Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Incêndios de outubro: relatório da Comissão Técnica Independente confirma o falhanço do Estado
Rubina Berardo considera que a avaliação desta Comissão veio dar razão ao que o PSD afirmou desde a primeira hora.
O PSD considera que o relatório Comissão Técnica Independente sobre os incêndios de outubro “vem confirmar o que o PSD afirmou desde a primeira hora: o falhanço do Estado”. Numa declaração política em nome do PSD, Rubina Berardo sublinhou que “o ano de 2017 ficará gravado na fita do tempo de toda a sociedade portuguesa como um ano das maiores tragédias da história do nosso país: mais de 100 pessoas perderam a vida em dois acontecimentos, distintos no tempo mas semelhantes nas causas”.
Segundo a deputada, quatro meses após o país ter assistido em choque à tragédia de Pedrogão Grande, em que o Estado falhou no socorro e auxílio das populações, o Estado voltou a falhar. “A 15 de Outubro de 2017, o Estado voltou a não ser capaz de socorrer pessoas e bens. A Proteção Civil voltou a desvalorizar os avisos meteorológicos do IPMA, não reforçando os meios de combate, não avisando as populações, nem coordenando as forças de segurança. O território foi abandonado, deixado a si próprio. Como o próprio Relatório, entregue ontem pela Comissão Técnica Independente (CTI) atesta, «o panorama vivido nestes dias, sobretudo no dia 15 de outubro, traduziu-se numa situação de dramático abandono, com escassez de meios, ficando as populações entregues a si próprias».”
Refere a Vice-Presidente da bancada do PSD que o relatório conclui o falhanço do Estado. “É verdade que o mundo está a viver as consequências das alterações climáticas de forma acelerada, mas isso implica que o Estado acelere também a sua resposta. Não agir é uma demissão da função mais básica do Estado. O PSD entende que só assumindo esta falha se poderá melhorar as ações futuras, seja ao nível do combate e socorro da população, seja na preservação do território. E é precisamente neste ponto que gostaria de relembrar a postura do Governo, porque infelizmente receio que o caminho não esteja a ser o mais correto”. Neste ponto, recorda a social-democrata, primeiro o governo considerou que a reforma florestal desenhada em seguimento dos incêndios florestais de 2016 seria suficiente para os incêndios rurais de 2017 cuja dimensão e extensão não podem ser comparados. “Segundo, porque culpa a floresta pelas tragédias ocorridas em 2017, procurando uma desresponsabilização futura da sua falta de política estratégica para a propriedade florestal através da gestão do dossier em torno da limpeza das matas”.
De seguida, Rubina Berardo declarou que temos que olhar para o futuro com as lições do passado, para não repetirmos os mesmos erros e para que o Estado não volte mesmo a falhar à sua responsabilidade essencial. “O PSD está empenhado, de alma e coração, em abraçar a causa da defesa da floresta, a defesa das nossas populações que resistem vivendo em territórios de baixa densidade. Em suma: a defesa intransigente de todo o nosso território nacional e de toda a nossa população. O país volta a contar com o PSD para ajudar a colmatar as falhas na legislação, em dar uma resposta concreta às populações que são verdadeiros heróis nacionais”.
Dirigindo-se aos restantes partidos, a Vice-Presidente da bancada do PSD afirmou que no seguimento da entrega do Relatório os sociais-democratas disponibilizam-se “para trabalharmos em conjunto, procurando consensos. Convidamos assim todos a abandonar as trincheiras ideológicas em prol do interesse nacional, para concretizar as Recomendações dos dois Relatórios da CTI. Iremos assim requerer a presença na AR da própria CTI e de várias outras entidades para aprofundar as falhas identificadas”.
A terminar, Rubina Berardo saudou o empenho e a profunda entrega cívica da Comissão Técnica Independente. “Uma CTI que gostaríamos nunca ter sido necessário requerer. Mas uma CTI que nos traça um imperativo moral de agir”.

21-03-2018 Partilhar Recomendar
17-10-2018
Passividade e inoperância do governo não pode continuar a condenar o interior ao abandono
    Um ano após a tragédia dos incêndios de outubro, Fátima Ramos frisou que urge a construção de um país diferente, mais competitivo e menos assimétrico.
17-10-2018
Furacão Leslie: PSD defende a atribuição de apoios às populações afetadas
    Maurício Marques frisou que o Orçamento deve conter medidas para apoiar as zonas atingidas.
07-06-2018
Incêndios: PSD questiona o governo sobre reconstrução das casas destruídas
    Os sociais-democratas querem saber qual o ponto de situação da reconstrução das casas de primeira habitação.
17-05-2018
Incêndios: PSD exige saber como serão distribuídas as verbas do Fundo de Solidariedade da UE
    Os deputados do PSD eleitos por Santarém entregaram no Parlamento uma pergunta dirigida ao Ministro do Planeamento e das Infraestruturas.
09-05-2018
"Por que razão o PS demorou mais de três anos a demarcar-se de José Sócrates?"
    Fernando Negrão levou o “Caso Sócrates” ao debate com o Primeiro-Ministro, onde também desafiou António Costa a responder se o País está preparado para os incêndios.
02-05-2018
Atual maioria de esquerda diminuiu a rentabilidade da floresta e aumentou os ónus para os proprietários
    Maurício Marques alertou ainda para as consequências do crescimento das zonas de matos incultos.
02-05-2018
Carlos Peixoto: “os portugueses têm o direito de saber o que se passou no dia dos incêndios de Pedrógão”
    Perante as notícias de que foram destruídos documentos sobre o incêndio de Pedrógão Grande, o social-democrata solicitou ao governo a divulgação do relatório.
13-04-2018
Maurício Marques exige ao que governo apoie os pequenos agricultores afetados pelos incêndios
    O deputado defendeu a abertura de uma nova fase de candidaturas para apoiar os “lesados pela incompetência do governo”.
13-04-2018
“Estamos a um mês da época de incêndios e ninguém sabe quais são os meios operacionais disponíveis”
    Duarte Marques alerta que, mais uma vez, “está tudo atrasado”.
13-04-2018
Prevenção de incêndios: PSD pede ao governo que seja mais expedito e menos panfletário
    Carlos Peixoto sublinhou que os sociais-democratas não vão descansar enquanto não assegurarem que as populações estão muito mais seguras do que estiveram em 2017.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas