Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Nilza de Sena acusa a esquerda de “atirar areia para os olhos dos professores”
A deputada considera que PCP e BE pretendem criar uma “cortina de fumo” para ocultar o desastroso concurso de mobilidade interna.
O Parlamento analisou, esta sexta-feira, duas iniciativas referentes ao regime de recrutamento e mobilidade do pessoal docente dos ensinos básico e secundário. Em nome do PSD, Nilza de Sena começou por recordar que estas são matérias que hoje voltam a estar em discussão na ronda negocial junto do Ministério da Educação. “Negociação essa que foi apoiada e recomendada por todos os partidos e que além das questões da carreira e da contagem do tempo de serviço que o PS congelou, esteve também na origem das alterações deste regime de recrutamento e mobilidade dos docentes introduzidas por este governo e que a esquerda muito aplaudiu. Afinal, em poucos meses verificamos que estes partidos criticam aquilo que há pouco tempo apoiaram”.
Segundo a deputada, depois de um concurso de mobilidade interna desastroso, feito num total desrespeito pelos professores e no qual este governo desterrou centenas de docentes do quadro para longe de casa, sem aviso prévio sobre a alteração não das regras, os partidos parceiros do governo procuram agora emendar a mão. “Mas não se percebe bem como. Aliás, são matérias que o governo, depois de negar, acabou por reconhecer o erro, mas de uma forma prepotente manter tudo numa escandalosa interpretação e sem uma solução à vista”.
Face a este cenário, Nilza de Sena é perentória a afirmar que estamos perante uma “cortina de fumo. PCP e BE acordam de manhã no governo e indignam-se à tarde no Plenário. Isto é atirar areia para os olhos dos professores, é enganá-los”.

15-12-2017 Partilhar Recomendar
18-01-2018
Governo do PS acabou com o sistema especial de aposentação para os docentes do ensino básico e do primeiro ciclo
    Laura Magalhães reconheceu que a classe docente tem um desgaste físico, psicológico e emocional considerável.
18-01-2018
“Este governo não tem uma política de educação, mas faz política com a educação”
    Amadeu Albergaria lamentou que os alunos não sejam uma prioridade para o Ministro da Educação.
18-01-2018
Duarte Marques critica Ministro da Educação: “vejo-o a desfazer tudo, mas não o vejo fazer nada”
    O social-democrata exige ao governante que dê condições às escolas, aos professores e às famílias para uma educação de qualidade.
17-01-2018
Esquerda está a “asfixiar financeiramente” as escolas
    Álvaro Batista deu o exemplo de um Agrupamento em Castelo Branco em que há projetos que não são feitos por falta de dinheiro para os materiais.
17-01-2018
“O garrote sobre as escolas foi agravado nos últimos 2 anos”
    Pedro Alves recordou as dificuldades financeiras das escolas públicas para fazerem face às despesas correntes.
17-01-2018
Educação: resultados demonstram que os alunos não foram prejudicados pela exigência introduzida
    A deputada Germana Rocha recorreu aos resultados de vários estudos para justificar a sua afirmação.
09-01-2018
“Os serviços públicos estão a degradar-se todos os dias. Na saúde é o caos completo"
    Hugo Soares aponta o dedo ao governo das esquerdas e alertou para o caos no sector da saúde.
15-12-2017
PSD defende a reabilitação e requalificação do edifício da Escola Secundária José Falcão, em Coimbra
    Margarida Mano recordou a urgência de uma intervenção de fundo neste histórico estabelecimento de ensino.
13-12-2017
PSD é favorável ao descongelamento das carreiras e defende o princípio da equidade e justiça
    Amadeu Albergaria exigiu seriedade do governo na negociação que vai encetar com os professores.
07-12-2017
Refeições escolares: PSD exige que as crianças e os jovens tenham acesso a refeições equilibradas e de qualidade
    Germana Rocha lembrou que foi após o governo ter revisto os contratos que começaram a aparecer denúncias muito graves relativamente à falta de qualidade, quantidade e higiene das refeições escolares.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas