Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“O governo falhou redondamente na gestão do SNS e são os portugueses que pagam a fatura”
Ricardo Baptista Leite afirmou que a crise grave que está instalada no SNS “veio pela mão do PS”.
O PSD agendou para esta quinta-feira uma interpelação ao governo sobre a “situação da Saúde em Portugal”, com o intuito de fazer um balanço da governação do PS no setor da saúde. Em nome do PSD, Ricardo Baptista Leite começou por referir que “a crise grave do Serviço Nacional da Saúde está instalada e veio pela mão do PS. A saúde nunca foi uma prioridade para este Primeiro-Ministro nem para este Governo. E não tendo sido prioridade, o Governo falhou redondamente na gestão do SNS e são os Portugueses que pagam a fatura. Pagam sob a forma de doença. Ao longo destes 4 anos, com o PS, houve uma degradação do acesso dos utentes aos serviços de saúde, ficando os doentes cada vez mais reféns de listas de espera clinicamente inadmissíveis, sejam para consultas, cirurgias ou exames”.
De acordo com o deputado, ao longo destes 4 anos, com o PS, houve uma degradação das condições de trabalho dos profissionais do SNS, desde os médicos aos enfermeiros, dos farmacêuticos aos demais profissionais. Desmotivados, esgotados e no limite da sua capacidade de trabalho, estes profissionais são ainda tratados com repetidos atos de desrespeito pela tutela que claramente não valoriza a dedicação e o papel preponderante que estes profissionais têm como garante da qualidade do SNS. “Mais recentemente, com esta Ministra da Saúde, vemos mesmo que quando uma classe profissional faz ouvir a sua voz, contrariando a propaganda do Governo, a atuação é sempre a mesma. Descredibilizam quem critica e silenciam os seus críticos. Já se sabe: quem se mete com o PS, leva”.
Para comprovar a degradação do SNS, o coordenador do PSD na Comissão de Saúde recordou o processo da ala pediátrica do Hospital de São João. “Crianças com cancro a serem tratadas em condições “miseráveis” e com promessas reiteradas de resolução rápida. Acabaram com a solução prevista prometendo mundos e fundos. Mas, como sempre, nada aconteceu. Uma vergonha para o SNS e para o país. A Senhora Ministra da saúde assinou em 2017 um documento no qual se comprometia a ter a ala pediátrica a funcionar em 2019. Chegamos ao ano de 2019 e percebemos que o Governo nem projeto tinha preparado para a obra. Assinou sem ler. No fundo, o Governo prometeu sabendo que não iria cumprir. Engaram deliberadamente os Portugueses. Engaram acima de tudo as crianças e as suas famílias”. Dirigindo-se à Ministra da Saúde, o parlamentar lançou o apelo: “tire as crianças dos contentores já”.
No que respeita à tentativa do governo de desviar as atenções, com a apresentação de uma Lei de Bases da Saúde, Ricardo Baptista Leite considerou que a proposta é “redutora e ideologicamente enviesada”. “Apesar de tudo isto, o PSD, como partido responsável e com uma visão clara para o setor da saúde em Portugal, apresentou uma proposta para uma nova lei. Uma proposta que incorpora a mais robusta evidência científica, as tendências e melhores práticas internacionais, assim como os desafios contemporâneos como a saúde mental e o envelhecimento. Acima de tudo, o PSD apresentou uma proposta que representa uma visão de futuro para o Serviço Nacional de Saúde”.
Dirigindo-se à Ministra, o parlamentar enfatizou que “o PSD tem no Parlamento uma proposta moderada, equilibrada e inclusiva. Nós PSD, colocamos sempre o interesse do país acima das conveniências partidárias ou de momento. Por isso, o PSD está disponível para incorporar eventuais sugestões do PS na proposta que apresentamos, desde que essas sugestões contribuam para uma melhoria efetiva da saúde dos Portugueses. O desafio está lançado ao PS. Está agora nas mãos do PS contribuir para que o país possa vir a ter uma nova Lei de Bases da Saúde que coloque as pessoas no centro do sistema”, concluiu o parlamentar.
30-05-2019 Partilhar Recomendar
14-06-2019
O SNS encontra-se num real “ponto de rotura”
    Ana Oliveira fala numa “guerra de ideologias” para ver quem tem mais dividendos políticos, “ignorando e desrespeitando os portugueses”.
14-06-2019
“O Serviço Nacional de Saúde está doente”
    José de Matos Rosa falou em “quatro anos de degradação, de desinvestimento e de falta de acesso dos utentes”.
14-06-2019
Luís Vales desafia o PS “a preocupar-se com as pessoas e concentrar-se nos gravíssimos problemas do SNS”
    O social-democrata considera que é altura de acabar com o “sectarismo ideológico da extrema-esquerda”.
14-06-2019
Populismo leva o BE a apresentar uma iniciativa já aprovada
    Simão Ribeiro recordou que o fim da cobrança de taxa moderadora nos cuidados de saúde primários já foi aprovado no Grupo de Trabalho da Lei de Bases da Saúde.
12-06-2019
O PS fingiu pretender abrir a farmácia que funcionava no Hospital de Loures
    Ana Oliveira contestou este comportamento e frisou que “a grave situação que o País vive em termos de acesso aos serviços e prestações de saúde só poderá ser ultrapassada com um governo que esteja verdadeiramente ao serviço das pessoas”.
07-06-2019
Deputados do PSD eleitos pela Madeira reúnem com estruturas sindicais dos enfermeiros
    Os parlamentares assinalaram que António Costa “tem maltratado os enfermeiros”.
04-06-2019
Fernando Negrão: não é só discutindo os grandes problemas que os cidadãos se reveem na política
    O Grupo Parlamentar do PSD arrancou com a iniciativa "+Cidadão+Democracia".
30-05-2019
Governo arrastou o SNS para uma “cruel desumanização”
    Cristóvão Norte enumerou um conjunto de consequências da “terrível provação” a que o governo dotou o SNS.
30-05-2019
“Este foi o governo que menos investiu na área da Saúde desde que estamos em democracia”
    Com esta atuação, refere Fátima Ramos, o executivo está a empurrar as pessoas para os privados.
30-05-2019
Dívidas aos bombeiros: ou a Ministra da Saúde mentiu ao Primeiro-Ministro ou o Primeiro-Ministro mentiu ao Parlamento
    Ângela Guerra lembrou que o Presidente da Liga dos Bombeiros desmentiu a informação dada por António Costa de que a dívida estava paga.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas