Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Fernando Negrão confronta António Costa com a situação de rutura nos transportes
O líder parlamentar do PSD referiu-se ainda à distribuição de bónus pela TAP, ao mesmo tempo em que a empresa regista 100 milhões de euros de prejuízos.
O líder parlamentar do PSD confrontou António Costa com a situação de rutura nos transportes públicos. No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão dedicou grande parte da sua intervenção à situação dos transportes públicos, questionando por que razão o Governo não conseguiu responder à medida de redução do preço dos passes sociais com “mais respostas nos transportes”. “O que é que aconteceu, terão sido as eleições?”, perguntou o parlamentar ao governante.
Desafiado pelo Primeiro-Ministro a esclarecer se o PSD é a favor ou contra a redução do preço dos passes, Fernando Negrão recordou que os sociais-democratas apresentaram, no âmbito da discussão do no último Orçamento do Estado, “uma proposta para baixar os passes sociais em todo o território nacional”, adiantando que essa proposta foi chumbada pela bancada do PS e pela restante esquerda. Proposta diferente, refere Negrão, foi a aprovada pela esquerda e que se centrou apenas em Lisboa e Porto, mas não acompanhada das medidas necessárias para proporcionar aos portugueses transportes para que eles possam chegar a tempo e horas ao trabalho e a casa e os sacrifícios que faziam ficaram duplicados. “Aconselho-o vivamente a ir fazer uma viagem do Barreiro para Lisboa de manhã ou de Lisboa para o Barreiro ao fim da tarde, juntamente com os portugueses que não têm condições e que fazem sacrifícios por haver manifesta falta de transportes”.
De seguida, o líder parlamentar do PSD recordou que, na semana passada, o Ministro das Infraestruturas até pediu desculpas pela situação da CP e António Costa, na qualidade de secretário-geral do PS, admitiu “situações inaceitáveis” e que exigiam “soluções imediatas” nos serviços públicos. “Aparentemente foram passos de grande humildade, mas só para quem está distraído, a vossa resposta tem sido que o PSD faz política de casos e recusam-se a responder”, criticou, desafiando o Primeiro-Ministro a dizer o que vai fazer e quando para “resolver os problemas que nas suas palavras precisam de solução imediata”.
Fernando Negrão abordou ainda a questão da TAP. Recordado que em 2016 o governo encetou um processo de reversão do processo de privatização da TAP, com o estado a ficar com 50% da empresa, o social-democrata lembrou que na altura o Primeiro-Ministro garantiu que o governo não pretendia intervir na gestão executiva da TAP. “O Tribunal de Contas criticou a recompra da companhia pelo Estado, que continua a não mandar apesar de ser o maior acionista. Assume mais riscos que os privados e é o único responsável pela dívida. Hoje sabemos que a TAP tem 100 milhões de euros de prejuízos e que distribuiu bónus muito significativos por alguns dos seus gestores internos. O que fez o governo? limitou-se a acusar e a criticar esta distribuição de bónus”. Dirigindo-se António Costa, Negrão perguntou se o governante continua a achar que valeu a pena esta reversão, ou se “foi apenas para entreter o BE e o PCP”.

06-06-2019 Partilhar Recomendar
29-05-2019
Transportes: “o governo tenta disfarçar as suas responsabilidades atrás de uma propaganda panfletária”
    Carlos Silva afirmou que os constantes anúncios do governo não saíram do papel.
13-05-2019
Cativações e cortes no investimento. “Chama a isto boa gestão das contas públicas?”
    Fernando Negrão acusou António Costa de fazer um “brilharete nas contas” à custa de corte no investimento.
08-05-2019
PSD defende a construção de uma ligação rodoviária em perfil de autoestrada entre Viseu e Coimbra
    Pedro Alves frisou que esta é a maior e mais urgente prioridade nacional em investimento rodoviário.
03-05-2019
“Pedro Marques passava os dias a anunciar comboios fantasmas e a repetir anúncios”
    De acordo com Carlos Silva tudo acabou “num verão catastrófico, com comboios a caírem aos bocados e a serem suprimidos”.
03-05-2019
“Nunca um governo fez tão pouco investimento público”
    Fátima Ramos considera que “os portugueses foram condenados à degradação dos Serviços Públicos”.
03-05-2019
“BE assiste tranquilamente ao descarrilamento do setor ferroviário”
    Helga Correia acusou a esquerda ter “fechado os olhos e aplaudido” as cativações.
03-05-2019
Atual Ministro das Infraestruturas apresentou uma verdadeira moção de censura ao ex-Ministro Pedro Marques
    Virgílio Macedo acusou o ex-governante de ser a “Dona Branca do investimento e da ferrovia”.
03-05-2019
O investimento público mede-se pela obra executada e não pelas promessas e anúncios
    Emídio Guerreiro afirmou que BE, PCP, PEV e PS foram os aliados que Pedro Marques precisava.
12-04-2019
PSD quer redução para metade do valor das portagens e do preço dos comboios no interior
    Os sociais-democratas consideram que “é hora de o governo compensar quem tem sido mal tratado”.
10-04-2019
“Transtejo e a Soflusa registaram 2500 reclamações de passageiros em 2018”
    Carlos Silva lamentou a falta de resposta do governo para os problemas sentidos pelos passageiros.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas