Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Hugo Soares acusou António Costa de liderar o “governo da desresponsabilização”
O líder parlamentar do PSD lastimou a forma como o Primeiro-Ministro se desresponsabiliza de todos os casos.
No seu primeiro debate com o Primeiro-Ministro na qualidade de Presidente do Grupo Parlamentar do PSD, Hugo Soares acusou António Costa de liderar o “governo da desresponsabilização”. Num debate sobre o tema da habitação, que se iniciou com o governante a apresentar mais um conjunto de medidas, o social-democrata recordou que António Costa apresentou, há 2 anos, um grande fundo para a reabilitação urbana. “Hoje já se esqueceu de falar dele. Anunciou o programa da Casa Eficiente, hoje já se esqueceu dele. O senhor tinha até 5,5 milhões de euros no Orçamento para as políticas do sector, mas ficaram todos cativados e não gastou sequer um milhão. O senhor é melhor a anunciar medidas em cinco minutos, do que um bom carpinteiro a apertar pregos o dia inteiro. O senhor é de facto extraordinário a apresentar medidas, mas é a política do show-off e não passa à ação”.
Contudo, acrescenta o líder parlamentar do PSD, além dos portugueses serem confrontados com um “Primeiro-Ministro do anúncio das medidas e da governação do dia-a-dia”, neste período de férias “ficámos também a saber que este é o governo da desresponsabilização”. “O seu governo mudou a meio as regras do concurso de colocação de professores. Durante o período de férias morreram mais de 60 pessoas nos incêndios em Portugal, parece que a culpa vai morrer solteira e também aqui temos desresponsabilização. O boy do PS que devia ser demitido por indecente e má figura, sai por uma questão lateral e o senhor primeiro-Ministro não assume qualquer responsabilidade. E tivemos o caso de Tancos, que numa primeira fase era de grande gravidade, numa segunda fase não era nada de mais até porque o material era uma espécie de sucata. Depois tivemos as inenarráveis declarações do senhor Ministro da Defesa que, a determinada altura, já não sabia o que tinha acontecido em Tancos. 97 dias depois é altura de confrontar o Primeiro-Ministro: pode dizer hoje ao país se o que aconteceu em Tancos foi ou não foi um furto”, questionou Hugo Soares.
Perante a recusa em responder do Primeiro-Ministro, o social-democrata disse a António Costa que “é de responsabilidade política que estamos a falar e o senhor não a tem. É assim também na questão dos professores. O senhor elenca o problema, mas conhecia as regras, mudou-as e os professores foram prejudicados”.
De seguida, Hugo Soares focou a sua intervenção no sector da saúde, confrontando o Primeiro-Ministro com as dívidas que continuam a “crescer de forma exponencial”. “Durante os últimos meses a dívida continua a crescer de forma exponencial, são greves atrás de greves, são cirurgias adiadas, é um serviço que não serve as pessoas. Mas os senhores enchem a boca que estão a salvar o SNS e tiveram até a ousadia de ter um Secretário de Estado a dizer que era um tormento governar nestas circunstâncias. Tormento era governar quando não havia certeza se havia dinheiro para pagar salários. Tormento era quando se tinha de pagar as dívidas que o governo a que o senhor pertenceu deixou para os outros pagarem. Isso é que era um tormento”.
A terminar, Hugo Soares lamentou a ausência de respostas por parte de António Costa, mas deixou a garantia que o Grupo Parlamentar do PSD “vai continuar a colocar questões”, sabendo que do outro lado encontrará um Primeiro-Ministro que se desresponsabiliza constantemente.

04-10-2017 Partilhar Recomendar
Hugo Soares questiona António Costa
Hugo Soares questiona António Costa
15-02-2019
Bruno Vitorino contesta morosidade do processo de atribuição de pensões de preço de sangue
    O deputado considera que “é inaceitável e imoral a demora e burocracia associadas a situações tão sensíveis como esta”.
08-02-2019
“Participação dos cidadãos no processo de decisão em saúde é fundamental para se alcançarem decisões justas, equilibradas e transparentes”
    Essa preocupação, adianta Isaura Pedro, está refletida na Lei de Bases da Saúde que o PSD apresentou.
08-02-2019
“Requisição civil decretada simboliza a falência da capacidade negocial de um governo em desespero”
    Ângela Guerra apelou ao governo para que “emende a mão” e deixe de tentar “virar portugueses contra portugueses”.
08-02-2019
Hospital do Senhor do Bonfim é o espelho do “exagero, irresponsabilidade e irracionalidade” da governação socialista
    Simão Ribeiro colocou em evidência “a diferença abissal” entre as promessas socialistas e a realidade.
07-02-2019
PSD evoca memória dos membros do Congresso da República Portuguesa mortos na Grande Guerra
    Conceição Bessa Ruão declarou o apoio do PSD à iniciativa que visa consagrar a memória de João Francisco de Sousa, José Afonso Palla e José Botelho de Carvalho Araújo.
06-02-2019
“Aguardar 1000 dias por uma consulta é fortalecer o SNS?”
    No debate quinzenal com o Primeiro-Ministro, Fernando Negrão lamentou que António Costa não “sinta vergonha de ter feito parte do governo que deixou o país em bancarrota”.
01-02-2019
Transporte não urgente de doentes: PSD defende um regime justo, equilibrado e que respeite as necessidades dos utentes
    Ana Oliveira teceu críticas às iniciativas apresentadas pelo BE, PEV e PCP.
01-02-2019
PSD apoia a criação de um Registo Nacional de Esclerose Múltipla
    José António Silva elencou as mais-valias da criação deste registo.
31-01-2019
Funções dos Técnicos Auxiliares de Saúde justificam a existência de uma carreira própria
    Miguel Santos afirmou que a reintegração destes profissionais nas carreiras especiais da saúde não pode continuar a ser adiada pelo governo.
31-01-2019
Luís Vales louva esforço que o SNS tem realizado na procura das melhores respostas às necessidades dos doentes oncológicos
    O deputado enalteceu a abnegação e a elevada competência dos profissionais de saúde que se dedicam a esses doentes.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas