Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Cantinas escolares: “quem apoia este governo tem de ser chamado à responsabilidade”
Álvaro Batista considera que os partidos da esquerda falharam na obrigação de garantir alimentação de qualidade nas escolas.
No debate de uma Petição subscrita por milhares de cidadãos preocupados com a falta de qualidade das refeições escolares, Álvaro Batista começou por saudar, em nome do PSD, “quem não se conforma com os problemas que persistem nas escolas”.
Denunciando a esquerda, que “tenta fazer de conta que a responsabilidade não é deles”, o deputado vincou que se temos em Portugal um governo das esquerdas, é toda a esquerda que está a falhar às crianças e aos jovens, no direito a uma alimentação de qualidade. “A culpa pela falta de qualidade das refeições escolares não é do leite achocolatado, da falta de relatórios ou das carnes processadas. A culpa é da falta de quantidade de comida, é dos rissóis crus, das saladas com proteína viva, que só prova falta de higiene. Os peticionários denunciaram na audição que fruto das regras que o governo persiste em manter, se chegava a pagar 1 euro e 28 cêntimos por refeição fornecida nas escolas, daqui tendo que sair salários, gás, eletricidade e a compra dos alimentos. 1 euro e 28 para fazer uma refeição para uma criança, em alguns casos é quanto o governo paga. Somando-se a falta de fiscalização, ficou completa a receita para o desastre e é por isso que se servem em tantas escolas, refeições sem qualidade nem quantidade adequada a jovens em crescimento”.
De seguida, o parlamentar enfatizou que na história da democracia nunca houve tantas queixas sobre as cantinas escolares. “Disseram-no os peticionários, disseram-no associações de pais em todo o país, dizem-no crianças e jovens nas escolas, todos os dias. Quem vê rissóis crus nos pratos das crianças, lesmas vivas na salada, comida mal confecionada e insuficiente, quer estes problemas resolvidos, não quer conversa fiada. Com 1 euro e 28 cêntimos por cada refeição, aqui se incluindo todos os custos, sem fiscalização não se estranha que não haja qualidade nas cantinas das escolas. Se quem ama é quem cuida, senhores deputados, quem saiba olhar aos factos e aos exemplos, só pode chegar a uma conclusão, os maiores inimigos do sistema público de ensino são os preconceitos ideológicos da esquerda e a sua incapacidade para assumir responsabilidades. Quem apoiou este governo, tem de ser chamado à responsabilidade. Tinha a obrigação de garantir alimentação de qualidade nas escolas e falhou”.
18-07-2018 Partilhar Recomendar
05-06-2018
PSD desafia governo para “largo consenso” em matéria de natalidade
    Fernando Negrão considerou este “o maior problema do país” e lamentou o “vazio completo” de ideias por parte do executivo.
30-05-2018
Manuela Tender participou na VI Convenção Nacional de Educação
    A parlamentar reiterou o “empenho dos sociais-democratas na construção duma escola de todos e para todos”.
18-05-2018
“Este governo ficará conhecido como aquele que enganou os professores”
    Amadeu Albergaria considera que “chegou o tempo de os professores dizerem basta”.
18-05-2018
Deputados do PSD eleitos por Aveiro exigem requalificação urgente da escola secundária de Esmoriz
    Os parlamentares defendem a programação urgente da requalificação do estabelecimento de ensino, no âmbito do Portugal 2020.
26-04-2018
Manuela Tender participa no III Encontro Nacional sobre Inclusão em Contexto Escolar
    A deputada social-democrata explicou a missão e a atividade do Grupo de Trabalho de Educação Especial.
26-04-2018
Governo diz que virou a página da austeridade, mas as obras nas escolas continuam por fazer
    Joana Barata Lopes deu o exemplo dos problemas das escolas de Agualva-Sintra, Restelo e Alto do Lumiar.
06-04-2018
PSD quer corrigir os erros e injustiças do concurso de mobilidade interna de professores
    Margarida Mano condenou o governo pela atitude de negação do erro, pela violação do princípio de que o Estado é uma pessoa de bem e pela completa insensibilidade às pessoas.
22-03-2018
Com este governo assistimos a muitos anúncios e pouca concretização
    Nilza de Sena considera que essa concretização é crucial para que Portugal não continue a ter o quinto crescimento mais baixo da Europa.
22-03-2018
Greve dos professores também é contra o PCP
    Segundo Álvaro Batista este descontentamento revela que os comunistas estão “a vender o seu apoio ao PS em troca de nada”.
16-03-2018
Os professores não confiam e sentem-se enganados pelo governo
    Germana Rocha acusou a esquerda de apostar numa política do “faz de conta” e de não cumprir com as expetativas criadas.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas