Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
“O Estado falhou redondamente e agora tem de apurar responsabilidades”
Margarida Balseiro Lopes frisou que é função dos deputados questionar e exigir respostas.
No entender de Margarida Balseiro Lopes, 13 dias depois do início do incêndio em Pedrógão Grande há mais perguntas do que respostas para explicar a tragédia.
Lembrando que esteve no terreno a acompanhar toda esta tragédia, a deputada do PSD afirmou que não pode aceitar que 13 dias depois a Ministra da Administração Interna afirme que a única conclusão a que chega é que foi um grande incêndio. “Questionar e exigir respostas não é aproveitamento político, é a função dos deputados, principalmente aos eleitos pelo distrito de Leiria”, referiu.
Neste sentido, adianta a social-democrata, “ao exigir respostas faço-o não só por ter estado lá, em Pedrógão Grande, em Figueiró dos Vinhos, em Castanheira de Pera. Não só por conhecer muitos dos que viram a tragédia à porta de casa, não só por ser deputada eleita pelo distrito, mas sobretudo e principalmente pelas vítimas, pelos seus familiares, pelas populações que exigem respostas e porque uma tragédia destas não pode voltar a ter lugar”.
“Tem de ser explicado por que razão nos dias 17 e 18 de junho, apesar dos pedidos de socorro, as pessoas foram deixadas à sua sorte, algumas delas, como em Sarzedas ou em Pobrais. Tem de ser explicado por que razão houve aldeias onde não foi nenhum bombeiro e sabemos depois que Portugal recusou a ajuda de 60 bombeiros espanhóis. Tem de ser explicado por que razão, 5 horas depois do incêndio começar há 47 pessoas que morrem na estrada 236. E por favor, não se diga que a culpa é de todos que isso é o mesmo que dizer que a culpa não é de ninguém. Nem digam que a culpa é dos eucaliptos, porque os eucaliptos já cá estavam e nunca morreram 64 pessoas”
A terminar, Margarida Balseiro Lopes enfatizou que “não foi apenas um sistema, não foi só o SIRESP que falhou. Foi o Estado que falhou redondamente e agora tem de apurar responsabilidades e de assumir as suas responsabilidades”.

29-06-2017 Partilhar Recomendar
13-05-2019
Cativações e cortes no investimento. “Chama a isto boa gestão das contas públicas?”
    Fernando Negrão acusou António Costa de fazer um “brilharete nas contas” à custa de corte no investimento.
10-05-2019
Bancadas do PS, BE e PCP “são a lavandaria política do governo socialista”
    No debate sobre o Fundo de Solidariedade Europeu, Rubina Berardo acusou as bancadas da esquerda de branquearem a atuação do governo.
10-05-2019
Gestão do Fundo de Solidariedade tem sido incompetente, imoral e uma vergonha
    Duarte Marques considera “indigno” que o governo queira ficar com o dinheiro destinado aos municípios afetados pelos incêndios.
10-05-2019
Incêndios: “o governo aproveita-se da desgraça alheia para financiar serviços públicos”
    António Lima Costa afirma que o governo desviou verbas europeias destinadas às zonas afetadas para financiar organismos da administração central sediados em Lisboa.
04-04-2019
“O Governo não consegue nomear pessoas qualificadas sem serem familiares?”
    Fernando Negrão entende que o “Governo está a funcionar em circuito fechado”.
03-04-2019
Governo só veio criar confusão e propaganda no combate aos incêndios
    Duarte Marques alertou que todas as autoridades estão desiludidas com as alterações promovidas pelo executivo.
03-04-2019
Incêndios: Estado tem de dar o exemplo e limpar os terrenos
    Emília Cerqueira destacou ainda o trabalho das forças e serviços de segurança.
21-02-2019
Incêndios: Relatório do Observatório Técnico Independente “coloca a nu a falta de estratégia do governo para uma verdadeira política florestal”
    Luís Pedro Pimentel enumerou vários dos erros cometidos pelo executivo.
21-02-2019
Governo ainda não implementou políticas públicas integradas e estruturantes de combate aos Incêndios Rurais
    Emília Cerqueira considera que, depois de ter falhado em 2017, o executivo continua a falhar.
17-10-2018
Passividade e inoperância do governo não pode continuar a condenar o interior ao abandono
    Um ano após a tragédia dos incêndios de outubro, Fátima Ramos frisou que urge a construção de um país diferente, mais competitivo e menos assimétrico.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas