Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata
Facebook Twitter YouTube Sapo Vídeos Flickr instagram
Home Agenda Actualidade Deputados Direcção Galeria Contactos RSS
Plenário/Audiências/Comunicação Social/Comissões
Notícias/Plenário/Comissões
Por nome/Por comissão/Por círculo
Presidente/Direcção
Vídeos/Fotografias
 
CTT: Luís Menezes sustenta que “o serviço público tem de ser garantido de forma escrupulosa”
O Vice-Presidente da bancada do PSD considera que a privatização vai fortalecer a empresa e o País.

Luís Menezes desconstruiu a argumentação ideológica que os partidos da esquerda vinham desenvolvendo em torno do processo de privatização dos CTT. No debate da apreciação parlamentar do Decreto-Lei que aprova o processo de privatização dos CTT - Correios de Portugal, S.A., esta quarta-feira, o Vice-Presidente da bancada do PSD afirmou que o que estes partidos têm vindo a dizer é que a privatização dos correios vai pôr em causa o serviço público. Contudo, recorda o social-democrata, “a luz que ilumina esta sala é um serviço público prestado por uma empresa 100% privada, os telefones que usamos estão baseados numa obrigação de serviço público que é gerida e averiguada constantemente por um regulador forte que é a ANACOM”.

Para demonstra a visão da esquerda, Luís Menezes centrou-se na notícia do dia que dava conta da fusão da PT com a OI, e disse que num momento em que todo o mundo as empresas de telecomunicações estão a passar por processos de fusões e aquisições porque a escala é um fator determinante no sucesso dessas empresas, a visão dos partidos da esquerda faz cada vez menos sentido. Além disso, acrescenta, a PT faz uma fusão e fica garantido que os negócios continuam a ser geridos em Portugal, fica a produzir riqueza em Portugal, o know-how da PT pode ser exportado para outras empresas e para outros mercados e os fornecedores da PT têm uma oportunidade de ouro de poder entrar numa empresa que serve um mercado de mais de 180 milhões de consumidores.

A terminar, o Vice da “bancada laranja” enfatizou que “aquilo que preocupa esta bancada é que o serviço postal enquanto serviço público tem de ser garantido de forma escrupulosa e sem haver o mínimo de complacência para quem está a prestar esse serviço. O que nos interessa é que o serviço postal seja garantido. Manutenção do serviço público, regulador forte e uns CTT fortes fonte de maior riqueza para o País, uma nova fonte de financiamento”.

02-10-2013 Partilhar Recomendar
22-02-2019
“CTT: Contrato de Concessão está em vigor e o PSD exige que ele seja cumprido”
    Paulo Rios de Oliveira frisou que os sociais-democratas querem garantias, dos CTT e do regulador, que o Contrato está a ser cumprido.
07-12-2018
Governo continua a contratar trabalhadores com vínculos precários
    Clara Marques Mendes acusou o governo de continuar a aumentar a precariedade no Estado.
07-12-2018
“Para a esquerda tudo se resume a tentar ganhar mais uns votos”
    Álvaro Batista criticou a “hipocrisia política” dos partidos que adiam para a véspera das eleições a resolução dos problemas dos precários do Estado.
07-12-2018
Precários do Estado: PS, PCP e BE falharam e faltaram à verdade a estes trabalhadores
    Carla Barros lamentou o “tacticismo” e a “encenação” dos partidos da esquerda em torno do PREVPAP.
07-12-2018
PCP aprovou um Orçamento que não continha as verbas para integrar os precários
    Álvaro Batista afirmou não compreender as “juras de amor” do PCP aos precários quando na semana passada os desprezaram.
04-10-2018
“Só fala constantemente do passado quem tem medo do presente e de assumir as responsabilidades”
    Simão Ribeiro desafiou os partidos da esquerda a assumirem as suas responsabilidades pelos problemas nos serviços públicos.
04-10-2018
“O retrato dos serviços públicos é o retrato do caos”
    Pedro do Ó Ramos afirmou que o governo das esquerdas é o “campeão do desinvestimento público e consequente degradação dos serviços”.
04-10-2018
“Os trabalhadores com vínculo precário foram enganados por este governo”
    Carla Barros desmascarou a propaganda do governo em relação à integração de trabalhadores com vínculo precário no Estado.
23-03-2018
Deputadas do PSD visitaram os Espaços Registos do Areeiro e da Expo
    Andreia Neto, Sandra Pereira e Sara Madruga da Costa fizeram-se acompanhar da Direção do Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e Notariado.
28-02-2018
"Não abdicamos de representar os portugueses que não se revêm neste governo”
    Santa Casa no Montepio: a nossa posição é muito clara, “somos contra”.
Seguinte Último
Galeria Vídeos
Galeria Fotos
Intranet GPPSD
Dossiers Temáticos
Canal Parlamento
Agenda
Newsletter
Submeta a sua Notícia
Links
Partido Social Democrata
Instituto Francisco Sá Carneiro
Grupo Europeu PSD
Juventude Social Democrata
Trabalhadores Social Democratas