Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Hugo Soares: Orçamento não tem como prioridade os portugueses
No encerramento das Jornadas Parlamentares do PSD, o líder da bancada social-democrata afirmou que o Orçamento não acautela o futuro.
No encerramento das Jornadas Parlamentares do PSD, Hugo Soares alertou que o Orçamento do Estado para 2018 “não tem como prioridade os portugueses”. Lembrou que o PSD trabalha por um “País cada vez mais igual”. Dirigiu, ainda, palavras de gratidão a Pedro Passos Coelho e destacou a competência dos candidatos à liderança do partido

“Foram jornadas parlamentares profícuas”, afirmou o líder parlamentar do PSD, Hugo Soares esta terça-feira, aquando do encerramento da iniciativa. “Saímos todos munidos dos instrumentos necessários para o combate político”, explicou, depois de ter salientado que o PSD é “um partido de gente que quer um território igual, uma sociedade mais justa” e, por isso, discutiram temas tão importantes como “O Portugal esquecido”, “O Estado da Saúde” e, ainda, o do Orçamento do Estado (OE) para 2018.

OE: “não acautela o futuro”

Depois de os deputados social-democratas terem analisado a proposta do OE deste Governo, Hugo Soares esclareceu que, na próxima quinta e sexta-feira, o PSD terá “a oportunidade de, no Parlamento, confrontar aqueles que o propõem”. Segundo frisou “este OE não tem como prioridade os portugueses”, foi feito “a pensar no dia a dia e não acautela o futuro, sobretudo das novas gerações”. “Este é já um selo da atual governação”, disse.

“Demos mais um contributo para que o nosso País seja cada vez mais igual”

Sobre o painel “O Portugal esquecido”, o presidente do grupo parlamentar, destacou que as intervenções dos deputados “demonstram bem a preocupação que o PSD e o grupo parlamentar sempre tiveram nestas matérias”. Lembrou, portanto, iniciativas dos social-democratas que passaram, por exemplo, pela apresentação de “um diploma para criar o estatuto dos territórios de baixa densidade”, pela discussão de “questões ligadas à natalidade”. “Fomos dos primeiros a propor soluções legislativas, no que diz respeito à floresta, ou a avançar com diplomas na área da descentralização”, apontou. “Hoje, ao discutirmos e propormos as nossas soluções para o tal Portugal esquecido, creio que demos mais um contributo para que o nosso País seja cada vez mais igual”, acrescentou.

Pedro Passos Coelho: “um dos melhores, senão o melhor, primeiro-ministro da história democrática em Portugal”

Hugo Soares quis, “em nome do grupo parlamentar”, expressar a Pedro Passos Coelho “a gratidão que todos sentimos pelo que fez pelo País”. “Tivemos em si um dos melhores, senão o melhor, primeiro-ministro da história democrática em Portugal”, afirmou, recordando que por ter colocado sempre os “interesses de Portugal” acima dos próprios ou dos do partido “merece para sempre o nosso respeito e consideração”.

Candidatos à liderança do PSD: “qualquer um dos dois será melhor primeiro-ministro do que António Costa”

Os candidatos à liderança do PSD, Rui Rio e Pedro Santana Lopes, também estiveram nas jornadas parlamentares. “Hoje podemos dizer ao País, depois de os ouvir, que ganhe quem ganhar as eleições internas, qualquer um dos dois será melhor primeiro-ministro do que António Costa”, afirmou Hugo Soares. “Essa certeza é não só pela afirmação do projeto social-democrata de sempre, mas também pela capacidade, competência e categoria dos dois candidatos”, justificou.

02-11-2017 Partilhar Recomendar
02-11-2017
Governo faz “um ataque sem precedentes à classe média portuguesa”
    Hugo Soares considerou o Orçamento “uma proposta incoerente, sem estratégia, nem reforma estrutural”.
02-11-2017
Orçamento: “PSD apresentará propostas a pensar no futuro do País”
    Pedro Passos Coelho anunciou que o PSD votará contra o Orçamento porque ele “não está orientado para o futuro, não gera emprego e não incentiva o investimento e a criação de empresas”.
26-10-2017
Jornadas Parlamentares do PSD – Conheça o Programa
   
01-06-2017
Sem a geringonça Portugal estaria a crescer mais e com mais justiça social
    Luís Montenegro garante que se o PSD estivesse no governo “não estaria tão preocupado com as notícias de amanhã mas com os efeitos das suas políticas no depois de amanhã”.
01-06-2017
“Atual Governo é caracterizado pelo faz-de-conta e pelo imobilismo”
    O líder do PSD afirmou que Portugal precisa de um novo patamar de crescimento e desafiou o governo a fazer emissão de dívida a 15 anos.
26-05-2017
Jornadas Parlamentares do PSD – Conheça o Programa
   
15-09-2016
“O Governo dizimou o investimento, falhou nas exportações e adormeceu o consumo”
    Hugo Lopes Soares afirmou que o “Governo das esquerdas está a desbaratar os esforços de todos os portugueses”.
14-09-2016
Jornadas Parlamentares do PSD em Coimbra levaram o Governo a agendar um Conselho de Ministros na cidade
    Maurício Marques salientou as virtudes da Região e homenageou Barbosa de Melo.
14-09-2016
Passos Coelho rejeita compromissos com quem “é revanchista” e “anda à pedrada”
    O líder do PS frisou que se voltar a acontecer um “mal maior” será “ato deliberado” do Governo.
14-09-2016
PSD vai apresentar mais de 20 iniciativas legislativas
    Luís Montenegro frisou que serão propostas concretas, cumprindo o duplo desiderato do PSD ser o maior partido da oposição e de construir uma alternativa política forte.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas