Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PS deve um pedido de desculpas aos portugueses
António Leitão Amaro não compreende que os socialistas estejam “a dormir” e a desaproveitar as boas conjunturas económicas externas.
Após ouvir uma deputada do PS a falar sobre a avaliação e as perspetivas preocupantes do FMI, António Leitão Amaro afirmou que esperava que os socialistas aproveitassem esta oportunidade para pedir desculpas aos portugueses. “Pedir desculpa por ter desaproveitado uma das melhores conjunturas económicas externas que o país atravessou nas últimas décadas e estar a deixar o país não apenas a abrandar, mas a ficar para trás face a todos os países com os quais nos comparamos. Pensei que fosse pedir desculpa pela confissão de hoje, do Ministro Centeno, que confessou que afinal não acabámos com a austeridade. Pensei que vinha pedir desculpa, porque esse não virar da página da austeridade, afinal foi uma viragem para uma página pior, com a carga fiscal máxima de sempre, o investimento público mínimo de sempre e os serviços públicos num serviço cada vez pior”.
Considerando que o governo “ficou a dormir à sombra das reformas feitas pelo governo anterior e da conjuntura externa historicamente favorável”, o Vice-Presidente da bancada do PSD enfatizou que quem paga é o país que fica para trás.
A terminar, António Leitão Amaro questionou à deputada socialista se o PS está ou não disponível para pedir desculpa aos portugueses por terem perdido uma oportunidade que não devia ter sido perdida.
10-04-2019 Partilhar Recomendar
04-07-2019
Governo transpõe diretivas europeias fora de prazo e sem os pareceres das entidades especializadas
    Inês Domingos fala em desrespeito pelo Parlamento.
03-07-2019
Maioria parlamentar trata as matérias relevantes “de forma avulsa”
    Cristóvão Crespo censura a política fiscal do governo e fala numa estratégia “colada com cuspo”.
02-07-2019
20 países da União Europeia cresceram mais do que Portugal em 2018
    Apontando vários exemplos do falhanço governativo do PS, Inês Domingos adiantou que é tempo de “escolher uma alternativa reformista”.
19-06-2019
Governo das esquerdas é “forte com os fracos e fraco com os fortes”
    António Leitão Amaro fala numa “carga fiscal máxima para serviços e investimento público no mínimo”.
19-06-2019
Virgílio Macedo acusa a Autoridade Tributária de ter realizado um “arrastão fiscal”
    O deputado considera que as ações de cobrança de impostos na estrada “só aprofundam o sentimento de perseguição tributária dos contribuintes".
19-06-2019
PSD critica desproporção da atuação do Estado em relação à cobrança de dívidas
    Inês Domingos recordou que ao mesmo tempo que se faziam ações de cobrança de impostos na estrada, o PS votava contra a divulgação da lista dos grandes devedores à banca.
19-06-2019
Relação criada entre o governo e os contribuintes é marcada pela deslealdade
    Cristóvão Norte fala num executivo que “esconde, dissimula e anestesia os portugueses”.
12-06-2019
“É caótica e intolerável a excessiva demora deste governo na atribuição das pensões por reforma”
    Leonel Costa alertou para as graves consequências destes atrasos.
12-06-2019
“Em 2017 foi escrita uma das páginas mais negras da história recente de Portugal”
    No debate da Conta Geral do Estado de 2017, Cristóvão Crespo afirmou que “a política de cativações traduziu-se na ausência do Estado”.
07-06-2019
Governo “quer criar um pântano na supervisão”
    Inês Domingos acusou o executivo de “atacar de forma inusitada a independência dos reguladores do setor financeiro”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas