Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
Natalidade: PSD apela ao PS para colocar o interesse nacional acima dos interesses partidários
O apelo de Hugo Lopes Soares vai no sentido de se encontrarem soluções que apontem um caminho para que este possa ser um país com futuro.

“Um país sem crianças é um país sem futuro. A natalidade deve e tem de ser tratada como um tema estruturante e transversal às várias áreas de atuação política. As políticas que visam proteger as crianças e apoiar as famílias devem merecer amplos consensos políticos e sociais. O PSD quis dar hoje início a um debate com horizonte, que identifica um problema estrutural do país e que pretende encontrar soluções”. Foram estas as palavras iniciais de Hugo Lopes Soares no encerramento do debate do Projeto de Resolução do PSD que visa aprofundar a proteção das crianças, das famílias e promover a natalidade.

De seguida, o Vice-Presidente da bancada do PSD afirmou que o debate que teve lugar não “dignificou a política”. “Aquilo que aqui hoje aconteceu é que os partidos da oposição não foram capazes de deixar de lado a partidarite, o combate político do dia-a-dia e não foram capazes de ter o interesse nacional como prioridade da vossa atuação política. No PSD iniciamos este caminho, apresentamos um Projeto com um relatório que não é nosso, mas sim de uma Comissão Técnica composta por cidadãos com méritos reconhecidos na sociedade. E o que se exigia a todos os partidos da oposição é que fossem capazes de, por uma vez, deixar as questões da política mais pequena de lado e se debruçassem sobre um tema estrutural como a natalidade. Os senhores não foram capazes e não quiseram deixar a pequena política. Sejamos capazes de encontrar soluções que sejam consensuais, que apontem um caminho para que este possa ser um país com futuro”, apelou o parlamentar.

Dirigindo-se diretamente ao PS, o Vice-Presidente da “bancada laranja” perguntou quando é que o PS deixa a retórica eleitoralista e coloca o interesse nacional acima dos seus interesses partidários. “A bancada do PSD não leva lições de autoridade moral do PS, um partido que levou o país à pré-bancarrota, um partido que deixou em PPP’s milhões para o país pagar no futuro, que deixou milhões de dívida para pagar na saúde, um partido que vai pedir ajuda externa para no dia seguinte às eleições sacudir a água do capote e não assumir a responsabilidade do que fez ao país”.

A terminar, Hugo Lopes Soares recordou que António Costa, no dia da sua eleição, afirmou que “aquele seria o primeiro dia dos últimos dias deste Governo”. Dirigindo-se à bancada do PS, o social-democrata enfatizou que “aquele foi o primeiro dia de muitos dias do Dr. António Costa na oposição a este Governo”.

16-10-2014 Partilhar Recomendar
08-05-2019
Demografia: mais do que alterações pontuais, devemos procurar fazer uma abordagem transversal e integrada
    Susana Lamas apelou a um debate sério, “pois é o nosso futuro coletivo que está em causa”.
03-05-2019
Apoio à parentalidade: o interesse das famílias deve prevalecer
    Apesar de lamentar a não aprovação de algumas das propostas do PSD, Clara Marques Mendes sublinhou que este é um processo com que o Parlamento se deve congratular.
06-12-2018
Bloco não resiste a misturar PMA com gestação de substituição
    Emília Cerqueira lamentou a postura dos bloquistas, bem como a posição “cega” do CDS.
06-12-2018
PSD quer contribuir para resolver o impasse em torno da PMA
    Ângela Guerra frisou que o propósito dos sociais-democratas é o de contribuir para a resolução dos problemas de infertilidade ou esterilidade de milhares de casais.
26-11-2018
PSD apresenta medidas de apoio à natalidade e às famílias
    Clara Marques Mendes considerou que se tratam de propostas fundamentais para o futuro do país.
27-09-2018
“Não nos resignamos com um país que perde, década após década, centenas de milhares de habitantes”
    Margarida Balseiro Lopes considera um “desígnio nacional” a inversão desta situação.
27-09-2018
Susana Lamas: é da maior importância inverter o atual quadro demográfico
    A deputada considera que as respostas a este problema não podem continuar a ser adiadas.
27-09-2018
PSD defende a criação de uma Comissão Eventual para combater o declínio demográfico
    Clara Marques Mendes apresentou a iniciativa dos sociais-democratas e enfatizou que “uma política para a infância é um desígnio nacional”.
27-09-2018
“É inaceitável que ter filhos seja um fator de desigualdade e de desvantagem no tratamento que o Estado dá às famílias”
    A crítica foi deixada por Inês Domingos no debate sobre demografia.
27-06-2018
“O Governo parece esquecer a importância de criar condições para que os portugueses jovens não deixem o país”
    Nilza de Sena considera que é crucial inverter o quadro demográfico preocupante que faz de Portugal o 6º país mais velho do mundo.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas