Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Hugo Soares acusou António Costa de liderar o “governo da desresponsabilização”
O líder parlamentar do PSD lastimou a forma como o Primeiro-Ministro se desresponsabiliza de todos os casos.
No seu primeiro debate com o Primeiro-Ministro na qualidade de Presidente do Grupo Parlamentar do PSD, Hugo Soares acusou António Costa de liderar o “governo da desresponsabilização”. Num debate sobre o tema da habitação, que se iniciou com o governante a apresentar mais um conjunto de medidas, o social-democrata recordou que António Costa apresentou, há 2 anos, um grande fundo para a reabilitação urbana. “Hoje já se esqueceu de falar dele. Anunciou o programa da Casa Eficiente, hoje já se esqueceu dele. O senhor tinha até 5,5 milhões de euros no Orçamento para as políticas do sector, mas ficaram todos cativados e não gastou sequer um milhão. O senhor é melhor a anunciar medidas em cinco minutos, do que um bom carpinteiro a apertar pregos o dia inteiro. O senhor é de facto extraordinário a apresentar medidas, mas é a política do show-off e não passa à ação”.
Contudo, acrescenta o líder parlamentar do PSD, além dos portugueses serem confrontados com um “Primeiro-Ministro do anúncio das medidas e da governação do dia-a-dia”, neste período de férias “ficámos também a saber que este é o governo da desresponsabilização”. “O seu governo mudou a meio as regras do concurso de colocação de professores. Durante o período de férias morreram mais de 60 pessoas nos incêndios em Portugal, parece que a culpa vai morrer solteira e também aqui temos desresponsabilização. O boy do PS que devia ser demitido por indecente e má figura, sai por uma questão lateral e o senhor primeiro-Ministro não assume qualquer responsabilidade. E tivemos o caso de Tancos, que numa primeira fase era de grande gravidade, numa segunda fase não era nada de mais até porque o material era uma espécie de sucata. Depois tivemos as inenarráveis declarações do senhor Ministro da Defesa que, a determinada altura, já não sabia o que tinha acontecido em Tancos. 97 dias depois é altura de confrontar o Primeiro-Ministro: pode dizer hoje ao país se o que aconteceu em Tancos foi ou não foi um furto”, questionou Hugo Soares.
Perante a recusa em responder do Primeiro-Ministro, o social-democrata disse a António Costa que “é de responsabilidade política que estamos a falar e o senhor não a tem. É assim também na questão dos professores. O senhor elenca o problema, mas conhecia as regras, mudou-as e os professores foram prejudicados”.
De seguida, Hugo Soares focou a sua intervenção no sector da saúde, confrontando o Primeiro-Ministro com as dívidas que continuam a “crescer de forma exponencial”. “Durante os últimos meses a dívida continua a crescer de forma exponencial, são greves atrás de greves, são cirurgias adiadas, é um serviço que não serve as pessoas. Mas os senhores enchem a boca que estão a salvar o SNS e tiveram até a ousadia de ter um Secretário de Estado a dizer que era um tormento governar nestas circunstâncias. Tormento era governar quando não havia certeza se havia dinheiro para pagar salários. Tormento era quando se tinha de pagar as dívidas que o governo a que o senhor pertenceu deixou para os outros pagarem. Isso é que era um tormento”.
A terminar, Hugo Soares lamentou a ausência de respostas por parte de António Costa, mas deixou a garantia que o Grupo Parlamentar do PSD “vai continuar a colocar questões”, sabendo que do outro lado encontrará um Primeiro-Ministro que se desresponsabiliza constantemente.

04-10-2017 Partilhar Recomendar
Hugo Soares questiona António Costa
Hugo Soares questiona António Costa
20-09-2018
Saúde: “a realidade contraria a propaganda do governo”
    Ricardo Baptista Leite considerou “antissocial e totalmente incompreensível” a decisão do governo de excluir todos os doentes com necessidades paliativas da Rede Nacional de Cuidados Continuados.
19-09-2018
Fátima Ramos participa nas cerimónias do 39º aniversário do Serviço Nacional de Saúde
    A deputada destacou a importância destas iniciativas num momento em que o SNS vive várias dificuldades.
13-07-2018
“A geringonça está a mutilar o Serviço Nacional de Saúde”
    Adão Silva considera que a atual governação originou um “SNS mutilado, claudicante e sem servir às pessoas”.
12-07-2018
Governo volta a falhar no Hospital de Santarém
    Os deputados eleitos pela Região constataram essa realidade após reunirem com a Administração do Hospital Distrital de Santarém.
05-07-2018
“O INFARMED não se vai deslocalizar para a cidade do Porto”
    A conclusão foi retirada por Ricardo Baptista Leite após ouvir o Ministro da Saúde.
05-07-2018
“Hospital da Madeira continua a não ser uma prioridade para este Governo”
    Sara Madruga da Costa desafiou o executivo a cumprir com a sua palavra e honrar os compromissos que assumiu com os madeirenses.
05-07-2018
Cristóvão Norte apela ao Ministro da Saúde que eleja o Algarve como prioridade
    O deputado lamentou que o Algarve tenha ficado de fora das prioridades do governo para a construção de novos hospitais.
05-07-2018
Fátima Ramos considera que a construção da nova maternidade é crucial para Coimbra
    A deputada lamentou que os anúncios ainda não se tenham concretizado.
05-07-2018
Governo continua a adiar a construção da futura ala pediátrica do Hospital de São João
    Simão Ribeiro lembra que passaram três meses e o concurso para a obra ainda não foi lançado.
05-07-2018
“Governo reconhece que o acesso à saúde está a piorar de ano para ano”
    Segundo Luís Vales esse reconhecimento está patente no Relatório sobre o Acesso aos Cuidados de Saúde no SNS.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas