Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Deputados do PSD eleitos pela Madeira reúnem com estruturas sindicais dos enfermeiros
Os parlamentares assinalaram que António Costa “tem maltratado os enfermeiros”.
Os deputados do PSD na Assembleia da República reuniram-se com três estruturas sindicais, ligadas aos enfermeiros, onde foram abordadas, essencialmente, duas questões. Por um lado, a nova carreira dos enfermeiros, recentemente publicada, ao nível nacional, e, por outro, o acordo alcançado na Região entre o Governo Regional e esta classe profissional.
Em relação a esta última questão, a deputada Sara Madruga da Costa afirmou que os “enfermeiros mostraram-se bastante satisfeitos com a solução que foi encontrada pelo Governo Regional para o descongelamento das carreiras”.
“Este foi uma boa medida, que abrangerá cerca de 1.500 enfermeiros na Região", salientou a deputada, acrescentando que estamos a falar praticamente da maior parte dos enfermeiros que prestam serviço na Madeira.
Sara Madruga da Costa sublinha, por isso, que o Executivo madeirense esteve, "mais uma vez, bem, ao resolver aquilo que António Costa, na República, prometeu e ainda não cumpriu". Pelo contrário, lesa ainda mais esta classe profissional, com a publicação da nova carreira, que "é mais um exemplo da forma como a República e António Costa têm maltratado os enfermeiros".
A deputada refere que esta "é uma má carreira para os enfermeiros", representando até "um grande retrocesso" na vida destes profissionais. "Para percebermos o que estamos a falar, com esta nova carreira, publicada pelo Governo da República, o enfermeiro, para poder chegar ao topo da carreira, tem de aguardar 110 anos", disse, lamentando que, mais uma vez, o Governo tenha feito as "coisas à calada", publicando esta nova carreira no dia seguinte às eleições Europeias, contrariando, além disso, todas as reivindicações envidas pelas estruturas sindicais.
Sara Madruga da Costa recordou que o descongelamento das carreiras dos enfermeiros, e também dos professores, foi uma promessa de António Costa, a qual "não cumpriu", tal como tantas outras. “Está a fazer com os professores e com os enfermeiros aquilo que tem vindo a fazer com os madeirenses e com os porto-santenses, quando, em 2015, prometeu financiar em 50% o novo hospital da Madeira, e quando prometeu, em 2015, alterar e rever o subsídio de mobilidade.” Contudo, quatro anos depois, “continuamos na mesma, com tudo adiado”.
Mais caricato, salientou Sara Madruga da Costa, é que venha agora "o seu candidato, de Lisboa, anunciar, na Madeira, que vai comprar um hospital privado, vai-se lá saber como e com que dinheiro".
Face a este cenário, a deputada considera que "os madeirenses e porto-santenses já perceberam que a palavra dada e as promessas socialistas valem muito pouco".

07-06-2019 Partilhar Recomendar
10-02-2010
Rosário Águas e Clara Carneiro solicitam acesso a relatórios de acompanhamento e controlo das convenções na área da hemodiálise
    Deputadas pretendem aferir sobre o cumprimento das convenções, qualidade e acessibilidade da prestação destes cuidados de saúde nos últimos três anos
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas