Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Funcionamento dos mecanismos de investigação criminal em Portugal está em risco
Fernando Negrão acusa Governo de “falta de responsabilidade” no combate ao crime grave

O funcionamento dos mecanismos de investigação criminal em Portugal, à luz do modelo em vigor, põe em causa o combate ao crime mais grave alerta Fernando Negrão em pergunta dirigida ao Ministério da Justiça, entregue recentemente na AR.

De acordo com o actual modelo de investigação criminal, em particular no que se refere à criminalidade organizada e violenta, cabe ao ministério Público (MP) a direcção do inquérito e à Polícia Judiciária (PJ) a decisão da prossecução táctica e técnica das investigações numa arquitectura legal que pressupõe um diálogo entre ambos.

Contudo, o Procurador Geral da República (PGR) afirmou recentemente em entrevista ao semanário Expresso que «existem várias cabeças a pensar e o MP não controla» acrescentando que «este tipo de criminalidade é, por norma, da competência exclusiva da PJ» não desmentindo que «a sua “unidade” só delega a investigação à PSP e à GNR». Para além disso, Pinto Monteiro disse que “a PJ já se recusou a fazer investigações” concluindo que «entregar à PJ um processo para o qual não está motivada e cuja informação partiu de outra polícia é condená-la ao abandono».

Para Fernando Negrão estas revelações põem em causa o funcionamento do actual modelo de investigação criminal acusando Governo de “uma total falta de responsabilidade e de capacidade de antecipar a resolução dos problemas que já minam a própria aplicação do quadro legal vigente”.

31-03-2010 Partilhar Recomendar
16-06-2010
PSD defende regresso da Brigada de Trânsito da GNR
    Sociais-democratas vão apresentar uma iniciativa legislativa para recuperar a BT
15-06-2010
Conselho Superior de Magistratura ouvido na Assembleia da República
    Hugo Velosa colocou um conjunto de questões sobre o segredo de justiça e a prisão preventiva.
14-06-2010
Suspeita de recurso a outsourcing na correcção das provas de acesso ao Centro de Estudos Judiciários levanta dúvidas
    Jorge Bacelar Gouveia pediu esclarecimentos ao Ministro da Justiça sobre esta matéria.
09-06-2010
Bacelar Gouveia quer conhecer conclusões do Inquérito Nacional à Vitimação elaborado pelo ISCTE – IUL
    O pedido surge na sequência diversas tentativas informais para aceder ao documento
02-06-2010
Cristóvão Crespo questiona Ministro da Administração Interna sobre declarações proferidas pelo Governador Civil de Portalegre
    Em causa estão declarações proferidas numa palestra sobre "Ética Profissional" em que o representante do Governo no Distrito de Portalegre afirmou que "quando é necessário mentir, tenho que mentir, sempre que estejam em causa valores maiores que a condenação da mentira impõe"
02-06-2010
Conselho Superior do Ministério Público ouvido no Parlamento
    Sociais-democratas colocaram questões sobre o Segredo de justiça, Reforma do Processo Penal e Revisão Constitucional
31-05-2010
Deputados dos Açores querem ver reforçada a presença do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras no Grupo Ocidental do arquipélago
    Mota Amaral e Joaquim Ponte questionam Ministro da Administração Interna sobre eventual reforço da “presença efectiva e a tempo inteiro” do SEF, na sequência de declarações do Presidente do Governo Regional dos Açores e do Director do SEF.
27-05-2010
PSD dá hipótese ao PS de alterar “aberração jurídica” relativa ao crime continuado
    Em causa está a norma aprovada pelo PS que permite que um indivíduo que cometa vários crimes de violação sobre uma mesma pessoa seja pudido apenas por um crime.
27-05-2010
José Pedro Aguiar-Branco e Fernando Negrão questionam Procurador-Geral da República
    Em causa está o destino dos despachos de arquivamento proferidos no âmbito do processo de acompanhamento «n.º 62/2009 – Livro H», que envolve o Primeiro Ministro. Os deputados querem que as últimas duas respostas dadas pelo Procurador-Geral da República em relação a este processo sejam desclassificadas [foram classificadas como «confidenciais» perante os serviços da Assembleia da República], de modo a que possam ser “integralmente disponibilizadas no respectivo site e estar, desse modo, acessíveis a todos os cidadãos, incluindo os senhores jornalistas”.
19-05-2010
PSD apresenta alterações ao Código Penal e ao Código de Execução de Penas e Medidas Privativas da Liberdade
    As alterações propostas pelo PSD incidem sobre matérias de Crime Continuado e Liberdade Condicional (Código Penal) e sobre matéria de Regime Aberto no Exterior e Licenças de Saída Jurisdicionais (Código da Execução das Penas e Medidas Privativas da Liberdade).
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas