Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Incêndios de outubro: relatório da Comissão Técnica Independente confirma o falhanço do Estado
Rubina Berardo considera que a avaliação desta Comissão veio dar razão ao que o PSD afirmou desde a primeira hora.
O PSD considera que o relatório Comissão Técnica Independente sobre os incêndios de outubro “vem confirmar o que o PSD afirmou desde a primeira hora: o falhanço do Estado”. Numa declaração política em nome do PSD, Rubina Berardo sublinhou que “o ano de 2017 ficará gravado na fita do tempo de toda a sociedade portuguesa como um ano das maiores tragédias da história do nosso país: mais de 100 pessoas perderam a vida em dois acontecimentos, distintos no tempo mas semelhantes nas causas”.
Segundo a deputada, quatro meses após o país ter assistido em choque à tragédia de Pedrogão Grande, em que o Estado falhou no socorro e auxílio das populações, o Estado voltou a falhar. “A 15 de Outubro de 2017, o Estado voltou a não ser capaz de socorrer pessoas e bens. A Proteção Civil voltou a desvalorizar os avisos meteorológicos do IPMA, não reforçando os meios de combate, não avisando as populações, nem coordenando as forças de segurança. O território foi abandonado, deixado a si próprio. Como o próprio Relatório, entregue ontem pela Comissão Técnica Independente (CTI) atesta, «o panorama vivido nestes dias, sobretudo no dia 15 de outubro, traduziu-se numa situação de dramático abandono, com escassez de meios, ficando as populações entregues a si próprias».”
Refere a Vice-Presidente da bancada do PSD que o relatório conclui o falhanço do Estado. “É verdade que o mundo está a viver as consequências das alterações climáticas de forma acelerada, mas isso implica que o Estado acelere também a sua resposta. Não agir é uma demissão da função mais básica do Estado. O PSD entende que só assumindo esta falha se poderá melhorar as ações futuras, seja ao nível do combate e socorro da população, seja na preservação do território. E é precisamente neste ponto que gostaria de relembrar a postura do Governo, porque infelizmente receio que o caminho não esteja a ser o mais correto”. Neste ponto, recorda a social-democrata, primeiro o governo considerou que a reforma florestal desenhada em seguimento dos incêndios florestais de 2016 seria suficiente para os incêndios rurais de 2017 cuja dimensão e extensão não podem ser comparados. “Segundo, porque culpa a floresta pelas tragédias ocorridas em 2017, procurando uma desresponsabilização futura da sua falta de política estratégica para a propriedade florestal através da gestão do dossier em torno da limpeza das matas”.
De seguida, Rubina Berardo declarou que temos que olhar para o futuro com as lições do passado, para não repetirmos os mesmos erros e para que o Estado não volte mesmo a falhar à sua responsabilidade essencial. “O PSD está empenhado, de alma e coração, em abraçar a causa da defesa da floresta, a defesa das nossas populações que resistem vivendo em territórios de baixa densidade. Em suma: a defesa intransigente de todo o nosso território nacional e de toda a nossa população. O país volta a contar com o PSD para ajudar a colmatar as falhas na legislação, em dar uma resposta concreta às populações que são verdadeiros heróis nacionais”.
Dirigindo-se aos restantes partidos, a Vice-Presidente da bancada do PSD afirmou que no seguimento da entrega do Relatório os sociais-democratas disponibilizam-se “para trabalharmos em conjunto, procurando consensos. Convidamos assim todos a abandonar as trincheiras ideológicas em prol do interesse nacional, para concretizar as Recomendações dos dois Relatórios da CTI. Iremos assim requerer a presença na AR da própria CTI e de várias outras entidades para aprofundar as falhas identificadas”.
A terminar, Rubina Berardo saudou o empenho e a profunda entrega cívica da Comissão Técnica Independente. “Uma CTI que gostaríamos nunca ter sido necessário requerer. Mas uma CTI que nos traça um imperativo moral de agir”.

21-03-2018 Partilhar Recomendar
13-05-2019
Cativações e cortes no investimento. “Chama a isto boa gestão das contas públicas?”
    Fernando Negrão acusou António Costa de fazer um “brilharete nas contas” à custa de corte no investimento.
10-05-2019
Bancadas do PS, BE e PCP “são a lavandaria política do governo socialista”
    No debate sobre o Fundo de Solidariedade Europeu, Rubina Berardo acusou as bancadas da esquerda de branquearem a atuação do governo.
10-05-2019
Gestão do Fundo de Solidariedade tem sido incompetente, imoral e uma vergonha
    Duarte Marques considera “indigno” que o governo queira ficar com o dinheiro destinado aos municípios afetados pelos incêndios.
10-05-2019
Incêndios: “o governo aproveita-se da desgraça alheia para financiar serviços públicos”
    António Lima Costa afirma que o governo desviou verbas europeias destinadas às zonas afetadas para financiar organismos da administração central sediados em Lisboa.
10-05-2019
Linhas de crédito para a limpeza da floresta foram um “monumental falhanço”
    Segundo Jorge Paulo Oliveira o dinheiro apenas chegou a duas Câmaras Municipais.
04-04-2019
“O Governo não consegue nomear pessoas qualificadas sem serem familiares?”
    Fernando Negrão entende que o “Governo está a funcionar em circuito fechado”.
03-04-2019
Governo só veio criar confusão e propaganda no combate aos incêndios
    Duarte Marques alertou que todas as autoridades estão desiludidas com as alterações promovidas pelo executivo.
03-04-2019
Incêndios: Estado tem de dar o exemplo e limpar os terrenos
    Emília Cerqueira destacou ainda o trabalho das forças e serviços de segurança.
21-02-2019
Incêndios: Relatório do Observatório Técnico Independente “coloca a nu a falta de estratégia do governo para uma verdadeira política florestal”
    Luís Pedro Pimentel enumerou vários dos erros cometidos pelo executivo.
21-02-2019
Governo ainda não implementou políticas públicas integradas e estruturantes de combate aos Incêndios Rurais
    Emília Cerqueira considera que, depois de ter falhado em 2017, o executivo continua a falhar.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas