Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Governo parece cada vez mais desejar o confronto com os profissionais de saúde”
Ângela Guerra enfatizou que o PSD não pactua com esta visão do governo “que desconsidera os profissionais de saúde”.
O PSD levou hoje a apreciação parlamentar o Decreto-Lei que “estabelece o regime remuneratório aplicável à carreira especial de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica, bem como as regras de transição dos trabalhadores para esta carreira”.
Segundo Ângela Guerra este é um problema que “o governo criou, deixou arrastar e resolveu mal”. De acordo com a deputada, o anterior governo deixou pronta em 2015 a nova carreira dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica, tendo chegado mesmo a publicar os diplomas respetivos no Boletim do Trabalho e Emprego. “O atual Governo suspendeu o processo e demorou dois anos a aprovar o Decreto-Lei n.º 111/2017, diploma que estabeleceu o novo regime jurídico desses profissionais, mas omitindo as regras de transição para a nova carreira, a sua estrutura e a nova tabela salarial. Entretanto, o Governo demorou mais um ano e meio em negociações com os sindicatos, para aprovar agora, unilateralmente, um diploma que faz tábua rasa dos direitos dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica”.
Já em 2019, recorda a deputada, o executivo publicou um Decreto em que estabeleceu regras de transição que colocam mais de 90% desses profissionais na base da nova carreira, ignorando todo o tempo de serviço por eles já prestado, o que, em muitos casos, afeta profissionais com 20 ou mais anos de serviço. “Dito de outro modo, para o Governo, um técnico superior de diagnóstico e terapêutica que inicie funções em 2019 deve ter a mesma posição salarial de outro técnico que exerça essas funções há 20 ou 25 anos. Além disso, o referido Decreto-Lei restringe fortemente quaisquer possibilidades de progressão até ao final da vida de trabalho dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica que hoje tenham mais tempo de serviço”.
Dirigindo-se às bancadas da esquerda, Ângela Guerra enfatizou que “o PSD não pactua com esta visão do Governo, uma visão que desconsidera os profissionais de saúde. O Governo há muito que já devia ter legislado. E devia ter legislado bem, evitando criar injustiças. Mas a verdade é que o Governo parece cada vez mais desejar o confronto com os profissionais de saúde, como aconteceu com médicos e enfermeiros, e agora parece também suceder com os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica. A verdade é que Portugal tem hoje um Governo cuja incompetência e irresponsabilidade multiplicam as injustiças e as desigualdades entre os cidadãos, tratando uns como filhos e outros como enteados”.
A terminar, Ângela Guerra reiterou a ideia de que “o PSD estará sempre do lado da resolução dos problemas e é com esse espírito que contribuiremos para minorar uma injustiça de que os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica são vítimas há quase duas décadas”.
12-04-2019 Partilhar Recomendar
19-02-2020
“Os portugueses têm assistido a uma crescente e evidente deterioração das condições de acesso ao SNS”
    Sandra Pereira refere que essa deterioração é particularmente visível nas cirurgias, consultas hospitalares de especialidade e nos exames complementares de diagnóstico e terapêutica.
12-02-2020
Inoperacionalidade dos helicópteros do INEM compromete meios de socorro às populações
    Os deputados do PSD estão preocupados com uma série de falhas detetadas no sistema de emergência médica helitransportada do INEM.
12-02-2020
É inadmissível que existam hospitais do SNS que não adquiram os medicamentos que os seus doentes precisam
    Álvaro Almeida fala numa “falta de financiamento” que resulta em problemas no acesso aos cuidados de saúde.
06-02-2020
Deputados do PSD reclamam nomeação de diretor clínico para o Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga
    António Topa, Helga Correia e Carla Madureira e questionaram a Ministra da Saúde.
05-02-2020
PS votou contra a criação de camas de cuidados continuados
    Álvaro Almeida criticou a irresponsabilidade dos socialistas.
04-02-2020
Álvaro Almeida: propostas do PSD garantem um acesso mais atempado e equitativo dos portugueses aos serviços de saúde
    O deputado considera que o problema da falta de acesso dos utentes aos serviços do SNS é a marca da governação falhada do PS na área da saúde.
03-02-2020
PSD defende uma redução de 15% dos custos com médicos tarefeiros
    Rui Cristina recordou que a própria Ministra da Saúde descreveu esta situação como “um cancro que está a percorrer o SNS”.
10-01-2020
650 mil portugueses sem médico de família comprovam o falhanço da governação socialista
    Referindo-se às promessas do governo, Rui Cristina lembrou igualmente o novo hospital do Algarve que continua sem sair do papel.
10-01-2020
Governo infligiu uma degradação sem precedentes ao SNS
    Alberto Machado denunciou as consequências das cativações no setor da saúde.
10-01-2020
Ricardo Baptista Leite: “este é um Orçamento que faz mal à saúde”
    O Vice-Presidente da bancada do PSD alerta que os portugueses assistirão, em 2020, à continuação da deterioração do Serviço Nacional de Saúde.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas