Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD quer integrar a sinistralidade rodoviária como um novo objetivo dos conselhos municipais de segurança
Carina João refere que o objetivo principal do diploma é salvar vidas.

Carina João apresentou, esta quinta-feira, o Projeto de Lei do PSD que visa integrar a sinistralidade rodoviária como um novo objetivo dos conselhos municipais de segurança.

Recordando que estamos na década europeia para a segurança rodoviária, a deputada começou por sublinhar que é fundamental uma ação concertada entre a Administração local e a Administração central para que os números de continuem a diminuir. “Em 2003, o número de mortos em acidentes de viação era de 1356 vítimas. Em 2013, o número de vítimas mortais foi de 518. Estas cifras ilustram bem o caminho percorrido pelo nosso país a este nível. O trabalho não deve contudo terminar na análise dos números, há muitas matérias que merecem a reflexão de todos e o combate generalizado, principalmente quando percebemos que uma grande parte das vítimas, hoje, provém de acidentes em meio urbano. Os arruamentos, segundo o relatório anual da ANSR de 2013, são responsáveis pela morte de 144 das 518 vítimas de mortalidade nas estradas. O número de mortes ao nível dos peões foi de 95, sendo que dentro das localidades se verificaram 70 das mortes de peões”.

No que respeita à sinistralidade rodoviária, a deputada considera ser necessário traçar metas locais. “É fundamental integrar nos Conselhos Municipais de Segurança, a matéria da segurança rodoviária. Justifica-se também pelo facto de estarem em elaboração uma série de Planos Municipais de Segurança Rodoviária”.

A terminar, Carina João sublinhou a importância de uma coordenação e homogeneização a nível nacional. “Homogeneização de traçados, de sinalização vertical e horizontal, de materiais, geometrias, enfim, tornar as vias das cidades mais intuitivas e mais seguras. Sei que deputados, autarquias, polícia, governos e cidadãos, todos partilhamos da mesma meta: salvar vidas na estrada. Hoje é mais um passo nessa direção”.

02-04-2015 Partilhar Recomendar
14-04-2010
Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária questionado por Carina João e Carla Barros
    Audição realizou-se quarta-feira na Sub-Comissão de Segurança Rodoviária
Início Anterior
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas