Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Pedro Marques passava os dias a anunciar comboios fantasmas e a repetir anúncios”
De acordo com Carlos Silva tudo acabou “num verão catastrófico, com comboios a caírem aos bocados e a serem suprimidos”.
No debate agendado pelo BE sobre o Plano Ferroviário Nacional, Carlos Silva classificou a proposta bloquista como “um cardápio para a realização de obras sem a respetiva sustentabilidade, um conjunto de promessas e anúncios em tempo eleitoral”. Para o parlamentar, esta “desorientação estratégica” não surpreende, na medida em que os bloquistas “são useiros e vezeiros em tentarem enganar os Portugueses. Uns dias demarcam-se do governo, defendendo mais investimento público em ferrovia, logo no dia seguinte apoiam o governo e votam os principais documentos estratégicos que retiram a possibilidade de se investir na ferrovia, apoiando cativações como nunca antes vistas. Num dia apoiam os utentes que vêm constantemente suprimidos transportes públicos e no dia seguinte votam disciplinadamente a favor do Orçamento de Estado que estabelece recorde máximos de cortes no investimento publico”.
Focando-se nas verdadeiras razões pelo qual chegámos a esta situação de caos na ferrovia, Carlos Silva recordou que as empresas públicas de transportes garantiam em 2015 melhor serviço público que hoje em dia. “O atual Governo com o apoio do BE e do PCP, que encontrou em 2016 um quadro de finanças publicas sustentáveis, é responsável por uma atuação desastrosa que levou à paralisia da mobilidade ferroviária. É chegada pois a hora de os portugueses pedirem contas ao Governo e aos Partidos que o apoiaram quanto à sua inação”.
A este propósito, o social-democrata sublinhou a responsabilidade do ex-Ministro Pedro Marques. “Em 2017, a anterior administração da CP apresentou ao Ministro Pedro Marques um plano para a aquisição de comboios. O que fez a este plano de 2017 o Governo? Nada, ficou na gaveta. Em 2018, ano de cativações máximas e recordes históricos de desinvestimento publico, chegaram ao cúmulo de o investimento de dois anos consecutivos ser inferior ao investimento publico de 2015, último ano do Governo de Passos Coelho. Notável para um Governo que dizia que a austeridade tinha acabado e que ia apostar no investimento público. O Ministro Pedro Marques agora a caminho da Europa passava os seus dias a anunciar comboios fantasmas a repetir anúncios de obras, sempre as mesmas, algumas mesmo sem estarem em estudo prévio. Tudo acabou num verão catastrófico com comboios a caírem aos bocados, sem manutenção, e os comboios a serem suprimidos mais do que alguma vez tinha acontecido”.
A terminar, Carlos Silva anunciou que o PSD irá propor um Programa de Investimentos que proceda de forma prioritária: “à modernização das linhas regionais, como forma de reforço da coesão territorial, promovendo o desenvolvimento social, económico e ambiental sustentável. Promoverá ainda a integração da nossa rede ferroviária nacional nas redes transeuropeias de transportes, em modo interoperável”.
03-05-2019 Partilhar Recomendar
10-07-2019
Governo de António Costa é “inimigo do investimento público”
    Emídio Guerreiro disse ao Primeiro-Ministro que “o governo ficará para a história como o que menos investiu”.
05-07-2019
PSD defende a suspensão imediata da linha circular do metro de Lisboa
    De acordo com Carlos Silva, os sociais-democratas querem também que se proceda à realização de estudos técnicos e de viabilidade económica para a futura expansão da rede.
21-06-2019
Carlos Silva traça cenário caótico nos transportes públicos
    O social-democrata recorda que “nunca os utentes tiveram tantos horários suprimidos”.
06-06-2019
Fernando Negrão confronta António Costa com a situação de rutura nos transportes
    O líder parlamentar do PSD referiu-se ainda à distribuição de bónus pela TAP, ao mesmo tempo em que a empresa regista 100 milhões de euros de prejuízos.
05-06-2019
Passes sociais: uma boa medida, com um mau modelo
    António Costa Silva enfatizou que não é por se repetir muitas vezes a mentira de que o PSD é contra os passes sociais que essa mentira se torna verdade.
05-06-2019
Jorge Paulo Oliveira: dependência energética aumentou com este governo
    O deputado afirmou que a realidade não coincide com o discurso do governo de combate às alterações climáticas.
05-06-2019
Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes tem registado problemas crescentes
    Considerando que esta até era uma boa ideia, Paulo Rios de Oliveira afirmou que este Programa é todos os dias notícia pelos maus motivos.
05-06-2019
Transportes: reclamações apresentadas pelos utentes no Porto aumentaram 93%
    Germana Rocha considera que estes números demonstram uma notória falta de soluções e resultam do mais baixo investimento público de que há memória.
05-06-2019
Retirada de bancos dos transportes públicos não preocupa o Secretário de Estado “que continuará a andar no seu carrinho”
    Bruno Vitorino criticou a postura do executivo e traçou um cenário negro dos transportes na região de Setúbal.
05-06-2019
PSD vai apresentar ao país um plano de emergência para o setor dos transportes
    Carlos Silva sublinhou que os sociais-democratas pretendem dar resposta à degradação do serviço público de transporte de passageiros.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas