Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Sistema da Carta por pontos é mais intuitivo e transparente
Carina João saudou o Governo por avançar para este sistema.

No debate da alteração ao Código da Estrada que visa introduzir o sistema da Carta por pontos, Carina João começou por saudar e louvar o Governo pela concretização do que já vem expresso na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária desde de 2009 cujo objetivo último é aquele que nos move: salvar vidas na estrada.

De seguida, a deputada recordou que a Carta por pontos já existe na maior parte dos países da europa, alguns desde 1974, mas desde 1994 que o regime de carta de condução em Portugal já é, na sua filosofia e aplicação prática, em tudo semelhante àquilo que agora se propõe: “a um determinado número de contraordenações graves/muito graves e respetivo cumulativo, assim correspondem sanções e cassações de carta. Agora está apenas traduzido em numérico: a cada condutor 12 pontos, às contraordenações graves/muito graves, assim são subtraídos pontos em função da natureza e cúmulo de infrações. É mais intuitivo e mais transparente”.

No que respeita à penalização acrescida à subtração de pontos em caso de crimes de natureza rodoviária e por efeito de álcool, a social-democrata afirmou que a bancada do PSD não hesitará em apoiar todas as medidas que forem tomadas no sentido de prevenir e penalizar esses comportamentos.

No que respeita aos efeitos “positivos” na tradução de comportamentos em pontos positivos, Carina João frisou que “o sistema de premiar condutores que durante 3 anos tenham cadastro limpo, com +3 pontos (até um máximo de 15 pontos) é de justiça para quem anda na estrada a cumprir as regras. É de justiça também que essa diferenciação se faça para condutores profissionais, baixando esse período para os 2 anos de cadastro limpo, fruto da frequência com que esses condutores exercem as suas funções e da probabilidade também de autuação por parte das forças de segurança”.

A terminar, a parlamentar pediu ao Governo a sensibilidade para as alterações que este Parlamento vai querer introduzir na especialidade. “Da parte do PSD e o CDS queremos ver incluído nestas alterações a revalidação de conhecimentos como forma de aumentar a capacidade de conhecimentos dos condutores e como forma de premiar, ainda que simbolicamente, esse fator diferenciador e positivo. A renovação da carta de condução em Portugal é meramente administrativa. Tantas vezes esquecemos os sinais, tantas são as alterações tecnológicas, tantas as mudanças de desenho urbano, que o contacto de novo com as regras e formas dos sinais de trânsito, são um contributo que pode ajudar a melhorar a forma da condução. Para o PSD a carta de condução tem que ser mais do que um papel que se tem na mão”.


24-06-2015 Partilhar Recomendar
01-02-2019
Sinistralidade rodoviária: com este governo inverteu-se a tendência de decréscimo de acidentes rodoviários e vítimas mortais
    Carlos Silva considera que o governo tarda em dar resposta a vários dos problemas rodoviários.
25-01-2019
Fernando Negrão acusa Governo de estar a “destruir o Serviço Nacional de Saúde”
    O líder da bancada do PSD lamentou a desumanidade e insensibilidade social manifestada pelo Primeiro-Ministro.
24-01-2019
Cristóvão Crespo e José de Matos Rosa preocupados com o corte e roubo de sobreiros e cortiça em Ponte de Sor
    Os sociais-democratas questionaram os Ministros da Administração Interna e da Agricultura sobre esta situação.
18-01-2019
O mau estado a que chegaram os nossos serviços públicos é uma realidade que emerge
    Rui Cruz afirmou que o governo já não consegue negar essa evidência.
11-01-2019
Sinistralidade Rodoviária: PSD está preocupado com o agravamento dos números
    Os sociais-democratas afirmam que os dados sugerem “a falência da estratégia prosseguida”.
04-01-2019
Governo não pode continuar a adiar os recursos adequados à segurança dos cidadãos
    O alerta foi deixado por Rui Cruz no debate do Projeto de Lei para o reforço das medidas de segurança nos Estabelecimentos de Restauração e Bebidas.
04-01-2019
Governo tardou na alteração ao regime do exercício da atividade de segurança privada
    Luís Marques Guedes afirmou que a expetativa criada com a demora “acabou gorada”.
21-12-2018
PSD contesta alterações ao Regime Jurídico das Armas e Munições
    Andreia Neto considera que o governo apresenta “soluções altamente controversas e sem qualquer tipo de justificação”.
21-09-2018
Governo encerrou a esquadra da PSP na freguesia das Avenidas Novas com a cumplicidade política da Câmara Municipal de Lisboa
    Sandra Pereira contestou o comportamento do governo e município em todo o processo.
12-07-2018
Marques Guedes: “vivemos na área da Proteção Civil tragédias sem paralelo em 2017”
    No debate do Relatório Anual de Segurança Interna, o social-democrata lamentou ainda a inversão da tendência na área da sinistralidade rodoviária.
Início Anterior Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas