Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Sara Madruga da Costa considera que Orçamento do Estado é mau para a Madeira
A deputada lamenta que o governo continue sem destinar uma verba para a construção do novo hospital da Madeira.
Sara Madruga da Costa considera que a Proposta de Lei do Orçamento de Estado (OE) para 2018 “fica muito aquém do esperado e anunciado pelo Primeiro-Ministro” e por isso é um mau orçamento para a Madeira. “Não é compreensível que dois anos após o anúncio do Primeiro-Ministro António Costa, de financiamento do novo hospital da Madeira, o Orçamento de Estado de 2018 não contenha qualquer norma relativa a esta importante infraestrutura”, afirmou.
Após ter participado numa Conferência na Escola Ângelo Augusto da Silva sobre o funcionamento da Assembleia da República e o Orçamento do Estado, Sara Madruga da Costa sublinhou que “já sabíamos que o Primeiro-Ministro era um ilusionista, que gosta muito de anunciar e prometer, mas não podemos admitir que utilize um assunto tão sério e importante para os madeirenses e porto-santenses para tentar fazer mais um truque de magia”.
A deputada salientou que, durante dois anos, já aconteceu um pouco de tudo. “António Costa e o PS-M anunciaram o compromisso, garantiram através de outdoors que o financiamento do Hospital já estaria assegurado, de uma mera intenção sem qualquer verba prevista no anterior OE passou-se para uma mera intenção de cinquenta por cento e agora, pelos vistos, através de mais um golpe de magia e sem qualquer explicação, continua a não estar prevista nenhuma verba no OE de 2018 para a construção do Hospital da Madeira, o que é preocupante.”
Sara Madruga da Costa lembra que um Hospital não se constrói em dois dias e muito menos sem verbas, suspeitando que a intenção de António Costa seja apenas a de “lançar a primeira pedra em 2019”. A deputada refere ainda que “prometer e anunciar é fácil, mas mais importante que as palavras, é concretizar os compromissos assumidos”.
“Não é desta forma que se trata um assunto prioritário para uma Região Autónoma”, argumentou.
Para além da não consagração de verba para o Hospital da Madeira, a deputada Sara Madruga da Costa referiu que o Orçamento do Estado também não contempla qualquer verba para o pagamento da dívida de 16 milhões dos subsistemas de saúde ao SESARAM e para o regresso em massa dos emigrantes da Venezuela, entre outras questões relevantes para a Região.

17-10-2017 Partilhar Recomendar
02-03-2018
Dívida da República relativa às receitas dos Serviços Regionalizados de Registos e Notariado preocupa Sara Madruga da Costa
    A deputada reuniu com o Diretor Regional da Administração da Justiça e com os deputados regionais.
21-02-2018
Sara Madruga da Costa reclama por “justiça nos dois sentidos”
    A deputada reuniu com o Presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça e com funcionários judiciais madeirenses.
15-02-2018
Madeira: António Costa não cumpre os compromissos assumidos
    A quebra de compromisso em relação ao Novo Hospital da Região foi um dos exemplos dados por Sara Madruga da Costa.
14-02-2018
Rubina Berardo leva preocupações da Madeira à Comissão Eventual para a definição da “Estratégia Portugal 2030”
    A deputada reuniu com as entidades regionais e com a Eurodeputada Cláudia Monteiro Aguiar para se inteirar das matérias que interessam à Região.
09-02-2018
Sara Madruga da Costa critica injustiça na atribuição de verbas do FFF à freguesia da Calheta
    O alerta foi deixado após uma reunião com o Presidente da Junta de Freguesia.
05-02-2018
Paulo Neves alerta que propostas do PS e do BE põem em causa a subsistência de unidades de Alojamento Local
    O deputado destacou a importância deste modelo de negócio para a economia da Madeira.
26-01-2018
“O PSD tem acompanhado com profunda solidariedade, preocupação e proximidade a questão da comunidade portuguesa na Venezuela”
    Paulo Neves garantiu aos portugueses e luso-descendentes que vivem na Venezuela que “não estão sozinhos”.
17-01-2018
Encerramento da Loja dos CTT na Madeira: deputados do PSD reúnem com Presidente da Junta de Freguesia de Santo António
    Os sociais-democratas escutaram as preocupações do autarca e consideraram que esta é uma situação inaceitável.
10-01-2018
Sara Madruga da Costa contesta o encerramento de balcão dos CTT no Funchal
    A deputada considera “inadmissível e incompreensível” a decisão e critica o silêncio dos deputados da esquerda.
23-11-2017
PSD defende reforço dos apoios aos emigrantes que regressam da Venezuela
    Paulo Neves recordou que estes concidadãos regressam numa situação muito difícil.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas