Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Moção de Censura: António Costa falhou por causa da sua “incompetência, soberba e insensibilidade”
O líder parlamentar do PSD acusou o Primeiro-Ministro de falhar nas horas difíceis.
No debate da Moção de Censura motivada pelas falhas do governo nos Incêndios Trágicos de 2017, Hugo Soares acusou o Primeiro-Ministro de ter falhado devido à sua “incompetência, soberba e insensibilidade”. Dirigindo-se a António Costa, o Presidente da bancada do PSD frisou que “foi a sua incompetência, a sua insensibilidade e a sua soberba, que não ouviu os avisos da Liga de Bombeiros, do Instituto de Meteorologia e que fez com que não prolongasse a fase Charlie. Foi a sua incompetência, a sua soberba e a sua insensibilidade que o fez trocar gente competente na Autoridade Nacional da Proteção Civil pelos seus amigos incompetentes”.
Antes, e no seguimento das acusações dos socialistas, o parlamentar frisou que o PSD e CDS, no passado, não tiveram “nada que ver com o atual sucesso económico do país. Nós, no passado, não tivemos nada que ver com o acerto das contas públicas que hoje vivemos. Nós, no passado, não tivemos nada que ver com tudo o que de bom acontece hoje no país. Mas temos a responsabilidade, disse hoje o PS, pela tragédia que aconteceu em Pedrógão Grande e no dia 15 de outubro,” ironizou Hugo Soares, assinalando a “falta de decoro da bancada do PS.”
De seguida, o líder da “bancada laranja” afirmou que após estas catástrofes o país ficou a saber que “tem um Primeiro-Ministro excelente a dar boas notícias, que tem um político habilidoso como Primeiro-Ministro, mas que nas horas difíceis, em que os portugueses precisam de um chefe de Governo, o senhor está ausente e falha”.
No que respeita à Moção de Confiança, desafio lançado pelo social-democrata ao Primeiro-Ministro na passada semana, Hugo Soares lembrou que o governante referiu que isso não era necessário, pois o chumbo desta Moção de Censura seria uma demonstração do reforço do governo. “Ora, respondeu por si o líder parlamentar do PCP quando disse que o chumbo desta Moção de Censura não era um reforço do seu governo. Significa o que eu disse: o senhor Primeiro-Ministro não trouxe uma Moção de Confiança porque sabia que nem o BE, nem o PCP, nem o PEV a aprovariam”.
A terminar, o social-democrata enfatizou a urgência em dar respostas aos portugueses, reafirmou a disponibilidade do PSD para apoiar as medidas em debate e destacou as medidas já apresentadas pelo PSD.

24-10-2017 Partilhar Recomendar
18-01-2018
PSD propõe Projetos-piloto de ordenamento florestal para o interior
    Duarte Marques defendeu que o projeto previsto para Pedrógão seja alargado a Mação, Oleiros, Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Proença-a-Nova, Gavião e Nisa.
20-12-2017
“Este foi um ano bem penoso para os portugueses e a responsabilidade é sua que é Primeiro-Ministro”
    Hugo Soares contrariou António Costa e desafiou-o a pronunciar-se sobre a coerência do governo em assuntos como a associação Raríssimas, os CTT, o Salário Mínimo Nacional e o Montepio.
20-12-2017
Passos Coelho acusa o PS de instrumentalizar o Estado e os cidadãos
    O líder do PSD afirmou ainda não ter memória de “ano tão trágico”.
06-12-2017
“Este é um governo sozinho e esgotado”
    Hugo Soares afirmou que em questões estruturais o governo não pode contar com BE e PCP e questionou António Costa sobre o Infarmed e sobre o “flick flack à retaguarda” do PS em relação ao imposto das renováveis.
29-11-2017
Nuno Serra acusa a esquerda de não valorizar os territórios de baixa densidade populacional
    O deputado apelou à implementação de reformas que criem condições para atrair mais população e empresas para estas regiões.
29-11-2017
Maurício Marques apela ao governo para que “pare, escute e olhe”
    Em causa a atuação do executivo em relação aos incêndios e às propostas do PSD que teima em rejeitar.
29-11-2017
Incêndios: “alguém acha razoável o Estado ir cobrar impostos às pessoas que perderam as suas casas?”
    Margarida Balseiro Lopes criticou a esquerda por ter chumbado a proposta do PSD de isenção de IMI a quem perdeu a sua casa.
29-11-2017
Incêndios: PSD propõe a criação de um programa nacional de apoio à recuperação do parque habitacional afetado
    A iniciativa dos sociais-democratas foi apresentada pela deputada Berta Cabral.
29-11-2017
PSD apresenta propostas para apoiar as empresas e os territórios que foram atingidos pelos incêndios
    Luís Leite Ramos frisou que estas medidas são urgentes e visam resolver problemas que afetam empresas e populações.
29-11-2017
PSD quer prestar Justiça a todas as vítimas dos incêndios deste ano
    Fernando Negrão apresentou 8 iniciativas dos sociais-democratas que visam impedir que o horror se repita.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas