Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Os portugueses não podem confiar na palavra do Primeiro-Ministro
A propósito do Infarmed, Fernando Negrão lembrou a António Costa que “quem não tem palavra não tem credibilidade”.
O líder parlamentar do PSD acusou hoje o Primeiro-Ministro de “faltar à palavra” sobre a mudança do Infarmed para o Porto. No debate quinzenal com António Costa, Fernando Negrão frisou que o recuo do governo faz com que o Primeiro-Ministro tenha “faltado com a palavra aos portugueses”, depois de ter assegurado na Assembleia da República, por cinco vezes, num debate quinzenal ainda com o anterior líder da bancada do PSD Hugo Soares, que a intenção do Governo era que o Infarmed fosse para o Porto.
Dirigindo-se a António Costa, o social-democrata frisou que esta mudança de posição do executivo é da responsabilidade do líder do governo. “Isto prova que os portugueses não podem confiar na sua palavra. A palavra do Primeiro-Ministro tem agora um valor muito relativo. Palavra dada palavra honrada, só quando lhe dá jeito. O senhor não honrou, não cumpriu e não respeitou a sua palavra e isso mina a sua credibilidade como político. Quem não tem palavra não tem credibilidade”, sublinhou.
Depois de escutar o governante a desculpar-se com a comissão da descentralização, Fernando Negrão afirmou que quanto mais António Costa “se explica mais se enterra. Não transforme a comissão para a descentralização no caixote do lixo dos insucessos do governo”, apelou o deputado.
De seguida, o líder da “bancada laranja” focou a sua intervenção na situação da ala pediátrica do Hospital de São João, criticando a opção do Governo de abrir um concurso internacional e referindo que “este processo tem sido conduzido com falta de respeito pelas crianças”.
“Será um ano para abrir concurso, mais um ano para escolher o vencedor, outro para as reclamações, outro para concretizar as obras. Será que as crianças do Porto vão ter de esperar pelo menos mais cinco anos?”, questionou o deputado.
Sublinhando a falta de sensibilidade social manifestada pelo Primeiro-Ministro, o social-democrata pediu uma “solução excecional” para este caso, que poderia passar por uma revisão do projeto e a contratação por ajuste direto.
Fernando Negrão aproveitou ainda por deixar uma palavra de respeito e admiração ao deputado Carlos Costa Neves que se prepara para abandonar o Parlamento.

26-09-2018 Partilhar Recomendar
30-01-2019
“O apoio aos doentes em final de vida deve ser assumido como um desígnio do País”
    Fátima Ramos considera que este deve ser um desígnio nacional.
30-01-2019
PEV é cúmplice do desmantelamento do SNS
    Ângela Guerra entende que o PEV é conivente com uma governação que cortou o investimento público em 14%.
25-01-2019
José Pedro Aguiar-Branco despede-se do Parlamento
    Na hora da despedida, o ex-lider parlamentar do PSD manifestou a honra e o privilégio de ter integrado este Grupo Parlamentar.
25-01-2019
Fernando Negrão acusa Governo de estar a “destruir o Serviço Nacional de Saúde”
    O líder da bancada do PSD lamentou a desumanidade e insensibilidade social manifestada pelo Primeiro-Ministro.
23-01-2019
PSD defende uma Lei de Bases da Saúde “moderna, flexível e centrada no cidadão”
    Ricardo Baptista Leite frisou que hoje temos “um Ministério da doença” e que está na hora de termos “um Ministério da Saúde”.
17-01-2019
Luís Vales lembra o apoio dado pelo PSD à disponibilização de medicamentos para a Atrofia Muscular Espinhal
    Os sociais-democratas não ficaram indiferentes à gravidade e ao impacto humano desta doença.
17-01-2019
Canábis: PSD considera que o debate deve ser feito do ponto de vista técnico
    Ricardo Baptista Leite considera fundamental mitigar ao máximo todos os riscos.
16-01-2019
“O SNS está em situação de falência, incapaz de responder às necessidades dos cidadãos”
    Ricardo Baptista Leite resumiu a governação das esquerdas a “3 anos de ilusões, habilidades, promessas por cumprir e austeridade encapotada”.
11-01-2019
PSD acusa o governo de deixar saúde ao “Deus-dará”
    Fernando Negrão acusa o governo de ter “falhado em toda a linha” e de, dessa forma, prejudicar gravemente os portugueses mais frágeis e carenciados.
10-01-2019
“PSD está muito motivado para dar o seu contributo para uma nova Lei de Bases da Saúde”
    Fátima Ramos afirmou que os sociais-democratas esperam que este processo seja orientado para a aprovação de uma Lei que coloque as pessoas em primeiro lugar.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas