Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Não aceitamos aumentar mais a carga fiscal”
Leonel Costa recordou que são já 34 os aumentos de impostos e taxas nesta legislatura.
No debate do Projeto de Lei do Bloco que visa criar o imposto sobre determinados serviços digitais, Leonel Costa começou por recordar que com a geringonça, em 2017 e 2018 tivemos as cargas fiscais mais elevadas de sempre. “Nesta legislatura, este governo já produziu 34 aumentos de impostos e taxas. O Bloco, não satisfeito, propõe criar mais um imposto e aumentar, assim, a carga fiscal. Ou alguém tem dúvidas que este imposto se vai repercutir no aumento dos preços dos serviços digitais aos utilizadores portugueses?”.
Tendo em conta esta iniciativa dos bloquistas e a prestação do PS em Bruxelas, o social-democrata declarou que estes partidos “parecem insaciáveis em aumentar a carga fiscal e aumentar a dose alimentar do monstro fiscal”. Contudo, sublinhou, “não têm o apoio do PSD. Não aceitamos aumentar mais a carga fiscal sobre os portugueses. Isto é inaceitável. Chega”.
Por outro lado, adianta o social-democrata, este imposto só faz sentido como um mecanismo harmonizado num âmbito mais amplo, idealmente o da OCDE. “Não faz sentido estarmos isolados nesta matéria. Não por termos medo de dar o passo na dianteira, mas sim porque, sendo razoáveis e não populistas, levantaria problemas de várias ordens: a capacidade de controlo da nossa Autoridade Tributária, sozinha, estaria diminuída; a lei seria ineficaz se criada por um pequeno país como Portugal, onde estas empresas nem sequer estão sediadas; depois, os acessos dos utilizadores portugueses iriam aumentar”.
A terminar, Leonel Costa considerou que esta iniciativa é “uma grosseira violação da Lei de Enquadramento Orçamental, que, como sabem, é lei de valor reforçado e o seu artigo 16º, n.º 1 proíbe expressamente a afetação do produto de quaisquer receitas à cobertura de determinadas despesas. No entanto, o Bloco pretende precisamente afetar a receita da cobrança desse imposto a uma despesa concreta, numa tentativa de salvar o seu projeto com um suposto objetivo benevolente. Mas isso não passa de conversa para disfarçar a vossa vontade de aumentar o monstro fiscal, porque verdadeiramente os senhores não querem saber da Comunicação Social”.
20-03-2019 Partilhar Recomendar
30-06-2020
Resgate de PPR sem penalizações: Parlamento aprova proposta do PSD
    A proposta permite o regate sem penalização dos subscritores de Planos de Poupança Reforma até 31 de dezembro.
26-06-2020
Alterações à Lei de Enquadramento Orçamental marcadas pela falta de transparência
    Margarida Balseiro Lopes contestou as alterações introduzidas pelo Governo.
09-06-2020
“Alguém acredita na independência do Banco de Portugal governado pelo Dr. Centeno”
    Duarte Pacheco defende a existência de um “período de nojo” entre o exercício de funções governativas e de governador do Banco de Portugal.
09-06-2020
Duarte Pacheco critica “teatro” do Governo que culmina na saída do ministro das Finanças
    O deputado espera que não venha a ocorrer “uma remodelação premiada à revelia do Parlamento” com a ida de Mário Centeno para governador do Banco de Portugal.
27-05-2020
Atraso nos reembolsos do IRS: Governo deve devolver rapidamente impostos que recebeu a mais
    O PSD considera inaceitável no atual contexto a demora nos reembolsos do IRS para as famílias portuguesas.
20-05-2020
Rui Rio: o BES é “o maior crime de colarinho branco em Portugal”
   
20-05-2020
PSD propõe prolongamento da possibilidade de resgate dos PPR, PPE e PPR/E sem penalização
    Os sociais-democratas apresentaram um projeto de lei nesse sentido.
14-05-2020
Ministro das Finanças apresentou um Programa de Estabilidade “de faz de conta”, porque neste momento “só faz de conta que é Ministro”
    Álvaro Almeida entende que é “incompreensível que o Governo não tenha apresentado um Programa de Estabilidade”.
14-05-2020
O Ministro das Finanças está a prazo
    Duarte Pacheco afirmou que, com o país a atravessar um momento grave, o governo falhou com a estabilidade governativa.
13-05-2020
Novas transferências para o Novo Banco só com o conhecimento da Assembleia da República
    Duarte Pacheco, Álvaro Almeida e Afonso Oliveira criticaram a postura do Ministro das Finanças.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
02-07-2020 Sessão Plenária
03-07-2020 Sessão Plenária
07-07-2020 Comissões parlamentares
08-07-2020 Sessão Plenária
08-07-2020 Comissões parlamentares
09-07-2020 Sessão Plenária
10-07-2020 Sessão Plenária
14-07-2020 Comissões parlamentares
15-07-2020 Comissões parlamentares
16-07-2020 Comissões parlamentares
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas