Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Nuno Serra frisa que a culpa dos incêndios reside na descoordenação e no combate
O Vice-Presidente da bancada do PSD afirmou que o relatório da Comissão Técnica Independente comprova essas falhas.
“Nunca será de mais relembrar os trágicos incêndios que existiram em Portugal este ano. Relembrar estas tragédias é manter na memória aqueles que perderam vida, mas é também prevenir o futuro. Um futuro onde o Estado não falhar como falhou. E o Estado falhou duas vezes em quatro meses. Falhou no socorro, no auxílio das populações e falhou no deficiente combate aos incêndios”. Foi desta forma que Nuno Serra iniciou a sua intervenção, no debate do Relatório da Comissão Técnica Independente para a análise célere e apuramento dos factos relativos aos incêndios que ocorreram em Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Ansião, Alvaiázere, Figueiró dos Vinhos, Arganil, Góis, Penela, Pampilhosa da Serra, Oleiros e Sertã entre 17 e 24 de junho de 2017.
De seguida, o Vice-Presidente da bancada do PSD frisou que para que o Estado não volte a falhar, tem de melhorar os erros e as deficiências, bem descritas no relatório da comissão técnica independente, e aproveitando este momento de reconstrução para implementar modelos mais eficazes no combate e mais sustentáveis e viáveis na prevenção.
Contudo, adianta o social-democrata, após a tragédia de Pedrogão Grande, o governo e a maioria de esquerda decidiu centrar atenções na reforma da floresta. “Após as diversas tragédias de 15 de outubro o Primeiro-Ministro responde novamente com a reforma florestal. Será que na consciência desta maioria nunca ocorreu que o problema maior terá sido no combate e na deficiência da Proteção Civil. Em primeiro lugar, os trágicos acontecimentos não foram culpa da nossa floresta, não foram culpa dos habitantes das zonas rurais, nem dos pequenos e médios produtores florestais. Foi sim, culpa da descoordenação e do combate. É isso que está bem claro no relatório que hoje discutimos. Em segundo lugar, a resposta da reforma da floresta é curta e frouxa porque a dimensão do problema não se adequa às medidas que quis tomar”.
Face a este cenário, Nuno Serra afirmou que “a atitude arrogante e soberba do Governo tem de mudar. Está na altura de acolher propostas construtivas da sociedade e da oposição que os senhores teimam em rejeitar. Está na altura de o Governo deixar de se escudar no território e nas florestas e encarar as suas responsabilidades passadas e futuras. Acolhendo as ideias do relatório em discussão, as ideias do PSD e de outros partidos”.
A terminar, o social-democrata declarou que o que se passou este ano foi um problema de Proteção Civil. “Um problema ao nível do combate e da coordenação de meios. Um problema cuja responsabilidade é exclusiva deste governo e do atual Primeiro-Ministro. Do Primeiro-Ministro, que fugindo às suas responsabilidades, apenas afirmou que estas tragédias se iam repetir e que nos teríamos de nos habituar. Não, nem o PSD nem os portugueses se habituarão a que o Estado falhe desta forma. O Estado não pode voltar a falhar”.

27-10-2017 Partilhar Recomendar
17-10-2018
Passividade e inoperância do governo não pode continuar a condenar o interior ao abandono
    Um ano após a tragédia dos incêndios de outubro, Fátima Ramos frisou que urge a construção de um país diferente, mais competitivo e menos assimétrico.
17-10-2018
Furacão Leslie: PSD defende a atribuição de apoios às populações afetadas
    Maurício Marques frisou que o Orçamento deve conter medidas para apoiar as zonas atingidas.
07-06-2018
Incêndios: PSD questiona o governo sobre reconstrução das casas destruídas
    Os sociais-democratas querem saber qual o ponto de situação da reconstrução das casas de primeira habitação.
17-05-2018
Incêndios: PSD exige saber como serão distribuídas as verbas do Fundo de Solidariedade da UE
    Os deputados do PSD eleitos por Santarém entregaram no Parlamento uma pergunta dirigida ao Ministro do Planeamento e das Infraestruturas.
09-05-2018
"Por que razão o PS demorou mais de três anos a demarcar-se de José Sócrates?"
    Fernando Negrão levou o “Caso Sócrates” ao debate com o Primeiro-Ministro, onde também desafiou António Costa a responder se o País está preparado para os incêndios.
02-05-2018
Carlos Peixoto: “os portugueses têm o direito de saber o que se passou no dia dos incêndios de Pedrógão”
    Perante as notícias de que foram destruídos documentos sobre o incêndio de Pedrógão Grande, o social-democrata solicitou ao governo a divulgação do relatório.
13-04-2018
Maurício Marques exige ao que governo apoie os pequenos agricultores afetados pelos incêndios
    O deputado defendeu a abertura de uma nova fase de candidaturas para apoiar os “lesados pela incompetência do governo”.
13-04-2018
“Estamos a um mês da época de incêndios e ninguém sabe quais são os meios operacionais disponíveis”
    Duarte Marques alerta que, mais uma vez, “está tudo atrasado”.
13-04-2018
Prevenção de incêndios: PSD pede ao governo que seja mais expedito e menos panfletário
    Carlos Peixoto sublinhou que os sociais-democratas não vão descansar enquanto não assegurarem que as populações estão muito mais seguras do que estiveram em 2017.
10-04-2018
Incêndios: PSD acusa o governo de discriminação na distribuição de apoios
    Os sociais-democratas contestam a opção do governo de distribuir de forma diferenciada os apoios aos concelhos afetados pelos incêndios.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas