Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
PSD considera que é indispensável alcançar compromissos para um tema tão estrutural como a natalidade
Segundo Nilza de Sena este é um problema que vai demorar décadas a resolver.

O Parlamento analisou, esta quinta-feira, um Projeto de Resolução do PSD que visa aprofundar a proteção das crianças, das famílias e promover a natalidade. Em nome dos sociais-democratas, Nilza de Sena afirmou que o PSD vem a debate com um relatório, com ideias, com um compromisso e com um histórico. Recordando que o trabalho que o PSD vem desenvolvendo nesta matéria não começou agora, a parlamentar assegurou que os sociais-democratas não se julgam os donos da verdade e como tal estão disponíveis para acolher as propostas dos outros partidos.

Reconhecendo a gravidade desta matéria e que provavelmente levaremos duas a três gerações a resolver este problema, Nilza de Sena lançou o repto para um compromisso político, um compromisso de que o país precisa de forma indispensável. Contudo, recorda, por parte do PS assistimos a uma resposta dupla. Do cimo da tribuna os socialistas fizeram acusações e procuraram ocultar um passado recente em que congelaram abonos de família, pensões e o salário mínimo. Cá em baixo o PS mostrou-se disponível para participar no debate.

De seguida, a parlamentar lembrou que o Orçamento do Estado para 2015 faz, pela primeira vez, uma discriminação positiva das famílias com filhos e introduz no agregado familiar os ascendentes. “Vamos também aumentar as pensões mínimas, vamos devolver o poder de compra aos pensionistas e aos funcionários públicos. Este Orçamento introduz acordos de cooperação que chegam aos 50 milhões de euros e é com esse «detalhe» que se apoiam creches, jardins-de-infância, idosos e Atividades de Tempos Livres”.

A terminar, Nilza de Sena apelou aos deputados da oposição, em especial aos socialistas, para que guardem a política partidária para as cheias de Lisboa e outras questões que não estas que são estruturantes para o futuro do país.

16-10-2014 Partilhar Recomendar
06-12-2018
Bloco não resiste a misturar PMA com gestação de substituição
    Emília Cerqueira lamentou a postura dos bloquistas, bem como a posição “cega” do CDS.
06-12-2018
PSD quer contribuir para resolver o impasse em torno da PMA
    Ângela Guerra frisou que o propósito dos sociais-democratas é o de contribuir para a resolução dos problemas de infertilidade ou esterilidade de milhares de casais.
26-11-2018
PSD apresenta medidas de apoio à natalidade e às famílias
    Clara Marques Mendes considerou que se tratam de propostas fundamentais para o futuro do país.
27-09-2018
“Não nos resignamos com um país que perde, década após década, centenas de milhares de habitantes”
    Margarida Balseiro Lopes considera um “desígnio nacional” a inversão desta situação.
27-09-2018
Susana Lamas: é da maior importância inverter o atual quadro demográfico
    A deputada considera que as respostas a este problema não podem continuar a ser adiadas.
27-09-2018
PSD defende a criação de uma Comissão Eventual para combater o declínio demográfico
    Clara Marques Mendes apresentou a iniciativa dos sociais-democratas e enfatizou que “uma política para a infância é um desígnio nacional”.
27-09-2018
“É inaceitável que ter filhos seja um fator de desigualdade e de desvantagem no tratamento que o Estado dá às famílias”
    A crítica foi deixada por Inês Domingos no debate sobre demografia.
27-06-2018
“O Governo parece esquecer a importância de criar condições para que os portugueses jovens não deixem o país”
    Nilza de Sena considera que é crucial inverter o quadro demográfico preocupante que faz de Portugal o 6º país mais velho do mundo.
27-06-2018
Combater o problema demográfico deve ser um “desígnio nacional”
    Germana Rocha lembra que esta questão não se resolve com medidas pontuais, mas sim com reformas estruturais e adequadas.
27-06-2018
“É urgente encontrar soluções para que se possa atenuar ou mesmo inverter a tendência decrescente da natalidade”
    Susana Lamas enfatiza que este é um debate que não pode ser mais adiado.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas