Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Não aceitamos aumentar mais a carga fiscal”
Leonel Costa recordou que são já 34 os aumentos de impostos e taxas nesta legislatura.
No debate do Projeto de Lei do Bloco que visa criar o imposto sobre determinados serviços digitais, Leonel Costa começou por recordar que com a geringonça, em 2017 e 2018 tivemos as cargas fiscais mais elevadas de sempre. “Nesta legislatura, este governo já produziu 34 aumentos de impostos e taxas. O Bloco, não satisfeito, propõe criar mais um imposto e aumentar, assim, a carga fiscal. Ou alguém tem dúvidas que este imposto se vai repercutir no aumento dos preços dos serviços digitais aos utilizadores portugueses?”.
Tendo em conta esta iniciativa dos bloquistas e a prestação do PS em Bruxelas, o social-democrata declarou que estes partidos “parecem insaciáveis em aumentar a carga fiscal e aumentar a dose alimentar do monstro fiscal”. Contudo, sublinhou, “não têm o apoio do PSD. Não aceitamos aumentar mais a carga fiscal sobre os portugueses. Isto é inaceitável. Chega”.
Por outro lado, adianta o social-democrata, este imposto só faz sentido como um mecanismo harmonizado num âmbito mais amplo, idealmente o da OCDE. “Não faz sentido estarmos isolados nesta matéria. Não por termos medo de dar o passo na dianteira, mas sim porque, sendo razoáveis e não populistas, levantaria problemas de várias ordens: a capacidade de controlo da nossa Autoridade Tributária, sozinha, estaria diminuída; a lei seria ineficaz se criada por um pequeno país como Portugal, onde estas empresas nem sequer estão sediadas; depois, os acessos dos utilizadores portugueses iriam aumentar”.
A terminar, Leonel Costa considerou que esta iniciativa é “uma grosseira violação da Lei de Enquadramento Orçamental, que, como sabem, é lei de valor reforçado e o seu artigo 16º, n.º 1 proíbe expressamente a afetação do produto de quaisquer receitas à cobertura de determinadas despesas. No entanto, o Bloco pretende precisamente afetar a receita da cobrança desse imposto a uma despesa concreta, numa tentativa de salvar o seu projeto com um suposto objetivo benevolente. Mas isso não passa de conversa para disfarçar a vossa vontade de aumentar o monstro fiscal, porque verdadeiramente os senhores não querem saber da Comunicação Social”.
20-03-2019 Partilhar Recomendar
12-04-2019
Tratado Orçamental: “comunistas não são bons alunos da Europa, são catedráticos”
    Teresa Leal Coelho recordou que o PCP está ao lado da política orçamental do Ministro das Finanças em Portugal e na Europa.
10-04-2019
PS deve um pedido de desculpas aos portugueses
    António Leitão Amaro não compreende que os socialistas estejam “a dormir” e a desaproveitar as boas conjunturas económicas externas.
20-03-2019
Bloco de Esquerda é “fiscalmente insaciável”
    Jorge Paulo Oliveira afirmou que esse é mais um motivo para os bloquistas apoiarem um governo que é “campeão da carga fiscal”.
20-03-2019
A filosofia da esquerda “é tributar”
    Segundo Virgílio Macedo estes partidos pretendem “tributar tudo o que mexe, o que não mexe e o que pode vir a mexer”.
20-03-2019
PSD contra impostos europeus: “queremos a nossa autonomia fiscal”
    A posição dos sociais-democratas foi reiterada por Cristóvão Norte.
20-03-2019
“Governo, PS, BE e PCP têm vindo a competir para ver qual consegue ser mais eficaz a «depenar» os contribuintes”
    Em sentido contrário, Cristóvão Crespo afirmou que o objetivo devia passar pela redução da carga fiscal.
19-03-2019
Passe Único: “medida eleitoral como nunca se viu”
    Fernando Negrão acusou o governo de apresentar a redução dos preços dos passes apenas para Lisboa e Porto e de não aumentar o número de transportes.
13-03-2019
Tratado Orçamental: quando se ignoraram as regras o país ficou à beira da falência
    Maria Luís Albuquerque sublinhou a importância de termos finanças públicas sustentáveis.
08-03-2019
“O PSD tem defendido, com medidas concretas, o combate à elisão fiscal”
    Inês Domingos entende que esta é uma fonte de desigualdades inaceitável por oferecer vantagens competitivas às empresas incumpridoras.
07-03-2019
Novo Banco: “queremos conhecer tudo em nome do interesse dos portugueses”
    Adão Silva exigiu explicações a António Costa sobre a “trapalhada” que se revelou a solução encontrada para o Novo Banco.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas