Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“A Madeira e os madeirenses estão a ser vítimas de um boicote por parte do governo”
Segundo Paulo Neves a atitude do executivo caracteriza-se pelo incumprimento das promessas e da Lei.
O Parlamento apreciou, esta quinta-feira, a Proposta de Lei da Assembleia Legislativa da Madeira que visa alterar a Lei que regula a atribuição de um subsídio social de mobilidade aos cidadãos beneficiários, no âmbito dos serviços aéreos e marítimos entre o Continente e a Região Autónoma da Madeira e entre esta e a Região Autónoma dos Açores, prosseguindo objetivos de coesão social e territorial.
Considerando a Proposta “muito oportuna”, Paulo Neves adiantou que esta é uma iniciativa que atualiza todo o processo de atribuição do subsídio de mobilidade aos residentes no arquipélago da madeira. “Uma atualização que, pelo PSD, já deveria ter sido feita há muito. Elogiamos igualmente o facto desta proposta ter sido elaborada e aprovada por todos os partidos com assento na Assembleia Legislativa da Madeira. Este facto demonstra claramente a importância desta matéria para a Madeira e para os madeirenses. É uma matéria consensual e urgente. O PSD espera que todos os partidos representados na Assembleia da República acompanhem o sentido de voto expresso pelos nossos colegas no Parlamento da Madeira.”
De seguida, o social-democrata enfatizou que “a Madeira e os madeirenses estão a ser vítimas de um boicote por parte do governo da República, um autentico «cerco» às instituições autonómicas. Desde logo uma total falta de respeito institucional para com o governo legítimo dos madeirenses. Com o aproximar das eleições regionais o cerco aperta-se ainda mais. O governo da República, em relação à Madeira, tem manifestado uma estratégia que se pode resumir da seguinte maneira: o que promete não cumpre, o que a lei obriga a cumprir também não cumpre”.
De acordo com as palavras de Paulo Neves, exemplos não faltam: “o governo do PS na República (apoiado pelo Bloco e pelo PCP) recusa-se a pôr ordem na eficiência da TAP em relação à Madeira, recusa-se a obrigar a TAP a ter preços de mercado e não abusivos em relação à madeira, recusa-se a apoiar a mobilidade aérea de mercadorias, recusa-se a apoiar a mobilidade marítima para passageiros e carga e também quanto à legislação que regula o subsídio de mobilidade para a Madeira tem-se recusado, ao longo de toda a legislatura, aceitar as propostas do governo da Madeira e do PSD”.

12-07-2018 Partilhar Recomendar
31-10-2018
Sara Madruga da Costa: Orçamento do Estado é péssimo para a Madeira
    A deputada considera que o documento foi feito para enganar os portugueses.
30-10-2018
“O PS não perdoa os madeirenses por terem dado 49 vitórias eleitorais ao PSD e nenhuma ao PS”
    Paulo Neves assegurou que o cerco que António Costa está a fazer à Madeira o vai levar a uma nova derrota.
29-10-2018
Rubina Berardo acusa o governo de cativar 120 milhões em transferência devidas à Madeira
    A deputada considera que estamos perante um executivo que “encena e dissimula”.
29-10-2018
“Orçamento do Estado é uma farsa também para a Madeira”
    Segundo Sara Madruga da Costa os madeirenses já perceberam que foram enganados pelo governo.
19-10-2018
Madeira: Sara Madruga da Costa reúne com produtores de sidra
    No encontro, a deputada constatou a injustiça criada pelo Orçamento das esquerdas.
12-10-2018
Hospital da Madeira: deputados do PSD eleitos pela Região exigem a correção da decisão do Conselho de Ministros
    Os sociais-democratas exigem que António Costa honre o compromisso assumido de financiar a obra em 50%.
11-10-2018
Madeira é a única Região do País que cumpre com enfermeiros
    A conclusão foi retirada por Sara Madruga da Costa após uma reunião com as estruturas sindicais.
04-10-2018
Atrasos e dívidas do governo afetam a saúde dos madeirenses
    Sara Madruga da Costa e Rubina Berardo reuniram com o Secretário Regional da Saúde.
28-09-2018
O Hospital da Madeira não pode ser arma de arremesso político
    Sara Madruga da Costa lamenta que o governo tenha demorado três anos a tomar uma decisão sobre uma infraestrutura que é fundamental para os madeirenses.
28-09-2018
Sara Madruga da Costa desafia partidos da Geringonça a aprovarem taxa de IVA reduzida para a Investimentos Habitacionais da Madeira
    A deputada considera “inaceitável” que duas entidades que prosseguem os mesmos objetivos tenham “um tratamento fiscal completamente diferente”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas