Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD defende a realização de um estudo de impacto ambiental transfronteiriço relativamente às minas de urânio em Retortillo-Santidad
Ângela Guerra apresentou a iniciativa dos sociais-democratas.
Ângela Guerra apresentou, esta sexta-feira, o Projeto de Resolução do PSD que defende a realização de um estudo de impacto ambiental transfronteiriço relativamente às minas de urânio em Retortillo-Santidad.
No início da sua intervenção, a deputada saudou a união de todos os partidos em torno desta matéria e recordou que, tal como em Almaraz, este é o segundo mau exemplo de conflitos ambientais em que se conclui que as autoridades espanholas não cumprem com as convenções internacionais a que se vincularam. “Este é um comportamento recorrente que traduz aquilo que é um padrão e nos leva a afirmar que não podemos confiar no tempo, no método, nem tão pouco nas propostas que nos chegam do lado espanhol. Já não nos podemos bastar também com meras promessas de encontros em fóruns ou com a básica via diplomática. A nossa atitude tem de deixar de meras palavras e passar à ação. A nossa atitude tem de se traduzir em ações mais reivindicativas, mais exigentes, mais fiscalizadoras e bem mais firmes. E temos de nos socorrer de todos os mecanismos ao nosso dispor”.
De seguida, a deputada afirmou que não devemos excluir a via diplomática, mas refutou a ideia de que o processo já está numa fase em que não pode voltar atrás. “Mas agora é Espanha que decide unilateralmente se causa ou não danos em Portugal? Se o Estado português tivesse sido devidamente notificado nos prazos e nos termos do direito internacional teríamos agido em conformidade”.
No que respeita ao dano de imagem irreversível, Ângela Guerra, que é eleita pela Região da Guarda, referiu que na região já se sentem os efeitos. “Como se não bastasse, publicou também o Ajuntamento de La Alameda del Gardón, uma localidade situada a 3km de Vilar Formos, uma autorização excecional de utilização de solos agrícolas para exploração mineira, o que nos deixa ainda mais preocupados”.
A terminar, Ângela Guerra frisou que “quem persiste naqueles territórios tem muito do seu suporte na natureza, na agricultura, na floresta e nos seus valores endógenos. A água e os nossos rios são um ativo do qual dependem muitas vidas humanas e de animais. E escandalosamente também nunca houve qualquer avaliação do risco da saúde neste processo. Aqueles territórios merecem muito e bem mais. E disto o PSD não abdicará”, garantiu a parlamentar.


16-03-2018 Partilhar Recomendar
18-06-2019
Fernando Negrão acusa António Costa de “não ser um Primeiro-Ministro para o povo”
    O líder parlamentar do PSD destacou ainda a “falta de transparência” do governo no processo de reconstrução das casas atingidas pelos incêndios.
12-06-2019
“A cada minuto 7 mil pontas de cigarro são atiradas para o chão em Portugal”
    Chocada com o número, Berta Cabral enfatizou que “a prevenção é a palavra chave no âmbito da defesa do ambiente”.
05-06-2019
“O combate às alterações climáticas e a descarbonização da economia não se compadecem com narrativas nem propagandas”
    Bruno Coimbra lamentou que o governo tenha decidido abrandar o caminho e reverter e afrouxar o ímpeto reformista imposto pelo anterior governo.
05-06-2019
Passes sociais: uma boa medida, com um mau modelo
    António Costa Silva enfatizou que não é por se repetir muitas vezes a mentira de que o PSD é contra os passes sociais que essa mentira se torna verdade.
05-06-2019
PSD vai apresentar ao país um plano de emergência para o setor dos transportes
    Carlos Silva sublinhou que os sociais-democratas pretendem dar resposta à degradação do serviço público de transporte de passageiros.
15-05-2019
Ambiente: preferir os anúncios ao desempenho e a propaganda à ação só pode trazer maus resultados no futuro
    Bruno Coimbra deixou o alerta: “Portugal está na primeira fila dos países europeus que são e serão mais afetados pelas alterações climáticas”.
15-05-2019
Autonomia dos sistemas multimunicipais de água tem sido gravemente prejudicada
    Maurício Marques alerta que a ação do governo está a criar estrangulamentos nos investimentos necessários.
15-05-2019
Seca: medidas velhas que não acompanham as novas realidades
    Sublinhando que Portugal é um país particularmente vulnerável às alterações climáticas, Emília Cerqueira frisou que precisamos de novas abordagens para mitigar estes problemas.
15-05-2019
Berta Cabral: Programa Casa Eficiente 2020 “foi um fiasco e um logro”
    A deputada denunciou que a taxa de execução deste Programa é inferior a 1%.
15-05-2019
Nível de execução do PO SEUR “é um desastre”
    António Costa Silva lamentou que o governo não esteja a aproveitar os financiamentos que são 85% a fundo perdido.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas