Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Joana Barata Lopes desafia o PCP a ser coerente e a votar contra o Orçamento
Caso tal não aconteça, a deputada conclui que a iniciativa do PCP para aumentar o salário mínimo não passou de uma encenação para os jornais.
Joana Barata Lopes saudou, esta sexta-feira, a coerência do discurso do PCP. No debate de uma iniciativa que visa aumentar o salário mínimo nacional, a deputada recordou que essa coerência leva a que estejamos a discutir, mais uma vez, em véspera do Orçamento, uma iniciativa dos comunistas sobre o salário mínimo. Contudo, a parlamentar acrescentou que essa coerência também se aplica à despreocupação com a sustentabilidade e com a concertação social.
“A questão é o que acontece ao que apregoamos quando temos o poder de passar das palavras aos atos. É que agora que «viraram a página» e os quase 9% de eleitorado que votou no PCP tornou-se decisivo, ou seja, só há governo e só há orçamento se o PCP quiser”.
De seguida, a deputada dirigiu-se à bancada comunista e questionou se votar no PCP é o mesmo que votar no BE ou no PS. “Está a dizer-nos que a vossa política patriótica e de esquerda é a mesma dos vossos parceiros de governo, o mesmo PS que congelou o salário mínimo nacional?”
A terminar, a parlamentar quis saber se este debate foi uma encenação para aparecer nos jornais e para o PCP poder vir dizer que se bate pelos trabalhadores e pelo aumento do salário mínimo, ou se, quando chegar o Orçamento do Estado e não consagrar os 650€ de salário mínimo nacional, o PCP vai votar contra o documento.
12-10-2018 Partilhar Recomendar
08-05-2014
O PS despreza completamente os sacrifícios dos portugueses
    João Figueiredo acusou os socialistas de terem dificuldades em lidar com os sinais positivos que estão a surgir.
08-05-2014
Hoje há menos 114 mil pessoas desempregadas do que há um ano
    José Manuel Canavarro afirmou ter a certeza de que este Governo continuará a trabalhar para que este flagelo seja minorado.
22-01-2014
O PSD e o Governo defendem os pensionistas e os sistemas de pensões
    A garantia foi deixada por Adão Silva no Plenário.
29-11-2013
José Manuel Canavarro saúda proposta do Governo que visa assegurar a sustentabilidade do regime de pensões
    O social-democrata considera que esta é uma marca civilizacional que importa manter.
29-11-2013
Sustentabilidade da segurança social dá confiança a atuais e futuros pensionistas
    A afirmação foi proferida por Adão Silva no Plenário.
28-06-2013
Reforma da legislação laboral pretende dinamizar o mercado laboral e a competitividade das empresas
    Para Clara Marques Mendes esta é uma reforma que demonstra a aposta do Governo no combate ao desemprego.
28-06-2013
Fundo de compensação do trabalho “é um marco histórico na garantia dos direitos dos trabalhadores”
    A garantia foi deixada por Adriano Rafael Moreira no Plenário.
28-06-2013
Fundo de compensação do trabalho: Adão Silva considera que estamos perante uma boa proposta
    O Vice-Presidente da bancada do PSD saudou o empenho do Executivo neste documento.
30-01-2013
“O SNS e o sistema de segurança social são uma importante vitória da democracia”
    Adão Silva destacou a importância destes sistemas e da sua sustentabilidade.
30-01-2013
Clara Marques Mendes destaca importância das cantinas sociais
    A social-democrata entende que se trata de uma medida de coesão social.
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas