Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“Processo de transição para uma economia verde não pode deixar de ser uma prioridade das políticas de ambiente”
No debate sobre prospeção de hidrocarbonetos, José Carlos Barros lembrou que o Parlamento aprovou a iniciativa do PSD que visa a elaboração de um Livro Verde sobre este tipo de prospeções.


As licenças para pesquisa e prospeção de hidrocarbonetos ao largo da Costa Algarvia voltaram, esta quinta-feira, a ser debatidas no Parlamento. No debate de uma Petição que manifesta objeção à atribuição de uma licença, que deu entrada na Assembleia à cerca de ano e meio, José Carlos Barros enfatizou que apesar de já ter algum tempo esta Petição mantém uma inesperada atualidade. “Em junho de 2016 esta Petição solicitava que não fosse atribuída licença ao consórcio Galp/ENI para a realização de um furo de pesquisa ao largo de Aljezur. Entretanto, em dezembro, o PS Algarve felicitava o Primeiro-Ministro pela decisão governamental de rescindir os contratos para a prospeção e exploração de gás e petróleo. Menos de um mês depois, o país era surpreendido com o licenciamento desta perfuração de pesquisa. E tudo isto ao mesmo tempo em que a Ministra do Mar, nos Estados Unidos, apresentava a exploração de petróleo offshore como uma oportunidade de investimento no nosso País”.
Durante esse período, recorda o deputado, a Assembleia da República aprovou em Maio deste ano, na sequência de iniciativa do PSD, uma recomendação ao governo para que elabore um Livro Verde sobre a prospeção e produção de hidrocarbonetos. Esse Livro Verde, defende José Carlos Barros, irá fazer com que exista menos ruído e mais clarificação, num debate que envolva a comunidade científica e no entendimento de que o processo de transição para uma economia verde não pode deixar de ser uma prioridade das políticas de ambiente, desejavelmente, num quadro estável do ponto de vista político e administrativo, sem cedências nem ameaças.

21-12-2017 Partilhar Recomendar
15-03-2019
Emília Cerqueira: PCP, PEV e BE estão a tentar fazer “prova de vida eleitoral”
    A deputada censurou o esforço destes partidos de fingirem que não fazem parte do governo.
27-02-2019
Cristóvão Norte desafia Ministra da Saúde a dar resposta aos problemas dos algarvios
    Caso contrário, o parlamentar entende que o nome da Ministra passará de Temido para “temida”.
08-02-2019
Nacional 125: apesar dos anúncios e promessas do Ministro Pedro Marques, obra continua por fazer
    Cristóvão Norte recordou que o Ministro “anunciou as obras em 2016, insistiu em 2017 e jurou em 2018.”
31-01-2019
Programa Nacional de Investimentos 2030: Algarve volta a ter más notícias
    José Carlos Barros considerou “insultuosa” a ausência da região algarvia do plano para a ferrovia.
18-01-2019
“Não podemos deixar de nos assustar com a impressionante quantidade de plásticos existentes nos oceanos”
    Jorge Paulo Oliveira declarou que precisamos caminhar no sentido de que todas as embalagens sejam recicláveis, que o consumo de plásticos de uso único seja reduzido e que o uso de microplásticos seja restringido.
10-01-2019
António Ventura: “as palavras do governo são sucata”
    O deputado considera que com tanto incumprimento da palavra por parte do governo, a mesma já não tem nenhum valor.
19-12-2018
Bruno Coimbra: em matéria ambiental não se pode contar com Os Verdes
    O deputado recorda que o PEV nem conseguiu que o PCP votasse favoravelmente a ratificação do Acordo de Paris.
05-12-2018
José Carlos Barros lamenta “erros de orientação política” do Programa Nacional da Política do Ordenamento do Território
    O deputado criticou a “visão centralista” introduzida pelo governo no Programa.
28-11-2018
José Carlos Barros contesta falta de investimento para o Algarve
    O deputado colocou em evidência o desfasamento entre o que é anunciado na região e o que está previsto no Orçamento.
17-10-2018
PSD quer ouvir o Ministro do Ambiente sobre os riscos das dragagens no rio Sado
    António Costa Silva afirmou que este é um assunto sensível, pois está em causa a biodiversidade e uma atividade económica naquela região.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas