Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD defende a obrigatoriedade da apresentação anual de um plano de atuação com vista a fiscalizar e monitorizar a qualidade do ar interior
A iniciativa dos sociais-democratas foi apresentada pela deputada Emília Cerqueira.
Emília Cerqueira apresentou, esta quinta-feira, o Projeto de Lei do PSD que estabelece a obrigatoriedade da apresentação anual de um plano de atuação com vista a fiscalizar e monitorizar a qualidade do ar interior.
De acordo com a parlamentar, esta iniciativa visa “introduzir uma melhoria na legislação sobre a qualidade do ar interior já existente e que consiste na introdução da obrigatoriedade de apresentação anual dum plano de monitorização da qualidade do ar interior relativamente aos edifícios ou frações existentes de comércio e serviços cuja área já seja de alguma relevância”. Esta obrigatoriedade, adianta a deputada, abrangerá também os edifícios que sejam propriedade duma entidade pública e que tenham área útil de pavimento ocupada por uma entidade pública e frequentemente visitada pelo público desde que tenham uma área superior a 250 m2. “Com este Projeto de lei pretende-se dar maior efetividade ao cumprimento dos planos de fiscalização já previstos na legislação atualmente em vigor. Sendo a preocupação com a poluição do ar interior um imperativo que a todos nos deve mover e relativamente ao qual o PSD sempre esteve na linha da frente”, frisou.
De seguida, a social-democrata recordou que com o Decreto de 20 de Agosto foi dado um enormíssimo passo em frente no que se refere à fiscalização da qualidade do ar interior dos edifícios. “Sendo de destacar a primazia que se deu, por um lado, atentas as condições climatéricas do nosso país, à ventilação natural, numa ótica de otimização de recursos, de eficiência energética. E por outro lado, apostando no controlo das fontes de poluição e na adoção de medidas preventivas, tanto ao nível da conceção dos edifícios, como do seu funcionamento, por forma a reduzir os riscos para a saúde pública. Sim, a legislação atualmente em vigor trouxe um muito maior rigor no controlo da qualidade do ar. Deixem-me recordar-lhes, por exemplo, no que se refere aos índices admissíveis nas amostras, da tão falada bactéria legionella, passou a não ser tolerada qualquer presença na amostragem a analisar”.
Dirigindo-se às bancadas da esquerda, Emília Cerqueira enfatizou que perante o surgimento de diversos casos de legionella que tem ocorrido no nosso país e que têm causado dezenas de vítimas, algumas tendo infelizmente mesmo falecido, não devemos culpar a legislação, que sem dúvida é boa. Devemos sim perguntar-nos porque é que o estado não cumpriu a sua obrigação de proceder à efetiva fiscalização de instalações que estão sob a sua alçada direta. “No entanto, perante a falha do estado na vigilância da saúde e segurança dos seus concidadãos, o PSD decidiu apresentar este Projeto-Lei por forma a garantir que a saúde pública de todos esteja garantida e na expectativa que, a ser aprovado este diploma que agora propomos, não voltemos a ouvir falar de pessoas infetadas e de mortos por legionella pela simples razão que o estado lhes falhou”.
“O nosso projeto pretende que a saúde dos nossos concidadãos seja uma preocupação diária e não, como muitos pretendem, uma preocupação que apenas se mostra de anos a anos, aquando da realização das auditorias pré-programadas”, rematou a deputada.

07-12-2017 Partilhar Recomendar
05-12-2018
José Carlos Barros lamenta “erros de orientação política” do Programa Nacional da Política do Ordenamento do Território
    O deputado criticou a “visão centralista” introduzida pelo governo no Programa.
17-10-2018
PSD quer ouvir o Ministro do Ambiente sobre os riscos das dragagens no rio Sado
    António Costa Silva afirmou que este é um assunto sensível, pois está em causa a biodiversidade e uma atividade económica naquela região.
15-06-2018
“O PSD foi o principal motor das políticas que permitiram uma evolução inegável das boas práticas ambientais”
    Bruno Coimbra frisou que os partidos têm o dever de continuar a atuar em nome das gerações atuais e futuras.
18-05-2018
Cristóvão Norte defende a realização de uma avaliação ao contrato de prospeção e exploração de petróleo de 2007
    O deputado referiu que este é o único contrato que até hoje não foi avaliado.
18-05-2018
Prospeção de petróleo: PS tem proclamado uma coisa e praticado o seu contrário
    José Carlos Barros denunciou a “falta de rigor, transparência e a displicência que têm caracterizado este processo”.
23-03-2018
PSD defende a descontaminação dos solos e aquíferos da Praia da Vitória
    António Ventura apresentou o Projeto de Resolução dos sociais-democratas.
16-03-2018
PSD defende a realização de um estudo de impacto ambiental transfronteiriço relativamente às minas de urânio em Retortillo-Santidad
    Ângela Guerra apresentou a iniciativa dos sociais-democratas.
13-03-2018
PSD recomenda uma atuação de emergência na orla costeira do Algarve
    Os sociais-democratas exigem uma inventariação urgente das situações de risco no litoral algarvio.
21-02-2018
PSD critica passividade do governo em relação às minas de urânio junto à fronteira
    Emília Cerqueira alertou para os impactos ambientais destas minas a céu aberto.
08-02-2018
Laura Magalhães: “as questões da educação ambiental assumem uma importância vital”
    A deputada refere que através do trabalho desenvolvido nas escolas poderemos alterar os comportamentos das famílias.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas