Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD exige fim da discriminação dos beneficiários da ADSE na Madeira
O anúncio foi feito pela deputada Sara Madruga da Costa.
Sara Madruga da Costa anunciou, no final de uma reunião no Funchal com o Presidente do IASAUDE, IP RAM, que os deputados do PSD na Assembleia da República vão exigir ao Governo da República o fim da discriminação dos beneficiários da ADSE na Madeira e obrigar o Governo Central a assumir o pagamento dos fármacos nos mesmos moldes que a partir de 1 de janeiro se aplicam aos beneficiários da ADSE no continente.
O PSD vai exigir ao Ministro das Finanças e à Ministra da Saúde a correção imediata da injustiça e obrigar o Governo da República a uma clarificação e a abranger a Madeira.
Em causa está o Decreto – Lei n.º 124/2018, de 28 de dezembro que entrou em vigor a 01 de janeiro e deixa a Madeira de fora.
Sara Madruga da Costa não compreende porque motivo o Governo da República deixou novamente de fora a Região.
“O Governo da República podia e devia ter aproveitado esta oportunidade para clarificar a responsabilidade financeira dos subsistemas públicos de saúde dos beneficiários da ADSE residentes na RAM, mas em vez disso preferiu manter a discriminação com a Região Autónoma da Madeira. e resolver apenas a faturação das entidades do SNS – Serviço Nacional de Saúde.
Não podemos aceitar que o Governo central assuma no continente o pagamento das consultas, meios complementares de diagnóstico e fármacos aos beneficiários da ADSE aí residentes e que na Madeira, não assuma o pagamento dos fármacos, obrigando o Governo Regional a assumir esse pagamento, sem a correspondente transferência de verba nacional.
Não existe qualquer fundamento para a discriminação existente, até porque à semelhança dos beneficiários da ADSE residentes no continente, os da Madeira descontam todos os meses 3,5% dos seus vencimentos para o Governo central, em idênticas condições aos beneficiários do continente” disse.
O PSD exige assim ao Governo da República que corrija esta injustiça, alterando a legislação no sentido da clarificação de que os beneficiários da ADSE na Região Autónoma da Madeira beneficiam dos mesmos direitos do que os do continente e por isso o pagamento dos fármacos deve ser assumido por verba nacional e não regional.
Os deputados do PSD reclamam ainda ao Governo da República, o pagamento da dívida ao SESARAM, dívida esta devida pela prestação dos cuidados de saúde aos serviços da República na Região lamentando que esta situação não tenha sido também clarificada e regularizada no Decreto – Lei n.º 124/2018, de 28 de dezembro.
“O Decreto – Lei n.º 124/2018, de 28 de dezembro, comprova infelizmente aquilo que temos vindo a dizer há três anos, o Governo da República não tem qualquer vontade em clarificar a prestação dos cuidados de saúde dos serviços da República na Região (Administração Interna, Justiça e Defesa Nacional) porque se o tivesse tinha aproveitado este diploma para fazê-lo”, referiu Sara Madruga da Costa.
“Através do referido diploma, o Governo da República, não só clarifica as relações financeiras entre o SNS e os beneficiários dos subsistemas públicos de saúde da Defesa Nacional e da Administração Interna, como também afeta ao Orçamento do SNS, um valor anual compensatório, deixando a Madeira novamente de fora”.

25-01-2019 Partilhar Recomendar
13-02-2020
PSD chama Ministro do Ensino Superior para explicar tratamento discriminatório dado à Universidade dos Açores em detrimento da Madeira
    O PSD quer ouvir o Ministro da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior sobre o anúncio de reforço do financiamento da Universidade dos Açores e eventual discriminação política em relação à Universidade da Madeira.
03-02-2020
Paulo Neves desafia o Primeiro-Ministro a cumprir a palavra dada
    Em causa os apoios prometidos à mobilidade dos madeirenses.
03-02-2020
Sara Madruga da Costa desafia deputados do PS eleitos pela Madeira a não votarem contra a Região
    A deputada considera que o Orçamento é uma oportunidade única de resolver muitos dos problemas que preocupam os madeirenses e porto-santenses.
29-11-2019
“Novo Hospital da Madeira: será que é neste Orçamento?”
    Sara Madruga da Costa afirmou esperar que no próximo Orçamento os 50% prometidos pelo Governo estejam devidamente clarificados para que a Madeira possa avançar com o novo Hospital.
29-11-2019
Deputados da Madeira reúnem com delegação regional da ASPP/PSP
    O subsídio de insularidade e a dificuldade destes profissionais em aceder a cuidados de saúde foram os principais temas abordados no encontro.
21-11-2019
PSD quer que o Governo clarifique financiamento do novo Hospital da Madeira
    Os sociais-democratas pretendem igualmente a eliminação da cláusula que determina a dedução de 50% da avaliação global de duas unidades hospitalares da região para efeito do cálculo do montante de apoio.
18-11-2019
PSD entrega Projeto de Resolução para pressionar António Costa a regulamentar a lei da mobilidade aérea
    Os deputados do PSD eleitos pela Madeira exigem ao Primeiro-Ministro que “cumpra com a sua palavra”.
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
07-11-2019
“António Costa não esclarece financiamento nem inclui qualquer menção ao novo Hospital da Madeira no Programa de Governo”
    Sara Madruga da Costa e Sérgio Marques consideram a situação “muito preocupante”.
17-07-2019
Centralismo de Lisboa prejudica funcionamento da ADSE
    Sara Madruga da Costa, Rubina Berardo e Paulo Neves denunciaram o mau funcionamento da ADSE.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas