Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Com o governo das esquerdas o investimento no SNS é 27,5% inferior ao do período da troika
Simão Ribeiro frisou que o PCP e o BE são tão responsáveis pela situação do SNS como o PS.
No encerramento do debate de urgência que o Grupo Parlamentar do PSD marcou sobre a situação da saúde em Portugal, Simão Ribeiro sublinhou que este debate serviu para expor os resultados das políticas do PS, PCP e BE para o setor da saúde.
Segundo o social-democrata, o que se ouviu foi, de um lado, as profissões de fé do PS, e, do outro, a habitual incoerência política PCP e do Bloco que fingem criticar um governo que apoiam.
Perante as afirmações de que o SNS está hoje melhor do que em 2015, o parlamentar deu voz aos portugueses que perguntam se estar melhor aumentar o tempo médio de espera para uma consulta hospitalar de 115 para 121 dias. “Estar melhor um doente esperar 1046 dias para uma consulta de oftalmologia no Hospital de Chaves? Estar melhor é um doente esperar 560 dias para uma consulta de neurocirurgia no Hospital de Faro? Estar melhor é os doentes não terem acesso à medicação ou aos tratamentos de que necessitam, os hospitais estarem a rebentar pelas costuras e os doentes internados ficarem dias e dias em macas nos corredores, sem um mínimo de condições e um mínimo de dignidade? E ainda, perguntam os portugueses, é o investimento público no SNS ter caído 27,5% entre 2015 e 2017? Leia-se, hoje o investimento no SNS é 27,5% abaixo do que era em pleno programa de ajustamento da troika”.
De seguida, Simão Ribeiro referiu que perante este descalabro, “o Ministro da Saúde submete-se à mão firme do Imperador Europeu Centeno, o mesmo Ministério que, durante três anos, lhe negou os meios que evitassem o colapso em que se encontra a grande maioria dos hospitais do SNS”.
Quanto ao PCP e BE, que fingem nada ter a ver com os resultados do setor da saúde, o social-democrata criticou o “descaramento político” destes partidos é de tal ordem que até fingem ser partidos da oposição. “O PCP e o BE são tão responsáveis como o PS e a irrelevância política do Ministro da Saúde é hoje já assumida pela generalidade dos agentes políticos e dos parceiros sociais”, concluiu.


29-03-2018 Partilhar Recomendar
26-05-2010
Clara Carneiro critica falhas do Plano Oncológico Nacional e da referenciação da radioterapia
    Deputada do PSD questionou Ministra da Saúde sobre estas duas situações
26-05-2010
PSD quer conhecer as contas do Serviço Nacional de Saúde
    Sociais-democratas querem perceber “a verdadeira evolução da situação económico-financeira dos hospitais integrados no Serviço Nacional de Saúde”.
25-05-2010
Carla Barros chumba o desempenho da política do Instituto da Droga e da Toxicodependencia
    Social-democrata não compreende o estado a que chegou este Instituto Público.
19-05-2010
Almeida Henriques questiona Ministério da Saúde sobre despesas de transporte com utentes de Penedono
    Credenciais para despesas de transporte que estavam a ser passadas aos utentes estão todas a ser devolvidas pela ARS Norte uma vez que foram passadas pelos serviços da ARS Centro.
14-05-2010
PSD defende maior regulação na utilização de biotérios
    José Ferreira Gomes lembrou o Projecto de Lei apresentado pelo PSD.
14-05-2010
PSD defende a necessidade da criação de legislação sobre linhas de muito alta tensão
    António Leitão Amaro afirmou tratar-se de um princípio de prevenção
12-05-2010
Mercês Borges destaca papel das Misericórdias
    Deputada elogiou o trabalho feito por estas instituições
12-05-2010
Maria José Nogueira Pinto alerta para a “iliteracia da saúde”
    A deputada alertou para o desconhecimento dos portugueses sobre os cuidados de saúde.
07-05-2010
PSD preocupado com “elevadas carências no acesso à Saúde” em Santo Tirso
    Deputados eleitos pelo distrito do Porto criticam o incumprimento das contrapartidas acordadas entre o município e o ministério
06-05-2010
PSD exige convenções para serviços de fisioterapia em Viseu
    Deputados lamentam que face à incapacidade do Hospital de S. Teotónio, os utentes estejam a ser encaminhados para serviços fora de Viseu.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas