista lembrou que o governante garantiu o pleno emprego dos doutorados, mesmo tendo no ministério um concurso com 3.000 candidatos para 300 vagas. “Estamos já quase no segundo semestre de 2019, mas apenas concretizaram metade das contratações para financiamento dos projetos de Investigação e Desenvolvimento de 2017 e de 2018. Anos de atraso. De 166 investigadores que já deviam ter sido contratados ao abrigo do Programa de Regularização de Precários, apenas um tem a sua situação resolvida. Porquê? Dos 142 docentes na mesma situação, só 17 têm contratos assinados. Porquê? Pior é impossível”.
Tendo em conta este cenário, Álvaro Batista é perentório a concluir que “o governo falhou no emprego científico.
Fizeram-no porque as cativações secaram o dinheiro. Fizeram-no por incompetência e por falta de visão estratégica. Pagam hoje os investigadores, pagará amanhã o país com pobreza e falta de competitividade. Uma pergunta: também vai pedir desculpas como o ministro dos transportes ou vai insistir nas «desculpas de mau pagador»?”
28-06-2019 Partilhar Recomendar
27-03-2019
Germana Rocha: “a estratégia deste Governo é a propaganda”
    A deputada considera que esta é uma “legislatura perdida”.
27-03-2019
Orçamento do Estado continha medidas castradoras da autonomia das instituições de ensino superior
    Liliana Silva colocou em evidência as consequências dessas medidas.
27-03-2019
PCP é cúmplice do subfinanciamento das instituições do Ensino Superior
    Laura Magalhães alertou que em pleno mês de março há 11 mil estudantes que ainda não sabem se terão bolsa de estudo.
27-03-2019
Ensino Superior: atuação do governo “marcada pela falta de ambição, desorientação, incapacidade de concretização e demagogia”
    Margarida Mano afirmou que a intenção do PSD é “levar o Ensino Superior mais longe, com Mérito, Autonomia e Responsabilidade”,
15-02-2019
Propinas: o que esperar de um governo que diz uma coisa num dia e outra no seguinte?
    Para Margarida Mano esta foi uma “legislatura perdida” devido à impossibilidade de conjugar uma “cegueira ideológica” com as políticas necessárias para o país.
15-02-2019
Ensino Superior nunca foi uma prioridade do BE e do PCP nas negociações dos Orçamentos
    Duarte Marques refere que a defesa dos estudantes não é importante para estes partidos e por isso sempre ficou fora dos Orçamentos.
15-02-2019
“Portugal tem uma das mais baixas taxas de alojamento estudantil da Europa”
    Manuela Tender entende que “proporcionar alojamento a custo acessível aos estudantes deslocados é um fator decisivo para promover a igualdade de acesso e para esbater as desigualdades sociais e económicas”.
15-02-2019
“Acabar com as propinas significa incorrer numa política socialmente injusta, demagógica e enganadora”
    Nilza de Sena considera que esta medida “é um subsídio eleitoral às famílias de rendimentos médios e elevados”.
15-02-2019
“Universidades e Politécnicos vivem numa situação de verdadeira asfixia financeira”
    Álvaro Batista questionou aos comunistas quando é que o vão assumir as suas responsabilidades pelos falhanços deste governo.
15-02-2019
“Foram 4 anos perdidos em matéria de alojamento estudantil”
    Margarida Balseiro Lopes criticou a cumplicidade do Bloco de Esquerda com esta situação.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas