Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Carina João oradora na Convenção Nacional dos Centros de Inspeção
A deputada fez uma intervenção sobre a qualidade das inspeções de veículos na Segurança Rodoviária.

A deputada Carina João foi oradora convidada na Convenção Nacional dos Centros de Inspeção, que se realizou esta quinta-feira, em Cascais. A social-democrata, que é também Coordenadora do Grupo de Trabalho de Segurança Rodoviária, fez uma intervenção sobre a qualidade das inspeções de veículos na Segurança Rodoviária, sublinhando que o “mundo” das inspeções técnicas de veículos é de importância extrema para a segurança rodoviária do país. Segundo a deputada, na complexa “malha” de intervenientes e agravantes que podem estar na causa de um acidente, a segurança técnica de um veículo tem um papel fundamental, isso é reconhecido por todos.

De seguida, a parlamentar frisou que “olhamos também com cuidado para os desafios ambientais, com os objetivos do menor número de emissões de carbono, aliás, uma das vertentes chave do debate internacional com a proteção ambiental na ordem do dia, e nesse contexto também as inspeções têm um papel fundamental a desempenhar”. Recorda Carina João que os veículos não seguros aumentam o risco de acidente e a gravidade dos acidentes, e os custos económicos e sociais dos acidentes de viação são um custo demasiado elevado para que não sejam atendidas todas as verificações anteriores que tenham que ser feitas para que isso não aconteça.

Sublinhando que a inovação no setor automóvel é uma realidade, a social-democrata lembrou que esse progresso técnico e a melhoria dos veículos, com padrões de evolução tecnológica constante, obrigam também a um cuidado acompanhamento e permanente atualização sobre as fiscalizações que tenham que ser feitas, das inspeções, às autuações rodoviárias por parte das forças de segurança. “E esse caminho tem que ser feito em conjunto, para que a legislação não fique desadequada das reais necessidades de todo este sistema e deste equilíbrio. Há ainda lacunas a que temos que atender, fruto da observância dos números e dos grupos de risco definidos na estratégia nacional de segurança rodoviária. Falo dos veículos de 2 rodas e falo, por exemplo, dos tratores agrícolas, cuja incidência do número de acidentes mortais nos obriga a essa reflexão. Várias publicações revelam que os veículos de 2 rodas, por exemplo, têm de longe o pior recorde de segurança rodoviária na EU, e os acidentes mortais com tratores agrícolas têm tido números sem tréguas. São claramente áreas a acompanhar nos próximos tempos”, concluiu.


19-06-2015 Partilhar Recomendar
14-04-2010
Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária questionado por Carina João e Carla Barros
    Audição realizou-se quarta-feira na Sub-Comissão de Segurança Rodoviária
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas