Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“PCP é conivente com as políticas que têm destruído as Forças Armadas”
Bruno Vitorino frisa que a Polícia Marítima precisa de mais operacionais, mais meios e de modernos equipamentos.
A Assembleia da República apreciou, esta sexta-feira, um conjunto de iniciativas sobre a orgânica da Polícia Marítima. Em nome do PSD, Bruno Vitorino começou por referir que a Polícia Marítima é um órgão de polícia e de polícia criminal que garante e fiscaliza o cumprimento das leis e regulamentos nos espaços integrantes do Domínio Público Marítimo, áreas portuárias, espaços balneares, águas interiores sob jurisdição da AMN e demais espaços marítimos. Adianta o deputado que, como polícia de especialidade, compete à Polícia Marítima, “exercer funções nos espaços de jurisdição da Autoridade Marítima, executar ações de policiamento, fiscalização, vigilância e de investigação, bem como aplicar medidas de polícia, competindo-lhe ainda, nos termos da lei, e em colaboração com as demais forças policiais e de segurança para garantir a segurança e os direitos dos cidadãos. Como órgão de polícia criminal, compete à Polícia Marítima desenvolver todos os atos e diligências averiguatórias em âmbito judicial – sob direção do Ministério Público, bem com executar mandados e ordens judiciais, em áreas sob a sua responsabilidade”.
De seguida, o social-democrata recordou alguns números e exemplos concretos, relativos a 2017, para que se perceba o alcance da acão da Polícia Marítima: mais de 100 mil ações de Vigilância e Fiscalização, mais de 11 mil embarcações fiscalizadas no mar, 6500 contraordenações, 950 casos de criminalidade registados. “De enaltecer também o Papel da Policia Marítima da operação frontex e de agradecer à Polícia Marítima o papel desempenhado no Mediterrânio, onde resgataram do mar milhares de seres humanos. Isto com apenas cerca de 500 efetivos”.
Focando-se nas iniciativas em debate, Bruno Vitorino criticou as pretensões de PCP e BE e as críticas feitas à NATO, e sublinhou que a Polícia Marítima funcionaria ainda melhor, caso houvesse um reforço de meios Humanos, Materiais e Financeiros e se o governo não diminuísse, orçamento após orçamento, a verba destinada às Forças Armadas.
Tendo em conta esta situação, o parlamentar acusou o BE e o PCP de serem coniventes com estes cortes e concluiu frisando que a Polícia Marítima precisa de mais operacionais, mais meios e de modernos equipamentos.
26-10-2018 Partilhar Recomendar
12-12-2019
“A consagração de um Estatuto dos Antigos Combatentes é um dever que não pode mais ser adiado”
    Ana Miguel Santos manifestou o empenho do PSD para que seja possível encontrar um Estatuto o mais consensual possível.
14-11-2019
Grupo Parlamentar do PSD elegeu Coordenadores e Vice-coordenadores
   
14-11-2019
Rui Silva: Governo não pode continuar a adiar a resolução dos inúmeros problemas que grassam no setor social das Forças Armadas
    O deputado considera ainda ser urgente implementar políticas que levem os nossos jovens a ingressar na carreira militar.
03-07-2019
Tancos: PS procurou branquear o desempenho do ex-Ministro da Defesa Nacional e do Primeiro-Ministro
    Berta Cabral refere que o relatório traduz “uma visão incompleta e parcial” do que se passou durante os trabalhos da Comissão de Inquérito.
02-07-2019
“A prioridade política do mundo ocidental deve apontar para a não proliferação das armas nucleares”
    José Cesário enfatiza que este é o tempo para uma “diplomacia ativa, sensata e realista”.
07-06-2019
Criação do estatuto do antigo combatente “é um verdadeiro dever da Pátria”
    Luís Pedro Pimentel enfatizou que este reconhecimento “deve ser inequívoco e abrangente”.
09-05-2019
Lei de Infraestruturas Militares não prevê mecanismos de transparência
    Pedro Roque deixou algumas críticas à proposta do governo e frisou que o PSD pretende contribuir para que o resultado final seja “mais consentâneo com a real necessidade das missões e do desempenho dos militares”.
09-05-2019
Defesa: cativações de Centeno afetam cumprimento da Lei de Infraestruturas Militares
    O alerta foi deixado por Rui Silva.
11-04-2019
Pedro Roque alerta para efeitos negativos para a instituição militar resultantes de um sistema de avaliação desadequado
    O alerta foi deixado no debate de uma Petição da Associação Nacional de Sargentos.
20-03-2019
Rui Silva: preservação da soberania nacional é intocável
    O deputado alertou ainda para o efeito das cativações no setor da Defesa.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas