Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Os serviços públicos estão a degradar-se todos os dias. Na saúde é o caos completo"
Hugo Soares aponta o dedo ao governo das esquerdas e alertou para o caos no sector da saúde.
Hugo Soares entende que as declarações da Ministra da Justiça sobre a possível não renovação de mandato da atual Procuradora Geral da República (PGR), Joana Marques Vidal, representam uma forma de condicionar o trabalho da PGR numa altura em que ainda faltam 10 meses para terminar o seu mandato. No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, o líder parlamentar do PSD contestou a forma “leviana” como esta questão foi colocada e frisou que “há um antes e um depois de Joana Marques Vidal na PGR. É a primeira vez que a justiça demonstrou que não é fraca com os fortes. E quando há decisões para serem tomadas de extrema relevância para o país, o que os senhores fizeram foi colocar em causa a autonomia da Dra. Joana Marques Vidal, condicionando o trabalho do Ministério Público. E tudo isto sem falar com o Presidente da República. Não há opiniões de Ministros que não sejam opiniões do governo, ou o senhor desautoriza a Ministra da Justiça, ou esta é a posição do governo e, doravante, o país sabe que a Dra. Joana Marques Vidal, com 10 meses ainda de mandato, está em exercício de funções porque vai ser substituída por vontade política”.
Antes, o social-democrata recordou o acordo de revisão constitucional, assinado em 1997 entre o PS e PSD, quando António Costa era Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, que estabelecida que a PGR teria mandatos de “seis anos sem limitação de renovações”. “Mais claro do que isto não pode haver: o espírito do legislador é claro no que se assinou. Não há limitação de mandatos para nenhum órgão que não esteja expresso na lei”, argumentou o parlamentar.
De seguida, Hugo Soares focou-se nas consequências para os serviços públicos das opções políticas do governo. De acordo com o líder parlamentar do PSD “os serviços públicos estão a degradar-se todos os dias. São escolas que não ligam o aquecimento porque não têm dinheiro para pagar contas, é o contrato de confiança com as universidades que não está a ser cumprido, são escolas profissionais sem dinheiro, com os alunos a adiantar dinheiro do próprio bolso para pagar alimentação e transportes e é, na saúde, o caos completo”. Recorda o social-democrata que, em junho, teve oportunidade de visitar o Centro Hospitalar de Faro e alertar para a falta de condições daquele hospital. “Eu tive ocasião de perguntar ao senhor Primeiro-Ministro, há 3 semanas, no debate quinzenal, se tudo estava a ser feito para preparar o pico da gripe. Hoje, temos notícias de doentes que esperam em macas na receção hospitalar como se isso fosse o internamento e o tratamento das urgências. O hospital de Faro é o que conhecemos, mas é assim nas urgências de todo o país”.
A terminar, Hugo Soares perguntou a António Costa se acha razoável que, no ano 2018, “o governo das esquerdas e o país possa saber que há Centros de Saúde do país que não receberam este mês os medicamentos e outros artigos de tratamento de primeira necessidade, que não conseguem fazer o acompanhamento domiciliário dos seus doentes, porque o Estado não pagou o seguro da frota automóvel”.
09-01-2018 Partilhar Recomendar
15-06-2018
“O governo enganou os professores e mentiu ao Parlamento e ao povo português”
    Margarida Mano considera que o clima de instabilidade que se vive na educação resulta do comportamento de um “governo dissimulado nos fins, incompetente na ação e deliberadamente ambíguo nas palavras”.
14-06-2018
Justiça: PSD desafia partidos para um esforço comum a pensar em Portugal
    Carlos Peixoto considera que este é um “desígnio nacional” que deve levar todos os partidos a trabalhar em conjunto.
14-06-2018
Sandra Pereira alerta para o “aumento expressivo” do crime de violação
    Com este crime a atingir “o valor mais alto dos últimos 10 anos”, a deputada quis saber se o governo tem algum programa específico de combate a este tipo de crime.
14-06-2018
Justiça: Emília Cerqueira acusa o governo de falar em proximidade mas apostar na centralização
    A deputada contestou ainda o elevado número de Grupos de Trabalho criados pelo Executivo.
14-06-2018
Deputados do PSD responsabilizam “austeridade escondida do governo” por vetos do Tribunal de Contas ao Hospital de Santarém
    Os deputados acusam o Ministério das Finanças de estrangular financeiramente o Hospital.
14-06-2018
Reforma socialista do mapa judiciário “anarquizou o sistema de justiça”
    Rui Cruz afirmou que com esta reforma o PS “conseguiu sobrelotar tribunais de competências e processos, atafulhando arquivos e corredores”.
14-06-2018
“É imperativo garantir a universalidade do acesso à justiça e aos tribunais em Portugal”
    Sara Madruga da Costa considera que “é altura de remover os obstáculos ao acesso ao direito e à justiça”.
14-06-2018
José Silvano: “o país precisa de uma verdadeira reforma da justiça”
    O deputado defendeu uma “reforma da justiça transversal” que envolva todos os agentes da justiça.
05-06-2018
PSD desafia governo para “largo consenso” em matéria de natalidade
    Fernando Negrão considerou este “o maior problema do país” e lamentou o “vazio completo” de ideias por parte do executivo.
30-05-2018
Manuela Tender participou na VI Convenção Nacional de Educação
    A parlamentar reiterou o “empenho dos sociais-democratas na construção duma escola de todos e para todos”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas